Mundo

Reação de Japão à Coréia do Norte é "exagerada", diz China

Por Arquivo Geral 11/07/2006 12h00

A violência sectária voltou a atingir Bagdá na manhã de hoje, price purchase quando homens armados emboscaram um microônibus que trazia xiitas de um enterro. Na ação, as dez pessoas que estavam no veículo foram mortas, segundo relatos da polícia.

Um homem-bomba também explodiu em frente da chamada Zona Verde, matando cinco pessoas e deixando dez feridas. Ao mesmo tempo, o Parlamento, que funciona no local, preparava uma sessão. Uma hora depois, um carro-bomba matou três e feriu sete pessoas no bairro central de Karrada.

No bairro de Mansur, no oeste de Bagdá, homens armados invadiram os escritórios de uma empresa iraquiana e abriram fogo, matando oito funcionários e ferindo um, disse a polícia.

O ataque ao microônibus no violento bairro de Doura, na zona sul da cidade, prejudicou o apelo feito pelo primeiro-ministro ontem para os iraquianos "unirem-se como irmãos", depois de um novo espasmo de violência no fim de semana.

O microônibus voltava de um enterro na cidade sagrada de Najaf, 160 quilômetros ao sul de Bagdá, quando foi atacado por homens que estavam em dois veículos, informaram fontes do Ministério do Interior.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A onda de assassinatos entre xiitas e sunitas em Bagdá elevou o temor da possibilidade de uma guerra civil aberta. Isso representa um golpe à esperança do premiê Nuri al-Maliki de reconciliação nacional.

Na segunda-feira, um ônibus sofreu uma emboscada em um bairro sunita na zona oeste de Bagdá e sete pessoas foram mortas. Antes, duas bombas mataram 12 pessoas em um bairro xiita. Milicianos identificados como xiitas também atacaram um distrito sunita no sul.

Em um forte aumento da violência entre grupos religiosos, homens armados xiitas armaram barricadas em uma região sunita de Bagdá no domingo, matando pessoas com nomes sunitas. Fontes do Ministério do Interior dizem que cerca de 40 pessoas foram assassinadas. No total, o número de mortos desde sexta-feira chega a 150.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente Jalal Talabani, que teme a proximidade de uma guerra civil, apelou por calma, advertindo que o país está "à beira de uma ladeira escorregadia". A nova onda de violência entre a maioria xiita, que sofria repressão durante o governo de Saddam Hussein mas que agora ganhou força política, e os árabes sunitas, que já foram o governo, provocou grande ceticismo, apesar dos esforços de Maliki para promover a reconciliação.

O candidato da oposição, pills que perdeu a eleição presidencial mexicana por uma pequena margem de votos, shop exibiu o que afirmou serem imagens de fraudes no pleito. Andrés Manuel López Obrador, viagra 60mg ex-prefeito da Cidade do México, recusou-se a aceitar a decisão final da corte sobre os resultados. Ele pediu para um tribunal eleitoral reverter a vitória do conservador Felipe Calderón, do Partido da Ação Nacional (PAN), que governa o país.

Obrador mostrou ontem dois vídeos amadores e tremidos que, segundo ele, documentam fraudes cometidas pelos rivais. "Isso é fraude no velho estilo", afirmou López Obrador, animado e sorrindo. Ele disse também que procedimentos similares ocorreram em todo o país. "Tenho certeza que o povo não vai permitir este abuso", acrescentou, repetindo sua exigência por uma recontagem nacional voto a voto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

López Obrador vai esperar a determinação da corte sobre seu processo antes de decidir se respeitará a decisão. O esquerdista, que perdeu a eleição por menos de um ponto percentual, liderou no fim de semana uma manifestação com mais de 100 mil pessoas na Cidade do México e pediu para seus simpatizantes tomarem as ruas do país nesta semana.

Calderón rejeitou as alegações de fraude e já age como se fosse o presidente. Ele recebeu uma pequena advertência da Casa Branca por ter criticado medidas dos Estados Unidos para fortificar a fronteira e enviar homens da Guarda Nacional para conter a imigração ilegal. Ele ainda precisa trabalhar para formar uma equipe de transição antes de assumir o poder, em 1º de dezembro.

López Obrador exibiu os vídeos em um telão na sede de sua campanha. Um deles mostra um suposto simpatizante do PAN no estado de Guanajuato enchendo uma urna para a eleição ao congresso, realizada no mesmo dia da votação para presidente.

O outro, feito no estado de Queretato durante a recontagem dos votos para presidente, mostra o que parece ser uma autoridade eleitoral recusando-se a recontar uma urna que favorecia Calderón.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Uma resolução apoiada pelo Japão nas Nações Unidas para impor sanções à Coréia do Norte é uma reação exagerada, website disse hoje a China. Os chineses acreditam que a medida vai dividir o Conselho de Segurança e dificultar a retomada das negociações entre seis países.

"O lado chinês acha que o esboço de resolução é uma reação exagerada. Se for aprovado, vai agravar as contradições e aumentar a tensão", disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Jiang Yu, em uma entrevista coletiva.

"Vai prejudicar a paz e a estabilidade na península Coreana e na região do nordeste asiático e prejudicar os esforços para que as negociações entre os seis países sejam retomadas, assim como vai levar à divisão do Conselho de Segurança da ONU".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE





Você pode gostar