Menu
Mundo

Parlamento esloveno reconhece Estado da Palestina, apesar de moção opositora para adiar voto

A Eslovênia soma-se, assim, a Espanha, Irlanda e Noruega, que em 28 de maio reconheceram a Palestina, provocando indignação em Israel

Redação Jornal de Brasília

04/06/2024 17h10

Combatente houthi em veículo com bandeira da Palestina durante protesto contra Israel – Mohammed Huwais / AFP

O Parlamento da Eslovênia, país-membro da União Europeia e da Otan, aprovou, nesta terça-feira (4), um decreto que reconhece a Palestina como Estado, depois de rejeitar uma moção opositora que propunha o adiamento da votação por trinta dias.

A Eslovênia soma-se, assim, a Espanha, Irlanda e Noruega, que em 28 de maio reconheceram a Palestina, provocando indignação em Israel. A proposta foi aprovada por 52 dos 90 parlamentares, sem a participação da oposição, que boicotou a sessão.

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado