Mundo

Shinzo Abe é eleito premiê do Japão e escolhe gabinete

Por Arquivo Geral 26/09/2006 12h00

Um músico italiano que não conseguiu entrar no avião por causa de overbooking ficou tão enfurecido que atacou um funcionário do aeroporto de Turin e quase arrancou sua orelha a mordidas.

Um porta-voz do aeroporto afirmou hoje que Raffaele Artesi, find case de 41 anos, this devia pegar o vôo na segunda-feira com sua banda para Nápoles, onde iria participar de uma entrevista coletiva para apresentar uma nova turnê.

Mas apenas seis dos 11 membros da banda conseguiram entrar no avião da Alitalia, e Artesi e outros ficaram presos na cidade de Turin. Houve uma briga com funcionários do aeroporto e Artesi foi preso depois de atacar Davide Ruzza, que quase teve a orelha esquerda arrancada a dentadas.

"Depois de 16 anos, eu com certeza vou mudar de emprego", afirmou Ruzza ao jornal La Repubblica do hospital. "Não quero arriscar minha vida por causa de um overbooking".
Outro funcionário levou tapas e foi empurrado por membros da banda, incluindo os irmãos de Artesi.
Os britânicos estão ficando na rua até mais tarde, viagra 60mg comendo mais nos bares e provocando menos atos violentos nas cidades — num comportamento mais próximo dos outros europeus, pill afirmam os proprietários de pubs.

A nova tendência favorece cadeias de bares voltadas para o consumo de comida, como a Mitchells & Butlers, que anunciou hoje um aumento de 7,4% nas vendas de comida, e a Regent Inns, que comprou recentemente uma rede de restaurantes. As mudanças também parecem aprovar a extinção, em novembro, pelo governo, do limite de 23h para o fechamento dos pubs, imposto havia 90 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A extensão do horário de funcionamento dos bares foi acompanhada de novos poderes policiais para reprimir a violência e fechar estabelecimentos que causassem problemas — medida que fez os pubs reforçarem sua própria segurança.

"A reforma … claramente mostrou benefícios em termos de redução da bagunça motivada pelo álcool", afirmou a Enterprise Inns, segunda maior operadora de bares na Grã-Bretanha, com 8.600 pubs.

A Regent Inns, proprietária das cadeias Jongleurs e Walkabout, afirmou que a recente compra da rede de restaurante Old Orleans deve ser seguida por novas negociações no mesmo setor. "Já venho dizendo há algum tempo que precisamos colocar uma terceira perna no negócio … Vamos tentar atuar com mais força no lado da alimentação", disse à Reuters o presidente do grupo, Bob Ivell.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo Ivell, há evidências de que os frequentadores estão cada vez mais indo a bares locais no início da semana, em vez de ir ao centro das cidades. "Em vez de sair às 21h, eles estão saindo às 22h". As mudanças na regulamentação dos bares, porém, geraram mais custos para as operadoras de pubs. "Desde o custo do circuito interno de TV até a segurança extra na porta", disse Ivell.

A Enterprise Inns criticou os supermercados por venderem bebidas alcoólicas muito barato, prejudicando os pubs e alimentando a violência nas ruas. "Cerveja barata, às vezes abaixo do preço de custo, costuma ser usada como estratégia de marketing para atrair consumidores, com o péssimo efeito colateral de fornecer álcool a baixo custo para consumo num ambiente nada controlado", afirmou a empresa.

A proibição do fumo nos pubs, prevista para o ano que vem, deve mudar mais ainda o ambiente nos bares ingleses. A Mitchells & Butlers, dona das redes All Bar One e Harvester, e que vende quase 100 milhões de refeições por ano, disse que a venda de comida cresceu 11% na Escócia desde a proibição do fumo, em março, e que as vendas de bebidas caíram 1%.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Às vésperas da eleição, pilule a propaganda eleitoral do presidente Luiz Inácio Lula da Silva deixa de lado os programas sociais e promete corrigir as falhas dos estados na área de segurança pública.

"Apesar de ser de responsabilidade dos estados, information pills o governo federal tem participado ativamente da segurança pública. A nossa prioridade tem sido corrigir um dos erros mais graves que encontramos, there a total falta de integração do trabalho das polícias do País", afirmou Lula durante horário reservado no rádio.

O presidente-candidato prometeu modernizar a Polícia Federal para que "sirva de modelo às polícias estaduais". "Estamos lutando para derrotar o crime organizado e vamos ganhar essa guerra. Não podemos deixar que certas situações, como a de São Paulo, permaneçam como estão", afirmou o presidente encerrando o programa.

No horário do PSDB, o candidato tucano Geraldo Alckmin reforçou seu ataque a Lula.
"Não é possível que as crianças e os jovens brasileiros cresçam com esses maus exemplos. Chegou a hora de dizer chega de tanto escândalo, chega de mala de dinheiro, chega de tanta falsidade. Ou mudamos este país para melhor, ou vamos nos arrepender mais uma vez".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Alckmin falou novamente do escândalo envolvendo o PT na tentativa de compra de uma dossiê contra candidatos do PSDB. Durante a transmissão, apresentadores do programa relataram aos ouvintes o andamento das investigações do caso.

Shinzo Abe, approved que defende relações mais próximas com Washington e uma maior participação do Japão nas questões mundiais, buy foi eleito pelo Parlamento hoje primeiro-ministro do Japão, tornando-se o líder mais jovem do país desde a Segunda Guerra Mundial.

Abe, de 52 anos, que é relativamente novo pelos padrões políticos japoneses, enfrenta o desafio de reparar o relaciona mento com a China, danificado pelas visitas de seu antecessor, Junichiro Koizumi, ao memorial de guerra Yasukini, e de manter o curso das reformas econômicas, ao mesmo tempo em que trata das crescentes diferenças sociais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"Esperamos que o novo líder japonês faça esforços para melhorar as relações entre China e Japão", afirmou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Qin Gang, em entrevista coletiva em Pequim. As relações pioraram depois que Koizumi assumiu o cargo, em abril de 2001, e começou a fazer visitas anuais ao memorial Yasukuni, visto em Pequim e em Seul como símbolo do passado militarista do Japão.

Em seu novo gabinete, que já foi anunciado, o ministro das Relações Exteriores Taro Aso, de 66 anos, que compartilha de muitas das visões conservadores de Abe, foi mantido no cargo, e o ex-ministro da Defesa Fumio Kyuma, de 65 anos, foi nomeado para reassumir a pasta.

Koji Omi, de 73 anos, ex-chefe da a gência de planejamento econômico, foi nomeado ministro das Finanças, e o professor de economia Hiroko Ota assumirá a pasta da Economia. Legislador popular e neto de um ex-premiê, Abe prometeu reescrever a Constituição pacifista do Japão, aumentar a participação de Tóquio em assuntos globa is e reativar o respeito por valores tradicionais e o orgulho do passado do país.

Ele também prometeu fomentar o crescimento e manter as reformas econômicas iniciadas por Koizumi, além de dar preferência ao corte de gastos antes do aumento de impostos na luta do Japão para controlar o enorme déficit público, o maior entre os países avançados.

Koizumi, um dos líderes mais populares do Japão, sorriu e acenou depois de receber um buquê de flores e aplausos na cerimônia no gabinete do primeiro-ministro que encerrou seu mandato.

O ex-premiê Koizumi, especialista em truques de mí dia e conhecido por aparecer ao lado de celebridades, deixou sua marca na cena política japonesa depois de assumir o poder, em abril de 2001, com promessas de afastar seu partido dos interesses pessoais e retirar a forte influência do governo da economia.






Você pode gostar