Mundo

Missão brasileira chega ao Timor Leste em meio a crise

Por Arquivo Geral 30/06/2006 12h00

Uma missão diplomática brasileira chegou hoje à capital do Timor Leste, buy pills Dili, side effects onde manterá contatos com autoridades governamentais e representantes das Nações Unidas, em meio à crise política e social enfrentada pelo país asiático, disse o Ministério das Relações Exteriores.

"A missão reiterará a disposição do governo brasileiro de continuar a colaborar para a construção de um Estado timorense soberano, próspero, estável e democrático", informou o comunicado do Itamaraty.

Segundo a nota, o Brasil deve reafirmar com os timorenses "o compromisso de dar seguimento ao amplo programa de cooperação mantido pelo país" nas áreas de educação, judiciária e militar, além de oferecer assistência no campo eleitoral, durante as eleições gerais de abril de 2007.

O país asiático vem sendo palco de violentos protestos, que provocaram a saída do primeiro-ministro Mari Alkatiri. O premiê vinha sendo atacado havia dois meses por fracassar no manejo de uma disputa no Exército que resultou em saques, violência generalizada e dezenas de mortos.

Além disso, diversos protestos estouraram no país após a exibição de um documentário pela televisão australiana, que ligava Alkatiri a uma conspiração para armar uma milícia civil. A violência só diminuiu com a chegada de uma força de intervenção liderada pela Austrália.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A missão brasileira, chefiada pelo subsecretário de Política do Itamaraty, embaixador Pedro Motta Pinto Coelho, conta com a participação de representantes das Forças Armadas e dos ministérios da Educação e da Defesa.

Além de conversar com o governo local e a ONU, a missão brasileira pretende trabalhar em conjunto com um grupo da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que deverá chegar a Dili nos próximos dias.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar