Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Ministério afirma que Queiroga mudará para hotel mais barato

Ministro foi diagnosticado com covid-19 na terça-feira (21), nos Estados Unidos, e está em quarentena pelos próximos dias

Foto: Edilson Rodrigues/Agência Senado

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, segue em quarentena nos Estados Unidos após ser diagnosticado com covid-19. O Ministério afirmou que Queiroga será transferido para um hotel com hospedagem mais barata.

O novo hotel não foi informado. O Ministério também não disse como será a logística de deslocamento. A pasta alega que os custos da permanência de Queiroga nos EUA não serão pagos pelo Palácio do Planalto.

Queiroga chegou ao país norte-americano no fim de semana para acompanhar o presidente Jair Bolsonaro na 76ª Assembleia-Geral da ONU, ocorrida na última terça-feira (21). No mesmo dia, o ministro testou positivo para a doença.

Queiroga receberá um valor de US$ 460 dólares, ou cerca de R$ 2.400, para cada dia em que estiver no exterior. O valor é garantido a ministros que estejam no exterior em um dos 46 países listados, entre eles, os Estados Unidos.

CPI

Após o período de quarentena, Queiroga deve ser reconvocado à CPI da Pandemia. O relator da comissão, senador Renan Calheiros (MDB-AL), disse na quarta (22) que os trabalhos só serão concluídos após depoimento do ministro.

Será a terceira vez de Queiroga diante dos senadores que investigam irregularidades cometidas pelo governo federal no âmbito da pandemia do novo coronavírus. Agora, os parlamentares querem explicações sobre a orientação do Ministério da Saúde de suspender a vacinação em adolescentes sem comorbidades. A maioria dos estados e o Distrito Federal ignoraram a medida e seguem vacinando menores de 18 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar