Mundo

Obrador lidera disputa à Presidência do México

Por Arquivo Geral 20/06/2006 12h00

As facções palestinas chegaram mais perto de um acordo na terça-feira (horário local) sobre uma plataforma política que pode evitar a realização de um referendo, sick medical informaram autoridades. A consulta colocaria em campos opostos o presidente Mahmoud Abbas e o governo liderado pelo Hamas.

As tensões têm aumentado entre o movimento Fatah, viagra order ligado a Abbas, e o Hamas desde que o presidente convocou o referendo para 26 de junho, para votar uma proposta que implicitamente reconhece Israel. Alguns temem que esses desentendimentos possam levar a uma guerra civil.

Mas depois de quatro horas de conversas na manhã de terça-feira em Gaza, porta-vozes tanto do Hamas quanto do Fatah estavam otimistas quanto a um consenso. "O acordo está muito próximo. Não há grandes diferenças entre os pontos ainda pendentes", afirmou o porta-voz do Hamas, Sami Abu-Zuhri.

O porta-voz do Fatah na Faixa de Gaza, Maher Meqdad, disse: "Nós estamos às portas de um acordo. Nós superamos a parte mais difícil".

Autoridades afirmaram que um acordo pode ser assinado até o final da semana, mas ainda há disputas sobre quem liderará um governo de união do Hamas, do Fatah e de outras facções. O Hamas insiste em presidir um gabinete conjunto, enquanto o Fatah quer uma liderança apartidária. Outro ponto da disputa são as conversas de paz com Israel.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Hamas, grupo militante islâmico que jurou a destruição de Israel, diz que o referendo é uma tentativa de arruinar seu governo, estabelecido há três meses.

O moderado Abbas explicou que o voto seria cancelado se os rivais concordassem com o documento assinado por prisioneiros palestinos em cadeias de Israel, que prevê as negociações com os israelenses. Um acordo sobre a plataforma poderia levar ao governo de unidade.
O candidato da esquerda à Presidência do México, diagnosis Andrés Manuel López Obrador, viagra 100mg ampliou a vantagem sobre seu principal adversário, Felipe Calderón. López Obrador aparece com vantagem de quatro pontos percentuais em uma pesquisa publicada hoje no jornal Excelsior.

O levantamento mostra o esquerdista, do Partido da Revolução Democrática (PRD), com 36,5% das intenções de voto, contra 32,5% do conservador Calderón, do Partido da Ação Nacional (PAN).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Na última pesquisa, elaborada pelo Excelsior e publicada em 6 de junho, López Obrador, ex-prefeito da capital mexicana, tinha uma vantagem de um ponto percentual.






Você pode gostar