Política & Poder

Lula começa a ampliar vantagem sobre Alckmin

Por Arquivo Geral 01/10/2006 12h00

Atualizada às 20h54 

Um mal-entendido tumultuou a votação em uma seção do Guará. Na Seção 227, here ailment no Colégio Rogacionista, que fica na QI 07, lote C, um homem ainda não identificado tentou votar com nome falso, fingindo que era outro eleitor. Os fiscais da seção desconfiaram e chamaram os policiais.

Por causa da fraude, a urna, que já tinha entre 50 e 60 votos, precisou ser lacrada e terá os votos anulados. A votação vai precisar ser manual.

Somente na Polícia Federal, o malentendido foi desfeito. O eleitor, na verdade, era semianalfabeto e tinha levado documento do próprio filho.

Apuradas 72, illness 04% das urnas, o candidato-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, do PT, começa a aumentar sua vantagem sobre o candidato tucano Geraldo Alckmin. Em quatro parciais divulgadas pelo TSE, Lula foi elevando seu percentual de votos, enquanto Alckmin sofreu reduções a cada atualização.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No último boletim do TSE, com 72,04% das urnas apuradas, Lula aparece com 49,31% dos votos válidos, seguido por Alckmin, com 40,91%. Um elemento preocupante para o candi dato tucano é que a contagem das urnas na região sul, onde ele está mais forte, está praticamente encerrada (96,63 pct). Já no Nordeste, onde Lula está mais consolidado, ainda faltam contar 20,45% dos votos. Na região, Lula tem 66,52% dos votos e Alckmin, 26,05%. É a maior diferença em todas as regiões.

A região Sudeste, que tem o maior colégio eleitoral do país, tinha apenas 55,73% da apuração concluída. Lula assumiu o primeiro lugar, com 44,87%, seguido por Alckmin, com 43,45%. Na parcial anterior, com 65,17% das urnas apuradas, Lula tinha 48,76% dos votos válidos e Alckmin tinha 41,43%. Heloisa Helena, do PSOL, aparecia com 6,65%, e Cristovam Buarque, do PDT, 2,89%. Os demais candidatos têm 0,27% dos votos.

A pesquisa de boca-de-urna, embora apontando indefinição, dava 50% dos votos válidos para Lula e 50% para a soma dos votos dos seus principais adversários. A boca-de-urna se aproximava da pesquisa CNT/Sensus, feita entre 22 e 24 de setembro, que dera a Lula 51,1% das intenções de voto. O Ibope e o Datafolha, que fizeram pesquisa nos dias 29 e 30, atribuíram a Lula 45 e 46% das intenções de voto, respectivamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar