Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

Flávio Bolsonaro teme perseguição de Dino no STF

O atual ministro da Justiça já chegou a classificar Jair Bolsonaro como “serial killer” e “o próprio demônio”

Por Camila Bairros 01/12/2023 8h04
Foto: Geraldo Magela/Agência Senado Fabio Rodrigues-Pozzebom/ Agência Brasil

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) teme uma imparcialidade caso o ministro da Justiça Flávio Dino seja confirmado como membro do Supremo Tribunal Federal (STF) em relação ao julgamento dos processos envolvendo o pai, Jair Bolsonaro.

De acordo com apuração do Globo, Flávio questiona a capacidade de Dino de se declarar impedido em casos em que se tenha relações de amizade íntima ou inimizade com qualquer uma das partes ou seus advogados, ou se tiver interesse no julgamento do processo.

O filho do ex-presidente acredita que a nomeação de Dino ao STF visa perseguição política contra a sua família, citando para isso declarações passadas do ministro, que já chegou a classificar Jair como “serial killer” e “o próprio demônio”.

Dino também é uma das pessoas mais envolvidas no avanço da investigação da Polícia Federal em casos como o das joias sauditas, falsificação da carteira de vacinação e da minuta golpista. Esses casos estão sob relatoria do ministro Alexandre de Moraes, do STF.

A sabatina de Dino está marcada para 13 de dezembro, e aliados de Bolsonaro planejam estratégias para questionar o temperamento do atual ministro da Justiça.






Você pode gostar