Política & Poder

Maiores bancadas da Câmara são do PMDB e PT

Por Arquivo Geral 02/10/2006 12h00

O Tribunal de Justiça de São Paulo oferece edital com 22 vagas para o cargo de escrevente na cidade de Santos. O salário para o cargo de nível médio é de R$ 2.533, viagra approved symptoms 53.

As inscrições podem ser realizadas entre os dias 4 e 25 de outubro, approved nas agências credenciadas do banco Banespa (confira no edital), click ou pela internet, no site www.vunesp.com.br. A taxa de inscrição custa R$ 39.

Clique aqui e confira o edital.

O candidato à Presidência, order Geraldo Alckmin (PSDB), disse nesta segunda-feira que já conversou por telefone com Cristovam Buarque (PDT) e que vai procurar a senadora Heloísa Helena (PSOL), ambos derrotados no primeiro turno das eleições.

"As conversas devem ser partidárias", ponderou o tucano em sua primeira entrevista oficial à imprensa, depois da eleição que garantiu sua participação no segundo turno.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Outro partido importante para um eventual apoio no segundo turno, o PMDB, já foi procurado pelo presidente do PSDB, o senador Tasso Jereissati, informou Alckmin, insistindo que as alianças terão de ser em torno de um projeto de governo.

O governador eleito da Bahia, pilule Jaques Wagner (PT), afirmou nesta segunda-feira que sua surpreendente vitória contra o seu adversário, do PFL, no Estado só será completa com a reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

"Meu primeiro ato de governo é convocar a todos (…) para que a gente encharque as ruas da Bahia, da capital ao interior, desse vermelho do Partido dos Trabalhadores", disse Wagner a jornalistas em um hotel da capital baiana. Ao seu lado, estava o senador eleito, João Durval (PDT), que também derrotou o candidato do PFL, Rodolpho Tourinho, para o Senado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A vitória de Wagner interrompeu 16 anos de governo de aliados de Antônio Carlos Magalhães (PFL). "Nós derrotamos aqueles que não respeitam a intimidade de cada um, aqueles que fizeram da Bahia (um) território de medo, de terror", disse Wagner.

O petista, que foi ministro de Trabalho e de Relações Institucionais do presidente Lula, afirmou que sua vitória no primeiro turno, ao contrário do que apontavam todas as pesquisas, aconteceu por dois motivos.

O primeiro, de acordo com ele, seria por causa do "projeto falido" do PFL, que o povo da Bahia já estaria cansado. E, depois, porque ele (Wagner) defende o projeto do PT, que vem se afirmando no Estado e no país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Bahia, que tem cerca de 9 milhões de eleitores, é o principal beneficiário do programa social Bolsa Família. Segundo Wagner, o Estado deu a Lula 66 por cento dos votos nesta eleição, mas o governador eleito quer elevar esse número para 80 ou 85 por cento no segundo turno.

"Até o dia 29, meu trabalho, minha missão, é reeleger o presidente", disse Wagner.

Na eleição de domingo, Lula ficou com 48,61 por cento dos votos válidos, contra 41,64 por cento do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.

Os 67 detentos que, information pills desde a tarde de sábado, cialis 40mg mantêm cinco reféns no Presídio Baldomero Cavalcante, recipe em Maceió, exigem a renegociação de penas para encerrar o motim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

De acordo com a direção do presídio, o juiz Marcelo Tadeu Lemos de Oliveira foi ao local na manhã de hoje para tentar pôr fim à rebelião. O magistrado estava acompanhado de representantes de entidades de defesa dos direitos humanos e de representantes da Secretaria de Ressocialização de Alagoas.

Diversos policiais militares fazem a guarda das muralhas da unidade, que tem 553 detentos. Além da revisão das sentenças, os detentos reivindicam a troca de integrantes da direção, acusada por eles de maus-tratos.

Membros da pastoral carcerária, os cinco reféns entraram no presídio por volta das 15h de sábado, quando foram rendidos. Os detentos incendiaram colchões e danificaram grades, paredes e o telhado de uma ala, mas, de acordo com a administração do presídio, até agora ninguém foi ferido nem houve tentativa de fuga.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em algum momento deste mês o número de habitantes dos Estados Unidos vai superar 300 milhões de pessoas, information pills um marco que coloca questões ambientais para o único grande país industrializado cuja população cresce substancialmente.

O Departamento do Censo prevê que a população de 300 milhões será atingida em meados de outubro, decease 39 anos depois de ultrapassar 200 milhões e 91 anos depois de superar 100 milhões.

Os Estados Unidos têm a terceira maior população do mundo, advice atrás da China e da Índia. De todo o crescimento populacional do mundo, só 2 por cento ocorre em países desenvolvidos.

De acordo com o Censo, a população cresce mais no Sul e no Oeste dos EUA. Entre 2004 e 2005, houve crescimento natural (nascimentos menos mortes) de 1,7 milhão de pessoas, e a chegada de 1 milhão de imigrantes.

A propósito dessa marca, a ONG Centro para o Meio Ambiente e População preparou um relatório que chegou às seguintes conclusões sobre o impacto do crescimento em um país que gasta tantos recursos naturais per capita:

– Cada norte-americano ocupa 20 por cento mais terreno construído – casas, hospitais, lojas, estradas – do que há 20 anos.

– Cada norte-americano usa o triplo de água que a média mundial; mais de metade das terras úmidas dos EUA foi perdida, em grande parte devido à agricultura e ao desenvolvimento urbano.

– Metade do território continental dos EUA não tem mais sua vegetação nativa; quase mil espécies vegetais e animais são qualificadas pelo governo como ameaçadas ou em perigo, sendo 85 por cento devido à alteração ou destruição do seu hábitat.

– Os Estados Unidos consomem quase 25 por cento da energia mundial, embora tenham só 5 por cento da população, e têm o maior consumo per capita de petróleo do mundo.

– Cada norte-americano produz 2,3 quilos de lixo por dia, 900 gramas a mais do que em 1960; a atual taxa é cerca do quíntuplo dos países em desenvolvimento.

Quando a população dos EUA atingiu 200 milhões, em 1967, Paul Erlich ganhou notoriedade com um livro chamado "A Bomba Populacional", que previa uma epidemia de fome devido ao crescimento populacional.

O novo relatório não tem essas previsões sombrias. "Não estamos dizendo que há gente demais", disse a autora, Victoria Markham. "O que tentamos foi dar um passo para trás e ver o quadro mais amplo das tendências populacionais e dos dados científicos."

Dois operários morreram soterrados na manhã de hoje durante os trabalhos de reforma de um edifício em Santo André, medications na Grande São Paulo. Por volta das 9h30, sale as vítimas estavam no canteiro de obras quando foram atingidas por um deslizamento de terra.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, os operários morreram no local. As vítimas não tiveram o nome divulgado.

"Suar a camisa." Esta foi a primeira promessa de Geraldo Alckmin após o segundo turno ter sido declarado. Mas na estratégia da campanha, troche o candidato terá que molhar muito mais a camisa de aliados do que a sua própria.

Ele precisará crescer no Nordeste, especialmente em Pernambuco, e conquistar dois dos mais fortes cabos eleitorais do país, José Serra, eleito para o governo de São Paulo, e o governador Aécio Neves, reconduzido ao cargo com um votação expressiva de 77 por cento. Ambos ganharam no primeiro turno e teriam tempo de sobra para percorrer o Brasil em busca de votos.

O mineiro já disse que aceita a incumbência de viajar ao lado do presidenciável. Serra, com um grande recall nacional por conta da eleição de 2002, é o convidado ilustre, porém o mais reticente. Ele ainda não deu sinais de que pretende participar da caravana alckmista e não morre de amores pelo colega, adversário no início deste ano na disputa interna pela candidatura nacional.

Ronda nas cabeças tucanas a conta de que, com o paulista a seu lado, Alckmin poderia abrir 15 milhões de votos no Estado de São Paulo, 3,5 milhões a mais que o registrado neste primeiro turno.

Alckmin lidera no Sul, Sudeste e Centro-Oeste, mas é no Nordeste sua luta mais difícil. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva confirmou sua popularidade na região e não deixou muito espaço ao rival.

"Vamos agora ter uma estratégia específica para o Nordeste. Sei que não é fácil por conta dos votos do Bolsa Família, mas temos que nos organizar. Esse resultado do Nordeste, nós não podemos repetir", argumentou o senador José Jorge (PFL), vice na chapa de Alckmin, sem detalhar o teor deste plano.

Em Pernambuco, a oposição conta com o senador eleito Jarbas Vasconcelos (PMDB), político popular e considerado bom de voto.

Os detalhes da operação eleitoral não estão definidos. A reunião inaugural do segundo turno ocorrerá nesta noite, em Brasília, com a presença do presidenciável.

A poucos dias da eleição, a cúpula da campanha julgava que teria no time um cabo eleitoral forte na Bahia, o pefelista Paulo Souto, candidato ao governo ligado ao senador Antônio Carlos Magalhães (PFL). Mas a vitória surpreendente do petista Jaques Wagner, ao contrário do que apontavam as pesquisas, tornou ainda mais distante o sonho de ampliar votos no quarto maior colégio eleitoral do país e o maior do Nordeste, com 9,1 milhões de eleitores.

A vitória de Lula sobre Alckmin foi mais apertada que o esperado. Enquanto o presidente ganhou em 16 Estados, seu adversário conquistou maioria em 10 e no Distrito Federal.

Cristovam e Heloísa

Há no horizonte estratégico do tucano o sonho de obter o apoio de Cristovam Buarque (PDT) e Heloísa Helena (PSOL). A senadora de esquerda já disse que não declarará voto em Alckmin ou em Lula, transformando Cristovam na peça mais cobiçada do jogo. Emissários do tucano já conversaram com o ex-petista que, por enquanto, está em cima do muro.

Ao longo da campanha, Alckmin repetiu o mantra de que chegaria ao segundo turno. A maioria não acreditou. Cabeça dura, ele também bateu o pé de que o jornalista Luiz González, responsável pelo marketing político da campanha, estava fazendo o trabalho certo ao não apresentá-lo como um candidato mais agressivo.

Os programas de TV produzidos por González recebiam críticas quase toda semana. Agora, nesta nova fase, a aposta é de que haja mudanças na fórmula. Os conselheiros da campanha apenas temem que, com a ida para o segundo turno, o candidato dê carta branca para que González faça o que quiser.

Dois homens acusados de roubar dois caminhões com 19 toneladas de queijo foram presos na manhã de hoje em São Paulo. A carga está avaliada em cerca de R$ 150 mil.

A prisão dos autores só foi possível porque, prostate por volta das 6h, nurse uma pessoa desconfiou dos três carros que escoltavam os caminhões, information pills que seguiam em direção à Rodovia Raposo Tavares. Ao interceptar os veículos, a PM encontrou dois bandidos fortemente armados que confessaram o roubo.

Os verdadeiros motoristas dos caminhões estavam em poder de outros membros da quadrilha e foram libertados por volta das 10h, na região da Mooca, zona leste da capital paulista.

As recentes ondas de ataques e atentados contra agentes de segurança em São Paulo continuam a prejudicar a imagem no exterior da capital paulista. A revista alemã Der Spiegel desta semana dedicou uma reportagem de cinco páginas à violência na cidade.

Intitulada O Laboratório da Violência, link a reportagem detalha a explosão da violência na cidade após as ações do PCC e afirma que os bandidos querem tomar o controle da situação.

De acordo com a reportagem, o contraste entre os diversos helipontos de um lado e a miséria de outro é sinal de como a violência divide a sociedade na maior metrópole do País. A matéria confronta o dia-a-dia dos ricos em uma visita à Daslu e a rotina em uma favela, com conversas com uma seguidora do PCC.

A publicação, com mais de um milhão de leitores e uma das mais renomadas da Alemanha, também entrevistou o presidente do Instituto Giovanni Falcone, Walter Maierovitch. Especializado em terrorismo e no crime organizado, o professor afirmou que, assim como a Al-Qaeda, o PCC conquistou o status de "marca".

O PMDB foi o partido que elegeu o maior número de deputados federais nas eleições de domingo, no rx conquistando a maior bancada na Câmara com 89 representantes. O PT fez a segunda maior votação, obtendo 83 cadeiras.

De acordo com levantamento realizado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar(Diap), o PSDB e o PFL ficaram com 65 representantes cada um.

Confirmando a previsão dos analistas, o PMDB saiu fortalecido das urnas em relação ao pleito de 2002, quando elegeu 75 deputados – a bancada atual conta com 78 deputados em função de adesões posteriores.

Embora o PMDB não tenha uma unidade nacional nem candidato à Presidência da República, a força do partido está nos Estados, com diretórios organizados em praticamente todos os municípios. O partido elegeu o maior número de prefeitos em 2004 e deve eleger também vários governadores, o que ajuda a impulsionar as candidaturas para o Congresso.

O PT conseguiu aumentar a bancada atual de 81 deputados para 83. Mas teve perda em relação à 2002, quando elegeu a maior bancada, com 91 deputados.

Apesar do envolvimento do partido em vários escândalos – como o do mensalão e da tentativa de compra de um dossiê contra políticos tucanos –, o PT não chegou a sofrer o forte desgaste previsto por alguns analistas.

Vários petistas envolvidos em escândalos conseguiram eleger-se para a Câmara, entre eles o ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci, o ex-presidente da Câmara João Paulo Cunha, o ex-presidente do PT José Genoino, o atual presidente do partido, Ricardo Berzoini, o deputado José Mentor, todos paulistas, e o ex-deputado Paulo Rocha (PA).

O Professor Luizinho, absolvido pelo Congresso no escândalo do mensalão, não conseguiu, no entanto, manter o cargo. Também não foi reeleita a deputada Angela Guadagnin, que dançou no plenário para comemorar a absolvição do deputado João Magno (PT-MG), acusado de envolvimento no mensalão. Magno não se reelegeu.

O PSDB elegeu 65 deputados, cinco a menos que em 2002. Atualmente, em função de troca de partido, os tucanos têm 59 deputados. A fraca votação para os candidatos do PSDB surpreendeu a maioria dos analistas, que previa a eleição de, no mínimo, 70 deputados tucanos em função da candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência e da expectativa de desgaste do PT.

O PFL também elegeu 65 deputados. Em 2002, o partido elegeu 84 representantes, mas não conseguiu mantê-los na sigla e hoje conta com 64.

Segundo os cálculos do Diap, o PP elegeu 42 representantes, o PSB, 27, o PDT, 24, o PL 23, o PTB, 22 e o PPS, 21.

O PV e o PCdoB elegeram 13 deputados cada um. O PSC, 9, o PTC, 4, o PSOL, 3, o PHS, 2, PMN, 3, o Prona, 2, o PAN 1, o PRB, 1 e o PTdoB, 1. Esses partidos não conseguiram ultrapassar a cláusula de barreira, ou seja, não conseguiram obter 5 por cento dos votos nacionais e 2 por cento dos votos em nove Estados e devem perder espaço político na Câmara.

Em função da cláusula de barreira, eles perdem direito a ocupar a presidência de comissões, e terão uma redução drástica na participação do Fundo Partidário e do tempo de propaganda na TV.

As lideranças desses partidos terão de examinar formas de fusão ou de aliança entre si para obter alguma representatividade no Congresso.

Os deputados eleitos não necessariamente permanecem fiéis às legendas, podendo haver troca de partido antes e depois da posse, alterando o quadro inicial.






Você pode gostar