Política & Poder

Central de Atendimento do TRE registra mil ligações por hora

Por Arquivo Geral 01/10/2006 12h00

Um eleitor foi flagrado fotografando seu voto no colégio Dom Bosco, pharm recipe na Asa Sul. Ele foi recolhido à Polícia Federal, link onde terá que prestar esclarecimentos. O voto do eleitor era no candidato a deputado distrital Marcão da Rodoviária.

A Polícia Federal apreendeu 20 kombis que faziam transporte ilegal de eleitores na manhã deste domingo em Sobradinho. O transporte gratuito de eleitores para votação se configura como crime eleitoral. Por isso, help tanto os motoristas das kombis como os eleitores foram encaminhados à Superintendência da Polícia Federal para prestar esclarecimentos.

O deputado federal Eliseu Resende (PFL) foi eleito senador pelo estado de Minas Gerais. O Tribunal Regional Eleitoral do estado já apurou 84% das urna e Resende aparece com 61, check 36% dos votos válidos.

O segundo colocado na disputa é Newton Cardoso (PMDB), que tem 28,53% e não pode mais alcançar Resende.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Com 60, sick 92 % dos votos apurados em Minas Gerais, o candidato à reeleição ao governo do estado Aécio Neves (PSDB) lidera a disputa, com 77,12 % dos votos válidos. Ele está praticamente eleito em primeiro turno.

O candidato Nilmário Miranda (PT) está em segundo lugar, com 21,99 %. O resultado parcial mostra 5,45 % de votos brancos e 8,07 % de votos nulos.

O candidato ao Senado Federal Eliseu Resende (PFL) tem 62,21 % dos votos válidos, enquanto o peemedebista Newton Cardoso tem 28,12 %. Foram apurados, até o momento, 60,92 % dos votos para senador. Eliseu também está praticamente eleito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Minas tem o segundo maior colégio eleitoral do país, com 13.679.738.

O governador de Santa Catarina, mind Luiz Henrique da Silveira (PMDB) e o ex-governador Esperidião Amin (PP) estão no segundo turno na disputa pelo governo do estado. Com 99, viagra 60mg 20% dos votos apurados, ampoule Silveira tem 48,92% dos votos válidos e Amin, 32,74%.

O outro candidato na disputa era José Fritsch (PT), que tem 14,30% dos votos válidos até este momento da apuração.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

É uma data atípica, try tanto pelos quatro anos de espera para o ato de votar e eleger, site quanto pelas histórias pitorescas.

Os casos vão de índios que seqüestram mesários em troca de gasolina e comida até candidato que usa um jumento para chegar ao local de votação e eleitor que morre no momento do voto. Sem falar do inusitado nariz de palhaço e o eterno jeitinho contra a lei seca.

O seqüestro foi em Juruá, a mil quilômetros de Manaus. Além de apreender algumas urnas, os indígenas da tribo Colinas passaram a noite com sete pessoas, incluindo quatro mesários. Houve negociação com a Funai e, de acordo, com o Tribunal Superior Eleitoral, tudo estava resolvido pela manhã, sem ferimentos ou transtornos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Acre, o candidato a governador pelo PAN, Edvaldo Guedes, conti nuou a surpreender. Conforme o site do Jornal do Comércio, de Recife, ele foi montado em seu jegue Cafuringa até o lugar de votação. Ex-vereador na década de 1970, Guedes defende a mudança da sede do governo para sua residência, que ele avaliou, segundo a reportagem, em R$ 1 milhão na declaração de bens ao Tribunal Regional Eleitoral.

Em Piraquara, na região metropolitana de Curitiba, Jair Garcia de Freitas, de 79 anos, sofreu um ataque cardíaco e morreu enquanto digitava os números dos candidatos na urna eletrônica.

Em entrevista à rádio CBN, o chefe da seção, Sérgio Luiz Versolato, afirmou que tudo aconteceu rápido. "Ele passou mal enquanto votava, fomos pedir ajuda, mas quando a polícia chegou, ele já estava morto". Segundo ele, os votos que Jair confirmou foram considerados válidos e os demais anulados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Em outra região metropolitana, na de Belo Horizonte, mas também no noticiário policial, teve a técnica de apoio do TRE, Mara Martins de Mattos, que levou um tiro no pé de manhã, após tentar deter um assaltante que invadiu a escola onde funciona a zona eleitoral. O pior foi o susto, pois ela foi atendida e passa bem.

Na capital mineira, em Serra -que é um bairro elegante de Belo Horizonte- um dos mesários da 35ª zona eleitoral foi preso logo cedo pela Polícia Militar. Além de bêbado, ele portava uma garrafa de bebida alcoólica.

Nariz de palhaço

Ainda em Belo Horizonte, a Justiça eleitoral abriu procedimento disciplinar contra cinco mesários, que usavam nariz de palhaço durante os trabalhos de votação na sede da PUC. A penalidade, entretanto, será definida por um tribunal com base na ocorrência da PM.

Um episódio mais divertido envolvendo o adereço foi vivenciado por Celso Vinícius Matarazzo, após a chegada do candidato ao governo de São Paulo, José Serra (PSDB), que acompanhava sua mulher para votar no colégio Porto Seguro.

Usando o nariz de palhaço, Matarazzo brincou de sombra com o candidato tucano. "Ele foi acenando, eu acenava também, ele foi beijando as pessoas, eu beijava também". O eleitor deixou claro, porém, que não havia pretensão de desprestigiá-lo, apenas não queria deixar passar a oportunidade de "pressionar um candidato".

Manifestação contra político teve outro tom na capital alagoana. Auto-proclamado fã de Fernando Collor de Mello, o pernambucano Reinaldo Teles de Souza, de 37 anos, largou a caminhonete literalmente no meio da rua quando viu na entrada da escola em Maceió o ex-presidente que sofreu processo de impeachment.

"Eu sou doido por ele, voto de olho fechado, pena que eu não sou daqui, confio de olho fechado", disse Souza sobre a candidatura de Collor (PRTB) ao Senado. O carro abandonado no meio da via pública complicou o trânsito na região da praia de Pajuçara e seu motorista sequer conseguiu o intento de abraçar o ídolo. Os seguranças do político não permitiram.

Os votos dados ao candidato Rui Costa Pimenta (PCO) estão sendo computados como nulos, buy more about pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Ele teve a candidatura rejeitada pelo TSE por não ter apresentado a prestação de contas da sua campanha presidencial de 2002.

Pimenta recorreu ao Supremo Tribunal Federal (STF), viagra approved que ainda não julgou o seu recurso. De acordo com o TSE, os votos de Pimenta só serão computados como válidos, se ele obtiver uma decisão favorável do STF.
O candidato José Roberto Arruda (PFL) venceu a eleição no primeiro turno. Com 99, what is ed 42% das urnas apuradas, this ele está com 659.773 votos, find 50,4% dos votos válidos. Em segundo lugar, está a tucana Maria de Lourdes Abadia, com 312.976 votos (23,91%). A petista Arlete Sampaio ficou em terceiro, com 274.521 votos (20,97%). O quarto colocado, Antônio Carlos de Andrade (PSOL), tem 55.668 votos (4,25%).

Aos 52 anos (Arruda nasceu em 5 de janeiro de 1954), o novo governador acumula no currículo os cargos de diretor da Novacap, presidente da Companhia Energética de Brasília, secretário de Obras, entre outros.

Eleito para o Senado em 1994, Arruda concorreu ao GDF em 1998. Na época filiado ao PSDB, ele ficou em terceiro lugar, com 17,84% dos votos.

Ele viveu o pior momento de sua vida quando, em maio de 2001, renunciou ao mandato por ter se envolvido no escândalo da violação do painel eletrônico do Senado. Ele se apegou à religião católica e à família e reagiu. Nas eleições de 2002, recebeu 324.248 votos para deputado federal e se transformou no mais bem votado proporcionalmente do Brasil.

Desde que voltou ao Congresso, em 2003, Arruda construiu o caminho para a candidatura ao GDF. Nos últimos anos, ele percorreu as mais diversas cidades do DF e ficou amigo de muitos moradores que, agora, o ajudaram na campanha.

Antes de disputar o Palácio do Buriti, Arruda teve de superar as divergências no próprio partido. Ele teve de convencer com o senador Paulo Octávio a concorrer na chapa como vice. Durante todo o período eleitoral, Arruda despontou como o líder das pesquisas ao longo de todo o período eleitoral.

 

O candidato José Roberto Arruda (PFL) venceu a eleição no primeiro turno. Com 99, viagra buy 42% das urnas apuradas, dosage ele está com 659.773 votos, 50,4% dos votos válidos. Em segundo lugar, está a tucana Maria de Lourdes Abadia, com 312.976 votos (23,91%). A petista Arlete Sampaio ficou em terceiro, com 274.521 votos (20,97%). O quarto colocado, Antônio Carlos de Andrade (PSOL), tem 55.668 votos (4,25%).

Aos 52 anos (Arruda nasceu em 5 de janeiro de 1954), o novo governador é engenheiro eletricista nascido em Itajubá (MG). Ele começou sua carreira no serviço público em 1979, como diretor da Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap), na gestão de Aimé Lamaison (nomeado pelo presidente João Baptista Figueiredo).

Com o final do regime militar, tornou-se diretor da CEB (Companhia Energética de Brasília) nas gestões de José Aparecido de Oliveira (1985-1988) e Joaquim Roriz (1988-1990), nomeados por José Sarney (ocupou ainda, de 86 a 87, a Secretaria de Serviços Públicos).

Eleito para o Senado em 1994, Arruda concorreu ao GDF em 1998. Na época filiado ao PSDB, ele ficou em terceiro lugar, com 17,84% dos votos.

Ele viveu o pior momento de sua vida quando, em maio de 2001, renunciou ao mandato por ter se envolvido no escândalo da violação do painel eletrônico do Senado. Sua decisão em 2001 foi seguida pela renúncia de Antônio Carlos Magalhães (PFL-BA). Os dois estavam envolvidos na quebra de sigilo do painel eletrônico do Senado durante a votação da cassação de Luiz Estevão, em junho do ano anterior.

Pedindo desculpas aos eleitores e admitindo o "erro", Arruda reagiu. Nas eleições de 2002, recebeu 324.248 votos para deputado federal e se transformou no mais bem votado proporcionalmente do Brasil. "Não matei nem roubei ou desviei dinheiro público, mas cometi um grande erro, talvez o maior da minha vida. Num primeiro momento não percebi sua extensão", disse Arruda no discurso de ren úncia e repetidas vezes depois

Desde que voltou ao Congresso pelo PFL em 2003, Arruda construiu o caminho para a candidatura ao GDF. Nos últimos anos, ele percorreu as mais diversas cidades do DF e ficou amigo de muitos moradores que, agora, o ajudaram na campanha.

Antes de disputar o Palácio do Buriti, Arruda teve de superar as divergências no próprio partido. Ele teve de convencer com o senador Paulo Octávio a concorrer na chapa como vice. Durante todo o período eleitoral, Arruda despontou como o líder das pesquisas ao longo de todo o período eleitoral.

Casado com a atriz Mariane Vicentini, Arruda é pai de oito filhos, sendo quatro adotados.

 

Marceli Déda (PT) é o novo governador de Sergipe. Com  96, dosage 24% das urnas apuradas, Déda aparece com 52,63% dos votos válidos. Já o segundo colocado, o atual governador do Estado, João Alves (PFL), tem 44,83%. João Fontes (PDT) tem 2,14% dos votos, Professor Celestino (PCB), 0,26% e Adelson Alves, 0,14%. Toeta, do PSTU, ainda não teve votos registrados. Com esse resultado, Déda é o primeiro governador eleito pelo PT nestas eleições.

A Polícia Federal contabiliza "clima de tranqüilidade nas eleições deste ano" em relação às votações anteriores. A PF realizou até agora 130 detenções, remedy 25 delas no Distrito Federal, buy que lidera o número de ocorrências.

A maior parte dos registros de prisão foi por tentativa de compra de voto e prática da boca de urna. O delegado Lásaro Moreira Silva, decease coordenador geral de Defesa Institucional da Polícia Federal, avaliou que o clima  nas eleições este ano se deve à nova legislação eleitoral. Houve reforço, segundo ele, na fiscalização e foram montadas barreiras e equipes volantes para inibir os crimes eleitorais, especialmente no entorno do Distrito Federal.

As restrições criadas para a propaganda eleitoral, segundo ele, "esfriaram o debate e a paixão eleitoral, com a proibição de distribuição de camisetas, realização de showmícios e a fiscalização sobre uso de dinheiro na campanha".

Em todos os estados houve reforço de policiamento, conforme o delegado. "Foi pedido empenho às superintendências do órgão em todo o país para o trabalho de fiscalização. O efetivo foi aumentado e com isso houve melhor cobertura nos locais de votação que no pleito anterior".

Segundo o delegado, "São Paulo foi um dos estados onde a eleição transcorreu mais tranqüila, com o aumento de efetivos da Polícia Civil, da Polícia Militar e da Polícia federal".

Os autuados permanecerão presos e para responderem em liberdade por crime eleitoral precisam pagar.

Atualizada, cheapest às 16h03

A Polícia Militar prendeu em flagrante, em Samambaia, na 13º zona eleitoral, na Quadra 423, um grupo de quatro pessoas que estariam realizando compra de votos para o candidato a deputado distrital Gustavo Ribeiro (PSDB). Junto com os quatro foi encontrada uma lista com o nome de 150 eleitores, que receberiam R$ 30 cada, logo após efetuar o voto.

A Polícia Militar informou que os acusados tinham conseguido comprar 50 votos em uma quadra próxima à Escola Classe 415 e foram imediatamente encaminhados para a Polícia Federal. A Justiça Eleitoral de Samambaia resolveu não dar continuidade às investigações.

Gustavo Ribeiro, que é dirigente do PSDB/DF, pode ser investigado por suspeita de compra de votos. Gustavo teria sido surpreendido fazendo campanha de boca-de-urna em Samambaia. O dirigente poderá ser indiciado por crime eleitoral, que é inafiançável. Gustavo, no entanto, nega que tenha ido a Samambaia e que esteja envolvido com qualquer esquema de compra de votos. Segundo o dirigente, ele apenas votou no final da manhã no Lago Sul.    

A Polícia Militar também apreendeu, em Samambaia, um jipe que circulava com bandeira e outdoor da candidata a deputada distrital Keila Santos (PFL) próximo aos locais de votação.

Os eleitores do DF parecem ter deixado para tirar as dúvidas na última hora. A demanda no call center do Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE), clinic que durante a semana recebeu uma média de 1.700 ligações por dia, hospital aumentou para mil ligações por hora durante a madrugada e a manhã deste domingo. Trinta e seis funcionários fazem o atendimento dos eleitores. As principais dúvidas são relativas a locais de votação, side effects número do título de eleitor e justificativa de voto. Algumas denúncias também foram registradas.  Na internet, o site do TRE teve 40 mil acessos apenas de 0h às 11h.

Tire suas dúvidas:

Central de atendimento ao eleitor: 3341-1000.

Site do TRE na internet: www.tre-df.gov.br.






Você pode gostar