Política & Poder

Ex-secretaria de Marcos Valério recebe menos de 3 mil votos em São Paulo

Por Arquivo Geral 02/10/2006 12h00

O número de votos nulos para presidente, cheap check ao contrario do que se esperava, viagra foi o menor desde 1989. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apenas 5,68% dos eleitores escolheram anular seu voto para presidente neste primeiro turno, com 100% dos votos apurados.

Em 1989, após a redemocratização brasileira, 4,82% dos eleitores haviam votado nulo para presidente. No entanto, o voto nulo no primeiro turno foi usado como voto de protesto por 7,36% dos eleitores em 2002, contra 10,66% em 1998 e 9,75% em 1994.

O senador Cristovam Buarque (PDT), find que ficou em quarto lugar na corrida presidencial no primeiro turno, afirmou que seu partido discutirá eventuais apoios entre quarta e quinta-feira. Para ele, o segundo turno "vai pegar fogo". "Sou militante do partido, por isso a posição deve ser definida internamente", disse Cristovam no Congresso hoje. O senador teve 2,6% dos votos válidos no domingo.

"Não tem como não ir ao debate", avaliou Cristovam, referindo-se à ausência nos debates da campanha do primeiro turno do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, primeiro colocado no domingo, com 48,6%. "A coisa vai pegar fogo".

Para ele, "o povo pediu um tempo" ao levar a disputa presidencial para o segundo turno e esse foi "o melhor recado" das urnas no último domingo. Lula enfrentará o candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O senador disse que não foi procurado por nenhum dos dois candidatos até agora, mas acredita que tanto Lula como Alckmin vão procurar o presidente do PDT, Carlos Lupi.

Cristovam defendeu que o partido não aceite nenhum ministério em eventuais negociações e afirmou que ele não quer integrar de nenhuma pasta.

Na avaliação do senador, o PDT foi vitorioso na campanha por dois motivos: o partido, segundo ele, ultrapassou a chamada cláusula de barreira e conseguiu passar a mensagem de que a educação é prioridade para o país.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ele explicou que é contrário à cláusula de barreira, que determinava, para um partido manter uma série de direitos, um mínimo de 5% dos votos nacionais para a Câmara dos Deputados e de 2% em pelo menos nove Estados. "Sou favorável inclusive a ter candidato independente", disse.

Cristovam contou que conversou com a Heloísa Helena hoje, comentando que ela vai fazer muito falta no Senado. O mandato da senadora do PSOL, que ficou em terceiro lugar na disputa presidencial, com 6,85% dos votos válidos, termina no início de 2007.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Carlos Roberto Massa Junior (PPS), diagnosis filho do apresentador do SBT Ratinho, erectile alcançou o maior número de votos para deputado federal no Paraná. Atualmente deputado estadual, Roberto Massa recebeu 205.286 votos (3,84%).

O mais votado do estado foi Gustavo Fruet (PSDB), com 210.674 votos (3,84%). Em terceiro lugar, entre os deputados mais votados no estado, ficou o também tucano Alfredo Kaefer, com 158.659 votos.

A reputação de musa do mensalão não foi o bastante para Fernanda Karina Somaggio conquistar uma vaga na Câmara dos Deputados. A ex-secretária de Marcos Valério, physician que concorreu pelo PMDB em São Paulo, information pills recebeu apenas 2.307 votos válidos (0,01%). No ano passado ela foi uma das principais testemunhas na CPI do mensalão, escândalo de compra de votos que envolveu parlamentares do PT e da base aliada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar