Política & Poder

Idoso leva documentos do filho para votar e quase é preso no Guará

Por Arquivo Geral 01/10/2006 12h00

Atualizada às 20h54 

Um mal-entendido tumultuou a votação em uma seção do Guará. Na Seção 227, here ailment no Colégio Rogacionista, que fica na QI 07, lote C, um homem ainda não identificado tentou votar com nome falso, fingindo que era outro eleitor. Os fiscais da seção desconfiaram e chamaram os policiais.

Por causa da fraude, a urna, que já tinha entre 50 e 60 votos, precisou ser lacrada e terá os votos anulados. A votação vai precisar ser manual.

Somente na Polícia Federal, o malentendido foi desfeito. O eleitor, na verdade, era semianalfabeto e tinha levado documento do próprio filho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar