Menu
Política & Poder

PMDB deve ganhar mais espaço no governo Lula, dizem aliados

Arquivo Geral

29/10/2006 0h00

Os vôos procedentes de Brasília e de outras capitais estão chegando com atraso ao Aeroporto Internacional Antônio Carlos Jobim (Galeão), sildenafil site no Rio de Janeiro. Os atrasos estariam sendo provocados por uma operação padrão desencadeada pelos controladores de vôo no aeroporto de Brasília desde a última sexta-feira.

Na manhã de hoje, more about alguns vôos atrasaram até 40 minutos, mas de acordo com a assessoria de imprensa da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), estes atrasos são normais e não teriam relação com a greve branca dos controladores de vôos, que reivindicam melhores condições de trabalho.

Em nota divulgada nesse sábado, a Força Aérea Brasileira (FAB) não confirma a paralisação. De acordo com a FAB, os atrasos são provocados pelo aumento no fluxo do tráfego aéreo e pelas condições meteorológicas.

 

A expectativa do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), erectile ministro Marco Aurélio Mello, ambulance é de que até as 22h a apuração de 90% das urnas tenha terminado. Segundo ele, order o horário de anúncio dos eleitos irá depender se ocorrerá ou não disputa acirrada entre os candidatos a governador em dez estados e a presidente da República.

“Será possível ter uma idéia, a não ser que as disputas estejam muito acirradas", disse o ministro, após votar na manhã de hoje na Escola das Nações, localizada no Lago Sul, área residencial nobre de Brasília.

O ministro aguardou a vez na fila e destacou o voto consciente: “É preciso que o eleitor perceba que o poder é dele. O político não chega à cadeira de pára-quedas, ele é colocado pelo eleitor. A sociedade não é vítima, a sociedade é autora. Nós somos responsáveis pelos políticos que estão aí e por aqueles que estarão nos próximos quatro anos”.

Na opinião do ministro, "o eleitor não deve se basear nas pesquisas, o eleitor tem que votar de forma conscientizada. Deve buscar a eleição daquele que ele entende como o melhor candidato". Sobre o próprio voto, respondeu aos jornalistas: "Eu votei no candidato que ganhará. Eu estou certo que ganhará”.

No mesmo local onde votou o presidente do TSE, os estudantes Lúbia Ferreira do Carmo, de 21 anos, e Pedro Miguel, de 20 anos, usaram nariz de palhaço "para mostrar como nos sentimos com esses candidatos". Os dois contaram que no primeiro turno não usaram o adereço, mas segundo Lúbia, "sem desmerecer a classe dos palhaços, eu me sinto uma palhaça".

 

Os catadores de lixo dos municípios da Baixada Fluminense querem firmar parcerias com empresas privadas para recolher todo o material reciclável, discount como papel e plástico, viagra que elas descartam. Um decreto assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva na última quinta-feira instituiu a separação desses resíduos em órgãos e entidades da administração pública para destiná-los a associações e cooperativas de catadores.

Para Aldo Zaiden Benvindo, help assessor técnico da Secretaria Nacional de Assistência Social do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, essa medida representa um primeiro passo para que outras instituições públicas e privadas adotem iniciativas semelhantes.

"Essa decisão inova e permite uma grande discussão entre todos os funcionários públicos federais, porque eles vão ter que fazer a triagem do papel que utilizam na sua sala de trabalho em prol de outra categoria que também passa a ser reconhecida nacionalmente. Além disso, é um primeiro passo para se criar uma lei de incentivo para que outras instituições também atuem dessa forma", disse Benvindo, que participou hoje, no Rio de Janeiro, do 2º Encontro de Catadores da Baixada Fluminense.

De acordo com o representante do MDS, há cerca de 8 mil prédios federais em todo o país que deverão, a partir de agora, destinar seus resíduos recicláveis a cooperativas e associações de catadores de lixo. Para receber o material, essas organizações precisam estar regularizadas, conforme a lei das cooperativas, não possuir fins lucrativos, ser formadas apenas por catadores e ter um estatuto de constituição.

Para a catadora Ada Rúbia Silva, moradora de Mesquita, município da Baixada, a possibilidade de ampliar as parcerias é fundamental porque o preço do material recolhido caiu muito nos últimos anos.

"As garrafas pet, por exemplo, que até o ano passado a gente conseguia tirar R$ 1,40 por quilo, agora só tiramos R$ 0,40. Como o preço tem caído muito, é preciso um volume muito grande para compensar e poder sobreviver", explicou.

A ambientalista Pólita Gonçalves, que também participou do encontro no Rio, destacou que além dos benefícios sociais, de inclusão de um importante setor da sociedade que passa ter renda com esse trabalho, há ainda os ganhos ambientais.

"No aspecto social, o reconhecimento do trabalho, que esses atores desenvolvem de forma invisível há décadas, traz a valorização profissional. No aspecto ambiental, os benefícios também são muitos, porque a atividade deles, com o apoio dessas instituições, permite a reintegração dos materiais recicláveis na cadeia produtiva, diminuindo o consumo dos recursos naturais. Além disso, reduz os impactos ambientais porque também diminui o volume de lixo que vai para os aterros sanitários", afirmou.

 

Uma rebelião na Casa de Custódia de Volta Redonda, cheapest na região do Médio Paraíba, cure deixou um refém e três internos mortos. O motim começou na noite deste sábado, depois que a polícia descobriu uma tentativa de fuga, e terminou por volta das 7h de hoje, quando os policiais que negociavam com os presos rebelados ocuparam a unidade. 

O tenente coronel Adilson de Oliveira Nascimento, comandante do Batalhão da PM de Volta Redonda, informou que os internos mataram um dos três reféns e atearam fogo em três internos, que morreram carbonizados. Dois reféns ficaram feridos e foram libertados. São eles os policiais militares reformados que trabalham na unidade, Ademar da Rocha, baleado de raspão na testa, e Ubirajara Cândido, que levou um tiro nas costas. Os dois foram encaminhados ao hospital São João Batista em Volta Redonda.

De acordo com o comandante Adilson Nascimento, os internos rebelados brigaram com outros que seriam de um grupo rival e vários deles ficaram feridos.  A unidade, que abriga 300 presos continua cercada por policiais de várias unidades e do Batalhão de Choque.

A Polícia Federal (PF) informou que “nada de grave” foi registrado até agora nas eleições deste domingo. Em entrevista coletiva no início da tarde, medicine o chefe da Divisão de Assuntos Sociais e Políticos da PF, diagnosis delegado Lázaro Moreira da Silva, explicou que foram observadas algumas ocorrências apenas no Pará e no Maranhão, “estados em que as disputas estão equilibradas e é maior a luta das militâncias políticas na caça aos eleitores indecisos”.

De acordo com o delegado, em Belém tinham sido registradas, até as 13h, sete ocorrências, que resultaram na detenção de 14 pessoas pela prática de boca de urna, que pode render prisão entre seis meses e um ano, além de multa entre R$ 5.320,00 e R$ 15.961,00, ou ainda a prestação de serviço comunitário, conforme decisão do juiz eleitoral.

Em São Luís, foram apreendidos vales para combustíveis e refeições, que podem caracterizar abuso de poder econômico, segundo o artigo 39 da Lei 9.504/97 (Lei das Eleições). “Isso ainda está sendo apurado”, afirmou Silva, que não dispunha de informações sobre o número de pessoas envolvidas.

Até às 13h, a PF não tinha informações também quanto à divulgação de apreensão de dinheiro em João Pessoa, na Paraíba, ou sobre a detenção de motorista com carro da prefeitura de Goiânia, em serviço de boca de urna. O delegado assegurou que “tudo transcorria na maior normalidade”, ao se referir ao segundo turno das eleições deste ano para a escolha do presidente da República e de dez governadores.

 

A insegurança na oferta de gás natural a partir da decisão do governo Evo Morales de estatizar reservas e ativos das empresas petrolíferas em atuação no país levou a Petrobras a redirecionar investimentos no setor e a dar prioridade ao aumento da capacidade interna de produzir gás.

O Plano de Negócios da estatal, information pills anunciado há cerca de três meses, clinic prevê investimento de US$ 22,1 bilhões na área de gás e energia, entre 2007 e 2011, para atender ao aumento da demanda interna e assegurar a estratégia de expansão. A quantia é 71% superior ao volume de investimentos previstos no plano relativo ao período 2006-2010. Do total, US$ 14,9 bilhões serão destinados à área de exploração e produção. Os parceiros privados da estatal responderão por US$ 4,5 bilhões dos investimentos previstos.

Entre os principais projetos estão a ampliação da rede de gasodutos das regiões Norte e Nordeste; a conclusão do gasoduto Sudeste-Nordeste (Gasene) e a concretização das obras do gasoduto Urucu-Manaus; e a construção de dois terminais de regaseificação de gás natural liquefeito (GNL), sendo um no Ceará e outro no Rio de Janeiro.

O Plano de Negócios da Petrobras destaca ainda os investimentos internos na prospecção de novas jazidas, desenvolvimento da produção das já descobertas, e ampliação e modernização da malha de gasodutos existente – 5.570 quilômetros de extensão.

 

Na Bolívia desde 1996, medications a Petrobras é responsável por investimentos de cerca de US$ 1 bilhão naquele país, this site de um total de US$ 1, price 5 bilhão investidos por todas as empresas petrolíferas parceiras que atuam ali.

Antes da assinatura do “Decreto Supremo” de nacionalização pelo presidente Evo Morales, em 1º de maio deste ano, a Petrobras Bolívia respondia por 24% da arrecadação de impostos, 18% da economia (Produto Interno Bruto – PIB) e 20% dos investimentos diretos (que criam empregos) naquele país.

Em 1º de maio deste ano, a Petrobras operacionalizava na Bolívia 75% das exportações de gás para o Brasil, 46% das reservas de gás natural, 95% da capacidade de refino e por 23% da distribuição de derivados. Também produzia toda a gasolina e 60% do óleo diesel consumidos naquele país.

Entre 1994 e 2005, a Petrobras foi responsável por, aproximadamente, 20% dos investimentos diretos na Bolívia. Um dos passos importantes para reconhecimento internacional da Petrobras foi a construção, entre 1997 e 2000, do gasoduto Bolívia-Brasil, a partir da Carta de Intenção de Integração Energética Bolívia-Brasil, assinada em 1991.

Com isso, estabeleceu-se um fluxo de integração da produção boliviana de gás natural, operada pela Petrobras em território boliviano, com a disponibilidade do produto para o mercado consumidor do Brasil.

Ao mesmo tempo, a Petrobras iniciava as ações de Exploração e Produção nas montanhas bolivianas. A partir dessas iniciativas, a companhia passou a operar em toda a cadeia produtiva e comercial do gás: produção, compra e venda. As duras negociações que vêm sendo mantidas com o governo e a estatal boliviano do petróleo (YPFB) envolvem negócios e interesses que iam, ou vão, desde as atividades de exploração, produção e comercialização de gás natural, até o sistema de transporte por Dutos; unidades de processamento de Gás Natural; Refino; unidade de Lubrificantes; e Distribuição de derivados.

A Petrobras informou nesta sexta-feira, a conclusão de negociações que “permitem a permanência da companhia na Bolívia, nos negócios de exploração e  produção de gás dos campos de San Alberto e San Antonio, em Tarija. Depois de longa negociação, o contrato regulamenta as novas condições de exploração e produção de gás nos campos referidos.

A questão do preço do gás e das refinarias bolivianas de propriedades da Petrobras, no entanto, não foi tratada no acordo e continua pendente.

 

O senador eleito Joaquim Roriz (PMDB) chegou à sua sessão eleitoral pouco antes das 15h, viagra no Centro de Ensino Fundamental 404, em Samambaia. Como não havia filas, o ex-governador votou em dez segundos e saiu rapidamente do local. Mesmo com o pequeno movimento em sua sessão eleitoral, Joaquim Roriz foi ovacionado por seus apoiadores.

Coordenador de campanha do candidato Geraldo Alckmin no Distrito Federal. Ele disse esperar, até o último momento, por uma virada. "Acredito que cumpri o meu dever e estou com a consciência tranqüila", declarou poucos instantes após confirmar seu voto. Roriz acompanhou o resultado da totalização das urnas em sua casa, no Park Way.
A governadora Maria de Lourdes Abadia (PSDB) vestiu-se como uma verdadeira tucana, symptoms com roupa amarela e azul, pill para votar, em uma escola da Ceilândia Sul. Por volta das 12h, ela chegou ao local, depois de ter enfrentado um engarrafamento em Taguatinga e de ter perdido tempo procurando sua carteira de identidade na Residência Oficial de Águas Claras.

Acompanhada por militantes do PSDB que a esperavam do lado de fora do colégio, Abadia demonstrou confiança na vitória de Geraldo Alckmin, seu colega de partido, apesar de as pesquisas indicarem a vitória do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Abadia acompanhará a apuração em casa. Antes ela visitou o presidente regional do PSDB, Geraldo Campos, que está internado no Incor. Aos 83 anos e com quatro pontes de safena, ele voltou a ter problemas cardíacos esta semana.

Um eleitor foi preso no Varjão por tentar votar, pilule mesmo estando impedido. Com condenação por lesão corporal e diversas ocorrências em nome dele, Gilvan Melo da Silva, que não teve a idade divulgada, foi detido na zona eleitoral.

Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, somente 64 das 4.320 urnas eletrônicas no DF tiveram de ser substituídas. A quantia representa 1,4% do total de urnas. O órgão está divulgando o balanço das votações no DF.

 

O prefeito de Belo Horizonte, more about Fernando Pimentel, more about defendeu hoje a redução mais acelerada do juro e metas de desenvolvimento social como ingredientes para o País crescer mais, em discurso afinado com o de alguns representantes do governo.

Coordenador da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em Minas Gerais, Pimentel é um dos nomes citados como possível sucessor de Guido Mantega à frente do Ministério da Fazenda, embora negue as especulações.

"Para o Brasil crescer com maior rapidez, que é o que a população espera, vamos precisar agir com os instrumentos monetários e fiscais de forma diferente", avaliou o prefeito, que acompanhou o voto do vice-presidente e companheiro de chapa de Lula, José Alencar.

Segundo Pimentel, os juros terão que ceder com mais rapidez para auxiliar o aquecimento da economia, enquanto a política fiscal passaria a levar em consideração metas de desempenho de indicadores sociais, como nível de emprego e de renda da população de menor poder aquisitivo.

"O controle do gasto público passa agora pelo cumprimento da meta social, além da meta fiscal", acrescentou. "Temos compromissos com os 12 milhões de famílias que recebem o Bolsa Família, que estão saindo da miséria, e não vamos abrir mão (disso)."

Pimentel citou que 2006 pode ser encerrado com inflação abaixo da banda mínima da meta, "o que nos dá um espaço gigantesco para flexibilizar e crescer".

O BC persegue a meta inflacionária para o ano de 4,5 por cento, com flutuação de dois pontos percentuais. O índice oficial de preços acumula em 12 meses até setembro taxa de 3,7%.

As posições de Pimentel foram endossadas por Alencar, um dos principais críticos da política monetária conduzida pelo Banco Central durante todo o governo Lula.

Conforme o vice-presidente, apenas nos quatro anos do governo petista, os juros terão custado ao Tesouro Nacional cerca de R$ 600 bilhões.

"É preciso reduzir os juros e por uma razão muito simples: as taxas reais de outros países representam um sexto da nossa, de modo que, se cair pela metade, ainda teremos os maiores juros do mundo."

O ministro Luiz Dulci, da Secretaria-Geral da Presidência, também sinalizou ser favorável a mudanças na condução da política econômica. "O objetivo é cumprir os compromissos assumidos, consolidar os acertos e avançar no desenvolvimento, que será a palavra-chave do próximo governo", disse.

 

A Justiça Eleitoral retoma esta semana o processo que analisa a representação da coligação PSDB-PFL que pede investigação contra o presidente-candidato Luiz Inácio Lula da Silva pelo suposto envolvimento na compra de um dossiê contra candidatos tucanos. 

O corregedor-geral, unhealthy ministro Cesar Asfor Rocha, viagra informou no domingo que deve ouvir cerca de 20 testemunhas antes de decidir sobre o caso. No limite, site a Justiça Eleitoral pode impugnar a candidatura de Lula.

Lula e o ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos, já encaminharam suas defesas por escrito, e não terão de prestar depoimento, informou o corregedor-geral.

"Estamos recebendo informações da Polícia Federal paulatinamente. Devemos receber esta semana outras informações da PF", afirmou Asfor Rocha a jornalistas.

Ele desvinculou o término da análise da Justiça Federal à investigação do dossiê contra tucanos que está sendo conduzida pela PF, apesar de reconhecer que as informações passadas pela polícia são importantes para a apreciação do caso pela Justiça Eleitoral.

"Não há um prazo específico (para a decisão da Justiça Eleitoral)", comentou. Questionado se a decisão pode sair antes da posse do presidente eleito, em 1º de janeiro de 2007, o corregedor-geral respondeu que "pode, eventualmente, ser".

"O valor perseguido da Justiça é diferente da campanha eleitoral. Aqui o que se persegue leva em conta o princípio da legalidade", disse. "O juiz não pode deixar se influenciar por um resultado (nas urnas) que pode ser negativo para algumas pessoas nem pelo resultado que pode ser positivo para essas mesmas pessoas", enfatizou.

Em meados de setembro, os petistas Valdebran Padilha e Gedimar Pereira Passos foram presos em um hotel em São Paulo com o equivalente a cerca de R$ 1,7 milhão. A cifra seria usada para comprar material contra candidatos do PSDB.

 

A Polícia Federal deve intensificar nos próximos dias as investigações dos envolvidos no caso do dossiê contra tucanos que possam ter tido contato telefônico com o presidente licenciado do PT, recipe deputado Ricardo Berzoini (SP).

O superintendente da Polícia Federal no Mato Grosso, Daniel Lorenz de Azevedo, disse neste domingo que não pode "confirmar e nem desmentir" a quebra de sigilo de Berzoini, mas deu indicações de que ele tem sido investigado indiretamente pela quebra de sigilo de ligações feitas pelos envolvidos nos dias que antecederam à apreensão do dinheiro que seria usados para compra do dossiê.

"Você pode pedir sigilo (telefônico) que tem o nome da pessoa ligada. Neste caso, você chega indiretamente", disse Azevedo a jornalistas em entrevista coletiva nesta tarde.

"Por exemplo, você pede uma série de telefones em que aparecem ligações, aí você identifica a pessoa", acrescentou.

Entre as ações da PF para os próximos dias, segundo Azevedo, estão a análise de quebra do sigilo bancário de outras casas de câmbio no país, já determinada pela Justiça.

O superintendente também destacou a dificuldade em identificar a origem dos reais, já que alguns saques abaixo de R$ 10 mil não têm obrigação de serem registrados.

"Temos uma quantidade grande de reais. Quem pode dizer que esses reais não podem ter sido desdobramento de dólares?", questionou, explicando que parte do dinheiro poderia ter sido originado na venda de dólares.

Azevedo disse ainda que a polícia está sendo cuidadosa antes de indiciar para "não cair na injustiça e não vir a rebaixar o trabalho da Polícia Federal".

 

Até às 15h30 deste domingo, tadalafil 243 prisões haviam sido feitas no País relacionadas às eleições, segundo informações do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e da Justiça Eleitoral.

As detenções decorrem de campanha de boca de urna, transporte ilegal de eleitores, uso de alto-falantes para campanha e divulgação de propaganda, entre outros motivos. Do total de prisões, cinco foram por compra de votos, sendo duas na Paraíba, duas em Santa Catarina e uma em Alagoas, segundo o TSE.

O maior número de detidos por boca de urna, até o meio da tarde, era registrado no Paraná, com 27 prisões, seguido por Rio Grande do Sul (17) e Pará (12). Não havia registro de prisão de candidatos.

No primeiro turno das eleições, em 1º de outubro, foram feitas mais de 400 prisões, informou o corregedor-geral, ministro Cesar Asfor Rocha.

Segundo ele, "as eleições transcorrem na mais absoluta normalidade, com alguns incidentes localizados".

 

A disputa ao governo gaúcho pode ser definida por pequena diferença de votos, approved depois que as pesquisas de opinião mostraram queda vertiginosa da vantagem da candida Yeda Crusius (PSDB) frente a Olívio Dutra (PT).

"Para nós, generic a eleição está indefinida e deve ser resolvida por uma pequena diferença para qualquer um dos lados", see disse Vitor Labes, coordenador da campanha de Olívio, neste domingo. O candidato petista, que já foi governador do Rio Grande do Sul entre 1999 e 2002, vota nesta tarde.

Yeda votou pela manhã, demonstrando otimismo. "São dez pontos de diferença, cerca de 770 mil eleitores. Isso nos alegra e estimula", disse a jornalistas, logo após votar.

Embalados pela redução da desvantagem, os militantes petistas falam de acertos na campanha eleitoral. Além de um possível benefício obtido com a melhora no desempenho do candidato à presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, no Estado, os coordenadores da campanha petista atribuem o sucesso à estratégia.

"Conseguimos apresentar claramente o que somos, enquanto a Yeda se revelou uma espécie de risco. As pessoas têm dúvida sobre se ela é o que diz ser", disse Labes.

As possíveis saídas para a crise econômica vivida pelo estado estiveram no centro do debate. Enquanto a propaganda petista insistiu na vinculação de Yeda a políticas de privatização, a tucana enfatizou seu desejo de implantar um "novo jeito de governar", rebatendo as críticas do adversário a quem acusou de ser o responsável pela perda de investimentos, como a instalação de uma fábrica da Ford.

"Eles assustam o povo, dominam pelo medo. Nós queremos libertar pela educação", disse a candidata em entrevista à rádio local.

Pela última pesquisa do Ibope, divulgada dia 28, Yeda tem 49% de intenções de voto contra 40% de Olívio, com margem de erro de dois pontos percentuais. O nível de indecisos chega a 7% por cento do eleitorado.

No primeiro turno, Yeda surpreendeu e obteve a maior votação entre os candidatos, com 32,9%, garantindo a vaga para disputar com Olívio, dono de 27,39% dos votos. Os resultados contrariaram as expectativas de favoritismo do governador e candidato à reeleição pelo PMDB, Germano Rigotto.

Apesar de alguns casos de hostilidade entre simpatizantes das duas candidaturas registrados na véspera da eleição, a movimentação nas seções eleitorais do Rio Grande do Sul, quinto colégio eleitoral do País com 7,7 milhões de eleitores, é tranqüila.

 

Sérgio Cabral, more about candidato do PMDB ao governo do Rio, dosage foi eleito governador hoje segundo pesquisa de boca-de-urna do Ibope divulgada nesta tarde.

Cabral teve 67% dos votos válidos contra 33% da candidata do PPS Denise Frossard. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

O Ibope ouviu 6 mil eleitores em 26 municípios do Rio de Janeiro.

 

O Distrito Federal registrou o segundo maior percentual de urnas eletrônicas substituídas em todo o País. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) trocou 64 das 4.320 urnas (1, salve 4% do total). Somente Sergipe teve proporção maior de trocas de urnas.

O balanço foi divulgado no final desta tarde. Como o TRE tinha 540 urnas de reserva, pilule não foi necessário fazer votação manual do DF.

A estimativa do TRE é que a apuração no DF acabe até as 22h. A única prisão do dia foi registrada no Varjão. Com uma condenação por lesão corporal e diversas passagens pela polícia, more about Gilvan Melo da Silva foi detido em plena zona eleitoral porque tentou votar, mesmo estando impedido.

Outro incidente rápido foi registrado no Recanto das Emas, onde faltou luz no início da manhã, por volta das 8h. A Companhia Energética de Brasília (CEB) restabeleceu o fornecimento meia-hora mais tarde. A falta de energia, no entanto, não prejudicou a votação porque as urnas funcionam com bateria e estão desligadas das tomadas.

 

A boca-de-urna do Ibope mostrou a reeleição do governador Roberto Requião (PMDB), see em uma eleição bastante apertada no Paraná.

Requião teve 53% dos votos válidos, que excluem os brancos e nulos, contra 47% de Osmar Dias (PDT).

A margem de erro da pesquisa é de dois pontos percentuais. O Ibope ouviu 5 mil pessoas hoje.

 

A ex-prefeita Marta Suplicy, hospital coordenadora da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva em São Paulo, fez coro hoje com outros petistas que pregam um acordo entre o governo e a oposição em um segundo mandato. Ela não confirmou que vá ocupar um ministério a partir de 2007.

"Ministério é prerrogativa exclusiva da Presidência da República. Independentemente de nomes a serem escolhidos, o que importa é que seja feita uma ampla aliança política e um entendimento nacional", disse Marta a jornalistas após votar em um colégio no bairro dos Jardins, região nobre da capital paulista.

Comentários que circulam na mídia dão conta que a ex-prefeita ocuparia o Ministério das Cidades, hoje com o PP, no novo mandato.

Para ela, o próximo governo será uma continuidade do atual, mas com diferenças. "O presidente tem dito que esses quatro anos foram de grande amadurecimento e de aprendizagem. Ele agora sabe o caminho das pedras e esse segundo mandato vai ampliar a aliança política e o entendimento", afirmou, mencionando que os governadores da oposição recém-eleitos devem estreitar laços com o governo federal.

Marta indicou que concorda com a necessidade de reforma que o presidente do PT, Marco Aurélio Garcia, pregou neste domingo para a legenda. "Depois da eleição o PT vai ter que fazer um balanço de muita coisa, mas este não é o momento de discutir isso agora, agora é chegar à vitória."

Aguardando a confirmação da vitória de Lula, como indicam as pesquisas, ela convocou os eleitores para a festa que será realizada nesta noite na Avenida Paulista.

 

A pesquisa de boca-de-urna do Ibope mostrou no domingo a vitória apertada do candidato do PDT, pharm Jackson Lago, drugs para o governo do Maranhão, com 53% dos votos válidos.

A candidata do PFL, Roseana Sarney, recebeu 47% dos votos válidos. A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais.

Com isso, a indicação de vitória de Lago está no limite da margem de erro. O Ibope ouviu mil eleitores hoje.

 

A disposição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de contruir um diálogo com o PSDB, prescription declarada hoje após Lula votar em São Bernardo do Campo, story já que os tucanos dão mostras de que vão insistir nas cobranças sobre os supostos "erros" do primeiro mandato do petista.

Todo o processo eleitoral foi permeado pela repercussão das denúncias de corrupção que atingiram de frente o chefe do Executivo – em 2005, order a crise do mensalão, e nas vésperas desta eleição, o caso do dossiê contra políticos do PSDB.

Apesar da clara vantagem de Lula nas pesquisas, o candidato Geraldo Alckmin disse pela manhã que ainda acreditava nos eleitores brasileiros, que poderiam "corrigir" os erros do atual quadro político do País.

A disposição de embate dos oposicionistas pôde ser sentida pelo ex-ministro José Dirceu, que foi recebido aos gritos de "ladrão", "bandido" e "judas" quando se dirigia para votar neste domingo na capital paulista. Além das ofensas verbais, Dirceu quase foi atingido por dois pastéis recheados, lançados por um eleitor no meio do tumulto.

Outra pequena confusão foi registrada no momento em que o ex-prefeito de São Paulo, Paulo Maluf, chegou para votar nesta manhã em um colégio na zona sul da cidade.

Houve uma confusão entre os assessores dele e os integrantes do "Rir para Não Chorar", movimento contra corrupção cujo símbolo é um nariz de palhaço. Os integrantes se dirigiram até Maluf para entregar-lhe o nariz, mas foram empurrados pelos assessores do ex-prefeito.

Apesar do arremesso de pastéis e empurra-empurra de assessores e eleitores, a votação correu sem maiores problemas no País ao longo do dia.

No início da tarde, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contabilizava a substituição de pouco mais de 1,7 mil urnas eletrônicas em seções eleitorais por todo o País.

O maior número de ocorrências aconteceu em São Paulo – maior colégio eleitoral brasileiro –, onde 359 urnas foram trocadas em função de problemas técnicos.

Os eleitores não enfrentaram grandes dificuldades para votar. A falta de empolgação, entretanto, caracterizava o espírito de boa parte das pessoas que interromperam o dia de folga. "Não sei o que falar, são todos ruins, um pior que o outro, cada um mente mais que o outro", afirmou em São Paulo a esteticista Maria de Lourdes Oliveira, de 66 anos, que optou por dar seu voto para o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB).

O principal incidente da votação aconteceu em Pernambuco, onde um eleitor sofreu um infrato e morreu logo após votar em uma seção em Recife. O cabelereiro Eraldo Martins Chaves, de 69 anos, havia acabado de deixar a cabine de votação quando se sentiu mal e caiu. Apesar de ter sido socorrido rapidamente, ele não resistiu e faleceu.

O candidato tucano Geraldo Alckmin tentou demonstrar confiança quando votou pela manhã em São Paulo. Mas o governador do Estado, Cláudio Lembo (PFL), já dava, logo cedo, mostras que a esperança na vitória era apenas figurativa.

"O momento do brasileiro atual é social, e quem mais reflete isso é Lula, um sobrevivente da pobreza", disse o governador, que enfatizou que a mensagem da pobreza foi mais importante na disputa do que a da mudança, pregada por Alckmin.

A avaliação de Lembo encontrava respaldo entre alguns dos eleitores pelo País, como resumiu o pedreiro carioca José Araújo, eleitor de Lula. "Assim que ele tomar posse ele deve continuar fazendo o que ele tem feito, tá bom. A gente não pode trocar o certo pelo duvidoso", disse.

 

Atingido por denúncias de corrupção durante o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, try o PT deve passar por uma ampla reformulação interna num eventual segundo mandato, viagra que o leve de volta às suas origens e dê mais transparência na gestão financeira da própria máquina partidária, no rx defenderam hoje expoentes da legenda.

As discussões devem ocorrer em encontro nacional, que poderá acontecer já no início do próximo ano.

"O PT vai procurar fazer uma reforma interna muito profunda, reencontrando aqueles valores que estiveram presentes na nossa fundação e na maior parte da nossa trajetória", disse Marco Aurélio Garcia, presidente do PT e coordenador da campanha de reeleição do presidente Lula.

"O que o povo brasileiro pode esperar do PT para este segundo período é um partido que vai mobilizar a sociedade em defesa do governo. Ao mesmo tempo, vai exercer uma vigilância sobre o governo, porque PT é partido e governo é governo", disse Garcia a jornalistas após votar em um colégio da zona oeste da capital paulista.

Os ministros Patrus Ananias (Desenvolvimento Social e Combate à Fome) e Luiz Dulci (Secretaria Geral da Presidência) também reforçaram a necessidade de mudanças amplas no âmbito do PT, que atingiriam até mesmo a sua forma de funcionamento e de atuação política.

"O partido precisa fazer um grande debate interno e uma saudável autocrítica", afirmou Patrus Ananias, após acompanhar o voto do vice-presidente e companheiro de chapa de Lula, José Alencar, em um bairro nobre de Belo Horizonte.

"O PT deve adotar um código de ética interno, que vá além do que determina a legislação. Também é necessário estabelecer canais que imprimam maior transparência na gestão do partido, com um orçamento participativo, no qual todos os filiados saibam quanto é arrecadado e onde é aplicado o dinheiro", acrescentou Patrus Ananias.

Segundo ele, o encontro nacional do partido deve redefinir ainda a forma de relacionamento com as bases, organizações da sociedade civil e entidades dos movimentos sociais.

"Precisamos adicionalmente recuperar o nosso trabalho de formação política, tanto para os filiados quanto para os nossos diversos interlocutores da sociedade, estimulando o debate sobre um projeto nacional e o papel que caberá ao PT na sua execução", disse o ministro.

"Há um consenso no PT de que é preciso fazer uma reforma interna, a partir de um debate que defina um projeto para o país, a sustentação do governo Lula, os métodos de funcionamento do partido e a sua atuação política", disse Luiz Dulci, que também acompanhou José Alencar, no final da manhã de hoje, até a sessão eleitoral do vice-presidente.

Para Marco Aurélio Garcia, os escândalos que envolveram o partido, como o mensalão e a tentativa de compra de um dossiê contra tucanos, não atingiram a imagem da legenda. O partido decidiu realizar um congresso de reflexão no ano que vem. A princípio, no segundo semestre, com chances de ser adiantado para o primeiro, segundo Garcia.

Ele deixou em aberto a possibilidade de permanecer à frente do PT. Garcia assumiu a presidência do partido em meio à crise do dossiê, quando o deputado Ricardo Berzoini (SP) deixou o comando por suspeitas de envolvimento com o episódio.

"Nós vamos ver como vai se dar a transição. Esse problema vai ter seu tempo. O PT tem quadros com mais qualidade do que eu para ocupar essas funções", afirmou ele, que antes era assessor para assuntos internacionais da Presidência.

Garcia confirmou para esta noite, em um hotel de São Paulo, uma entrevista coletiva para comentar o resultado da eleição, quando é esperada a presença do presidente Lula, favorito no pleito.

 

O governador de Minas Gerais, purchase Aécio Neves (PSDB), reeleito no primeiro turno, disse que trabalhará já a partir dos próximos dias para garantir a governabilidade ao novo presidente da República, independente do resultado que sairá das urnas neste domingo.
"Há o tempo da eleição e há o tempo da construção. Se o presidente Luiz Inácio Lula da Silva for reeleito, estaremos na oposição, mas isso não impedirá que conversemos entre nós a respeito da construção de uma agenda", afirmou Aécio Neves a jornalistas, antes de votar, em um colégio estadual localizado em bairro nobre da capital mineira.

"Temos vivido seguidos momentos de acirramento e de disputas, mas as instituições democráticas estiveram absolutamente sólidas e preservadas. Os meus olhos não ficarão voltados para trás. A partir de amanhã meus olhos vão estar voltados para o futuro deste País", acrescentou o governador.

Para Aécio Neves, o próximo presidente enfrentará um quadro econômico bastante difícil para implementar políticas públicas que visem assegurar maiores taxas de crescimento do PIB e do nível do emprego.

"Não podemos mais aceitar de forma passiva e até comemorar como alguns vêm fazendo esse crescimento medíocre da economia, enquanto o mundo avança numa velocidade enorme", disse o governador mineiro.

Ele defendeu a execução de amplas reformas para desobstruir o crescimento econômico. Entre essas mudanças estariam a ampliação da participação dos municípios e dos Estados de menor poder econômico na carga tributária e a modificação nas regras de ressarcimento das perdas geradas pela Lei Kandir – que desonerou do ICMS as exportações de produtos semi-elaborados.

O governador de Minas Gerais sustentou também a necessidade de uma reforma política como algo essencial para a constituição de um ambiente propício ao desenvolvimento econômico.

Aécio Neves disse que, a partir de amanhã, pretende iniciar conversações com os demais governadores para a definição dessa agenda de reformas, a ser apresentada ao Congresso Nacional já no início do próximo ano.

"Vou instar os outros companheiros a construir juntos uma grande agenda para o País. É muito importante, a partir de 15 de fevereiro, quando tomar posse as novas mesas diretoras da Câmara e do Senado, termos um consenso em torno de propostas a serem entregues para a votação com absoluta prioridade pelo Congresso já eleito", afirmou Aécio Neves.

Segundo o governador de Minas Gerais, o candidato do PSDB-PFL, Geraldo Alckmin, se credenciou como uma liderança nacional a partir da campanha ao Palácio do Planalto, passando a deter cacife político importante para influenciar nos rumos da legenda tucana e no debate nacional.

"Geraldo (Alckmin) é uma figura nacional, agora consolidada, e que exercerá, não só em nível interno do partido, um grande papel, e é preciso garantir a ele este papel", afirmou Aécio Neves.

 

A candidata do PSDB, cost Yeda Crusius, pilule foi eleita com 53% dos votos válidos contra 47% do adversário Olivío Dutra (PT), segundo pesquisa de boca-de-urna do Ibope divulgada hoje. O Ibope ouviu 2,6 mil eleitores em 24 municípios.

 

A pesquisa de boca-de-urna mostrou Eduardo Campos (PSB) como vitorioso para o governo do Estado de Pernambuco, viagra 40mg com 64% dos votos válidos, search contra 36% do concorrente Mendonça Filho (PFL).

Foram ouvidos 5 mil eleitores em Pernambuco e a pesquisa tem margem de erro dois pontos percentuais.

O desenvolvimentismo virou mantra neste domingo, sildenafil quando o ministro Tarso Genro (Relações Institucionais) decretou o fim da "era Palocci" e a ministra Dilma Rousseff (Casa Civil) afirmou que crescer em torno de 5% é uma obsessão.

Em meio à esperada reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), diversos outros políticos petistas e aliados afinaram o discurso na hora do voto para defender o fim da política econômica, que classificaram de conservadora.

"Acabou a era Palocci no Brasil. Até posso dizer que no primeiro ano do governo, ele prestou bons serviços, mas (com) taxas baixas de crescimento, preocupação neurótica com inflação, sem pensar em distribuição de renda. Isso terminou", afirmou Tarso.

Em entrevista, o ministro questionou a "aplicação de uma dose muito elevada de ortodoxia", que teria impedido o Brasil de crescer mais.

Cotado para assumir a Fazenda num novo governo Lula, o prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel, foi contundente ao pregar um crescimento econômico mais acelerado.

"Vamos precisar agir com os instrumentos monetários e fiscais de forma diferente", disse na capital mineira.

"O controle do gasto público passa agora pelo cumprimento da meta social, além da meta fiscal. Temos compromissos com os 12 milhões de famílias que recebem o Bolsa Família."

Há menos de uma semana, quando visitou o Ministério da Fazenda, em Brasília, Pimentel foi bem mais evasivo – dizendo apenas que, se consultado, recomendaria a manutenção de Guido Mantega no posto.

A ânsia por crescimento maior apareceu também nos comentários do PT sobre um acordo com a oposição, em caso de reeleição de Lula.

Para a ministra Dilma, o compromisso com o crescimento econômico, em torno de 5%, deve ser a "obsessão" de uma agenda de entendimento nacional.

Ela admitiu, contudo, que na área econômica essa agenda ainda não está totalmente definida e que a taxa de juro deve ficar fora das negociações.

O vice-presidente da República, José Alencar, por sua vez, reprisou suas críticas à política monetária.

"É preciso reduzir os juros e por uma razão muito simples: as taxas reais de outros países representam um sexto da nossa, de modo que, se cair pela metade, ainda teremos os maiores juros do mundo."

Em 2003, primeiro ano do governo Lula, a economia avançou apenas 0,5%. Em 2004, ano mais vigoroso do atual mandato, a expansão foi de 4,9%. No ano passado, nova desaceleração, para 2,3%.

 

O vendedor de churrasquinho Maxuel de Barros Silva, and 23 anos, remedy morreu ontem à noite com quatro tiros na plataforma inferior do Touring Club, ao lado da Rodoviária do Plano Piloto. Ele tentou acalmar os ânimos de um casal que discutia. O marido não gostou da interferência e o matou com quatro tiros.

Ao se deparar com briga, Maxuel foi conversar com o homem, conhecido como Goianinho. O marido teria ameaçado Maxuel que, para se defender, mostrou uma faca. Minutos depois, Goianinho voltou com uma arma e disparou contra Maxuel, que morreu no local. O casal está desaparecido.

A polícia diz que Goianinho era o marido, mas a mulher de Maxuel, Ilma Luiza da Silva, 33 anos, testemunhou o crime e contra outra história. Segundo ela, o assassino do vendedor de churrasquinho não foi o marido que discutia com a mulher. Na versão dela, o casal discutia quando Maxuel tentou intervir.

Nesse meio tempo, Goianinho chegou e começou a ameaçar o homem que discutia com a mulher. Maxuel tentou apartar a briga e foi assassinado.

Aliados do presidente Luiz Inácio Lula da Silva sinalizaram hoje que o PMDB terá a sua participação ampliada no eventual segundo mandato.

"A possibilidade que o PMDB se integre institucionalmente como partido, sildenafil o partido inteiro se incorpore ao governo, é grande", disse o ministro Luiz Dulci, que comanda a Secretaria Geral da Presidência.

Dulci frisou, entretanto, que a escolha dos ministros será um processo conduzido pessoalmente pelo presidente Lula, caso a sua reeleição seja confirmada na urnas hoje.

"Mas o nosso objetivo é fazer um governo programático de coalizão. Todos os partidos aliados teriam maior participação nas decisões e mais responsabilidade na sustentação do governo no Parlamento", disse Dulci, que acompanhou o voto do vice-presidente e companheiro de chapa de Lula, José Alencar, em uma escola localizada em bairro nobre da capital mineira, neste domingo.

O ministro das Comunicações, Hélio Costa (PMDB), negou que seu partido esteja pleiteando maior espaço na futura equipe ministerial de um eventual segundo mandato do presidente, mas fez questão de ressaltar que os peemedebistas saíram das urnas deste ano como a maior força política no Congresso.

"A preocupação do PMDB é estar ao lado do presidente da República, à medida que é o partido mais forte do Congresso Nacional, com a maior bancada de deputados e senadores e isso, evidentemente, é importante para a governabilidade", afirmou Hélio Costa, que também integrou a comitiva de José Alencar.

O ministro do Turismo, Walfrido dos Mares Guia (PTB), também acentuou o forte engajamento do PMDB na campanha da reeleição, o que pesaria a favor da legenda.

"O governo será um governo de coabitação dos partidos aliados, e o PMDB aderiu maciçamente à campanha e merecerá, claro, ter participação no governo", disse Mares Guia.

O vice-presidente José Alencar comentou que Lula, caso eleito, buscará montar um governo que combine nomes de expressão nacional com indicados pelos partidos aliados.

"O PMDB tem todos os títulos para participar do governo. É um partido grande, com grandes nomes nacionais em todos os Estados. É uma questão de compreensão agora", afirmou Alencar, salientando que a decisão sobre a montagem do novo ministério cabe ao presidente Lula, caso seja reeleito.

 

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado