Política & Poder

Ciro, Wagner e Tarso desafiam tucanos na "batalha da ética"

Por Arquivo Geral 03/10/2006 12h00

Os advogados das campanhas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva e do candidato Geraldo Alckmin, viagra buy cure do PSDB, fecharam hoje um acordo para que o horário eleitoral gratuito só recomece no dia 12.

Cada candidato vai ter direito a 20 minutos por dia no rádio e na TV. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ainda precisa aprovar o acordo, mas não há impedimento para o atraso dos programas.

A Lei Eleitoral prevê o reinício dos programas de rádio e de TV pelo menos 48 horas depois da proclamação do resultado oficial do primeiro turno. O TSE pretendia proclamar o resultado da eleição presidencial ontem à noite e já tinha praticamente pronto o novo plano de mídia.

Nesse período, a coordenação de campanha de Lula e de Alckmin se dedicará à produção das novas peças e à preparação dos candidatos aos debates. Os dois confirmaram presença nos debates programados pelas emissoras de TV. O primeiro será domingo à noite na Bandeirantes. O debate na Globo está marcado para o dia 27, antevéspera do segundo turno.

Após mais um episódio fracassado da negociação com representantes dos patrões, here hoje, os bancários ameaçam greve por tempo indeterminado a partir de quinta-feira. "A orientação de greve a partir de quinta está mantida", disse por telefone o diretor da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Miguel Pereira.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os bancários farão uma assembléia na quarta-feira, quando apreciarão formalmente a oferta dos banqueiros e votarão pela realização ou não da greve. Nesta sétima rodada de negociações, os bancos elevaram um pouco sua oferta, que havia sido colocada na mesa pela primeira vez na rodada anterior, após mais de um mês e meio de campanha salarial dos bancários.

A Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) propôs reajuste de 2,85% sobre os salários de agosto, com participação nos lucros equival ente a 80 por cento dos salários, acrescida de R$ 823. Os bancos haviam oferecido ainda R$ 500 adicionais para os funcionários de bancos em que o lucro superasse em mais de 25% do ano passado.

Segundo a Fenaban, a meta para o crescimento do lucro foi reduzida a 20% e o adicional elevado para R$ 750. Os bancários consideraram o reajuste oferecido mera reposição da inflação. Eles reivindicam aumento real de 7,05%, com abono de um salário bruto acrescido de R$ 1.500, e participação de 5% no lucro dos bancos, excluídos fatores extraordinários.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Dentro do prazo de seis meses a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), decease órgão responsável pela segurança sanitária de produtos e serviços e saúde pública, ask deve lançar edital com cerca de 100 vagas para a área a administrativa. 

A autorização para a realização do concurso foi concedida pelo ministro interino do Planejamento, side effects João Bernardo de Azevedo Bringel, e publicada hoje no Diário Oficial da União.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O último concurso realizado pela Anvisa ocorreu em 2004 e selecionou candidatos para cargos de nível superior.

A Bolsa de Valores de São Paulo teve no mês passado saldo positivo de estrangeiros de cerca de 182 milhões de reais. Embora pequeno, erectile foi o primeiro superávit desde abril.

Com isso, for sale o déficit no ano recuou para aproximadamente 2, order 2 bilhões de reais.

Preocupações em torno do ritmo da desaceleração da economia norte-americana têm reduzido a liquidez para ativos considerados mais arriscados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O principal indicador da bolsa paulista subiu 0,6 por cento em setembro, elevando o ganho no ano para 8,95 por cento.

A secretária norte-americana de Estado, rx Condoleezza Rice, thumb disse na terça-feira que está esgotando o tempo para que a comunidade internacional aja contra o programa nuclear iraniano sem perder sua credibilidade.

"Espero que ainda haja espaço para resolver isso, mas a comunidade internacional está ficando sem tempo, porque em breve a sua própria credibilidade estará em questão", disse Rice em entrevista coletiva ao lado do chanceler egípcio, Ahmed Aboul Gheit.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Estados Unidos, Rússia, China, França, Grã-Bretanha e Alemanha ofereceram ao Irã um pacote de incentivos políticos e econômicos para que o país suspenda as atividades de enriquecimento de urânio, que o Ocidente suspeita serem voltadas para o desenvolvimento de armas nucleares.

Teerã nega tal intenção e por enquanto não dá sinais de abandonar o programa nuclear. Os EUA defendem a imposição de sanções da ONU ao Irã.

Rice reagiu com frieza à proposta de que a França poderia investir na indústria nuclear iraniana, ficando em condições de supervisionar as atividades de Teerã.

"Se os iranianos têm idéias sobre como chegar a um acordo a respeito do que eles poderiam fazer num programa nuclear civil, a forma de propor isso é suspender o enriquecimento e reprocessamento, e então vir à mesa com idéias."

"Mas temo que isso seja uma tática protelatória, porque eles não querem chegar à questão básica, que é a de que o Irã tem de suspender o enriquecimento e reprocessamento a fim de começar as negociações."

A governadora do Rio de Janeiro, and Rosinha Matheus, here e seu marido, page o ex-governador Anthony Garotinho, ambos do PMDB, declararam apoio oficial à candidatura de Geraldo Alckmin à Presidência, em reunião com o candidato tucano nesta terça-feira em São Paulo.

O presidente nacional do PMDB, deputado Michel Temer (SP), que acompanhou o encontro, disse que o apoio do casal Garotinho a Alckmin reprenta o início de uma mobilização para que os membros do partido apóiem o tucano.

"Nós começamos a fazer um trabalho no PMDB para obter a parcela mais ampla de apoio à candidatura Geraldo Alckmin. Hoje foi o primeiro gesto", disse Temer a jornalistas, após a reunião, que durou mais de duas horas.

Temer lidera a ala oposicionista do PMDB, enquanto os senadores Renan Calheiros (AL) e José Sarney (AP) manifestaram apoio a Lula no primeiro turno.

O casal Garotinho disse que o apoio a Alckmin não envolveu nenhum tipo de troca e que os dois votarão no tucano pelo compromisso do candidato com o desenvolvimento e com a ética.

Rosinha manifestou também o seu descontentamento com a forma como o presidente Luiz Inácio Lula da Silva tem tratado o Rio.

"Quando Garotinho era governador e Fernando Henrique era presidente, não houve retaliação. A gente pôde até renegociar as dívidas. Eu, como governadora, não consigo ter uma relação institucional com o governo Lula, que tira recursos do Estado", afirmou.

Alckmin prometeu aproximar o governo federal do Rio. "Lula perseguiu o Estado do Rio de Janeiro, virou as costas, e eu quero ser o presidente do Estado do Rio de Janeiro, trabalhando junto com o Estado", disse o tucano.

Segundo Alckmin, nos próximos dias haverá uma investida sobre outros líderes peemedebistas, como o candidato derrotado ao governo gaúcho, Germano Rigotto, e o senador eleito por Pernambuco, Jarbas Vasconcelos, para garantir um apoio forte a sua candidatura.

O candidato do PMDB ao governo do Rio, senador Sérgio Cabral, que tem o apoio do casal Garotinho, já declarou que estará ao lado de Lula no segundo turno, criando um constrangimento.

O ex-governador disse que não subirá no palanque de Cabral com o presidente Lula. Da mesma forma, disse que não acompanhará Alckmin quando ele subir no palanque de Denise Frossard (PPS), adversária de Cabral na disputa pelo governo do Estado.

No primeiro turno, Rosinha votou em Alckmin, e Garotinho, em Heloísa Helena (PSOL).

O depoimento publicado hoje no New York Times do jornalista Joe Sharkey, illness um dos sete passageiros do jato Legacy 600, approved deixou vários brasileiros indignados.

Intitulado “Colidindo com a morte a 37 mil pés e sobrevivendo”, stuff o artigo de Sharkey diz que os pilotos do Legacy foram “heróis” e dá pouca atenção à morte dos 155 passageiros do Boeing 737-800 da Gol.

No fórum criado para a discussão do assunto no site do jornal, os brasileiros estão criticando a postura do jornalista e questionando o status de “herói” atribuído aos pilotos do Legacy, que ainda deverão responder por suposta falha humana no acidente.

Confira o fórum do site do NYT (site em inglês)

Enquanto o candidato-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) adota o figurino "paz e amor" para o segundo turno, salve seus escudeiros políticos partiram para a provocação aberta aos adversários tucanos na "batalha das denúncias de corrupção." Em menos de 24 horas, ed o ex-ministro e deputado eleito Ciro Gomes (PSB), o governador eleito da Bahia, Jaques Wagner (PT), e o ministro das Relações Institucionais, Tarso Genro (PT), deram entrevistas desafiando o PSDB no "campo ético" e recordando escândalos do governo Fernando Henrique Cardoso. "Não é razoável que o país seja induzido a esquecer que essa gente da coalizão PSDB-PFL é responsável pelos mais graves escândalos impunes da história republicana," declarou Ciro na noite de segunda, no portão do Palácio da Alvorada, iniciando a escalada de ataques.

"Eles (tucanos) não têm autoridade moral para criticar o governo do PT, porque no governo deles não deram bom exemplo de combate à corrupção, engavetando inquéritos e impedindo CPIs", acrescentou Wagner na manhã desta terça-feira, também logo depois de falar com Lula, mas no Palácio do Planalto.

À tarde, foi a vez do ministro Tarso Genro, que procurou os jornalistas no comitê de imprensa do Planalto para arrematar o discurso ensaiado.

"O PSDB passou a mão por cima da corrupção enquanto esteve no governo, não teve coragem de fazer nenhuma investigação profunda, bloqueou todas as CPIs", disse.

"E até hoje não esclareceu a maior fraude constitucional deste país que foi a compra de votos para a reeleição", acrescentou, referindo-se a denúncias contra deputados que votaram, em 1997, a emenda que permitiu a Fernando Henrique disputar e conquistar um segundo mandato em 1998.

Ciro ataca

Inimigo declarado de Fernando Henrique e do governador eleito de São Paulo, José Serra, Ciro Gomes disse que Alckmin "é um homem decente", mas fustigou o tucano, lembrando que a ex-primeira-dama de São Paulo Lu Alckmin ganhava vestidos caros como presente de um estilista.

"Ela foi, de forma muito grosseira, trazida a escândalo porque recebeu uns vestidos de cinco mil dólares", disse Ciro. "Se as TVs comparassem (os vestidos) com os andrajos e os trapos da população pobre do sertão, o senhor Alckmin não estaria sequer participando dos debates."

"Mas não chamamos Geraldo Alckmin de bandido, de chantagista, de chefe de quadrilha, de pilantra, porque a sua esposa recebeu vestidos de presente e depois doou para instituições de caridade", prosseguiu com ironia.

Ciro disse que, no primeiro turno, "coisas graves, porém adjetivas, ganharam relevo na campanha", numa referência ao escândalo da tentativa por petistas da compra de um dossiê contra tucanos e à publicação das fotos do dinheiro apreendido na operação.

"Se a discussão ética tomou o relevo que tomou, vamos tratá-la", afirmou o ex-ministro, enumerando episódios do governo tucano, como a denúncia de compra de votos, o caso Marka-Fonte Cindam, os rombos na Sudene e na Sudam e o "escândalo da privataria no sistema telefônico brasileiro".

"Só porque há CPIs contra seu governo abafadas na Assembléia Legislativa de São Paulo, eu não poderia chamar o senhor Geraldo Alckmin de pilantra, de chefe de quadrilha e gângster, como estupidamente seus aliados estão fazendo com o presidente Lula", arrematou Ciro.

 






Você pode gostar