Política & Poder

Alckmin desautoriza assessor sobre cortes no orçamento

Por Arquivo Geral 10/10/2006 12h00

O Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran/DF), drug remedy por meio da Divisão de Policiamento e Fiscalização de Trânsito (Divpol), see começou hoje a fiscalizar os veículos com placas de finais 9 e 0. O proprietário que circular sem o Certificado de Registro de Licenciamento de Veículos (CRLV) estará sujeito a pagar multa de R$ 191, viagra buy 54 e a contagem de sete pontos a carteira e além de ter o veículo apreendido.

Para receber o CRLV em casa o proprietário deverá quitar os débitos referentes ao IPVA, seguro obrigatório, serviços e multas. Aquele que pagar todos os débitos e não receber o documento em sua residência até uma semana antes do início da fiscalização deverá ligar para o número de informações do Detran, o 154, ou procurar um dos postos de atendimento do órgão para ver se existe alguma pendência.

Mais informações podem ser obtidas no Detran-DF: 3342-2549/2550.

 

Um total de 274 brasileiros, viagra residentes em 16 diferentes países, sickness não puderam votar no primeiro turno das eleições por falta do número mínimo de eleitores necessário para a abertura de uma seção eleitoral. Os brasileiros impedidos de votar residem em países africanos, erectile asiáticos, europeus e na América Central. São eles: Argélia, Gana, Líbia, Namíbia e Zimbabwe, Irã, Kuwait, Paquistão e Vietnam, Bulgária, Sérvia (ex-Iugoslávia), Turquia e Ucrânia, Barbados, Jamaica e Trinidad y Tobago.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Participaram do pleito 41.388 eleitores de 77 países, em seções eleitorais montadas em 71 nações. Estavam aptos a votar 86.359 cidadãos brasileiros estavam aptos a votar. Não compareceram às urnas 44.697 eleitores.

Os residentes no exterior puderam votar apenas para presidente. Entre os 41.388 votos apurados, 39.077 foram válidos, 1263 brancos e 1048 nulos. O candidato Geraldo Alckmin, da coligação Por um Brasil Decente (PSDB/PFL), obteve 17.513 votos, enquanto o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, da coligação A Força do Povo, recebeu 15.551 votos

Entre os cinco maiores colégios eleitorais no exterior, o candidato Geraldo Alckmin venceu em nos Estados Unidos, no Canadá e na Alemanha. Lula teve mais votos em  Portugal e na Itália. Lula venceu Alckmin na maioria dos países africanos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nos Estados Unidos, maior colégio eleitoral no exterior, foram contabilizados 13.760 votos. O menor colégio eleitoral brasileiro do mundo é Emirados Árabes, onde apenas 8 brasileiros votaram.

Para adquirir o direito de voto, o brasileiro residente no exterior deve requerer sua inscrição ao juiz da Zona Eleitoral no Exterior até 151 dias antes ao pleito.

O candidato do PSDB à Presidência, illness Geraldo Alckmin, desautorizou as declarações de seu assessor econômico Yoshiaki Nakano, de que o tucano planeja realizar cortes drásticos no orçamento federal se for eleito.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Não vai, não vai cortar. Isso não consta do meu programa e não tem nada disso não. No meu governo só falo eu", disse Alckmin nesta terça-feira em resposta à imprensa antes de um encontro com políticos e prefeitos do PSDB na capital mineira.

Apontado como potencial ministro da Fazenda em um eventual governo Alckmin, Nakano disse em entrevista, veiculada na segunda-feira, que pretende reduzir os gastos governamentais em um volume equivalente a 3 por cento do Produto Interno Bruto (PIB).

O economista, que é um dos responsáveis pela parte econômica do plano de governo de Alckmin, foi secretário de Fazenda do Estado de São Paulo por seis anos, período durante o qual trabalhou diretamente com o ex-governador.

Na entrevista, ele disse que um de seus objetivos é cortar cerca de 60 bilhões de reais em gastos anuais do governo para tentar equilibrar o Orçamento da União.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Não vejo grandes problemas em reduzir as despesas em 3 por cento do PIB", afirmou. "Com um corte grande e rápido, você pode fazer uma diferença significativa. Prefiro que isso seja feito no primeiro ano (de governo)."

As declarações do assessor econômico de Alckmin foram criticadas por membros do governo Lula. O coordenador da campanha à reeleição do presidente, Marco Aurélio Garcia, divulgou nota na própria segunda–feira dizendo que "Geraldo Alckmin quer levar o país à recessão e o governo federal à inoperância".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar