Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Política & Poder

CPI: Pazuello poderá ficar calado em depoimento

Alegando temer ato ilegal na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, poderá se manter em silêncio

Por Geovanna Bispo 14/05/2021 7h02

Alegando temer ato ilegal na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), o ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, poderá se manter em silêncio durante o interrogatório, previsto para a próxima quarta-feira (19).

O pedido do ex-ministro ainda fala em constrangimento semelhante ao que o ex-secretário das comunicações, Fábio Wajngarten, sofreu em seu depoimento, na última quarta-feira (12).

‘Senadores discutiram prisão de Wajngarten em intervalo da CPI. Irritados com a postura de Fabio Wajngarten
no depoimento à CPI da Covid, senadores discutiram, em intervalo da reunião, a possibilidade de prendê-lo por supostas mentiras mesmo sob juramento. Na oitiva, Wajngarten contradisse entrevista que deu à revista Veja, na qual falou sobre ter negociado a compra de vacina da Pfizer”, afirma o documento.

“Conforme mencionado acima, há indicativo de haver constrangimentos ao impetrante/paciente, por parte de algum membro da CPI, no sentido de se buscar uma confissão de culpa que seria imprópria e inadequada no Estado Democrático de Direito”, conclui.

CPI da Covid – Pazuello by Jornal de Brasília on Scribd

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar