Política & Poder

Lula já foi inocentado em dois casos da Lava Jato na Justiça Federal do DF

Os assessores dos juízes que nelas atuam de que as ações penais relacionadas ao ex-presidente serão distribuídas por sorteio

Foto: Ricardo Stuckert/ Instituto Lula

Marcelo Rocha
Brasília, DF

Na Justiça Federal no Distrito Federal, destino das ações penais contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, há casos da Lava Jato em duas varas federais criminais, a 10ª e a 12ª.

Há um entendimento entre os assessores dos juízes que nelas atuam de que as ações penais relacionadas ao ex-presidente serão distribuídas por sorteio.

O caso conhecido como “Quadrilhão do PT”, por exemplo, ficou a cargo do juiz federal Marcus Vinício Reis Bastos, da 12ª Vara. No final de 2019, o magistrado absolveu Lula, a ex-presidente Dilma Roussef, os ex-ministros Antonio Palocci Filho e Guido Mantega, e o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto da acusação de organização criminosa.

Coube à 10ª Vara, por sua vez, analisar a denúncia contra Lula por obstrução de Justiça, acusação feita pelo ex-senador petista e delator Delcídio Amaral. Segundo Delcídio, o ex-presidente teria agido para evitar o acordo de delação premiada de Néstor Cerveró, ex-diretor da Petrobras. Lula foi inocentado em 2018 pelo juiz Ricardo Leite.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

As informações são da Folhapress






Você pode gostar