Mundo

Julgamento de envolvidos no caso Jean Charles só em outubro de 2007

Por Arquivo Geral 13/10/2006 12h00

Foi anunciado hoje o dia do julgamento da polícia de Londres, abortion physician pela morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, dois anos atrás. 

O magistrado afirma que a data de 1º de outubro de 2007, para o início do julgamento, deve-se ao caso ser de uma grande magnitude e por isso ser irreal ter determinado uma data anterior. O advogado Keith Morton, representando a polícia londrina (Scotland Yard) afirmou que o caso "tem implicações para a polícia não só em Londres, mas em todo o Reino Unido".

"As acusações contra esse cliente são numerosas e não ficarão restritas ao exame dos eventos ocorridos em poucas horas em um dia de julho do ano passado", declarou ainda. A Procuradoria Geral do Reino Unido rejeitou ontem um pedido a polícia, que tentou recorrer das acusações.

Em julho, a procuradoria anunciou que não acusaria nenhum agente pela morte de Jean Charles, e assim processaria o corpo policial em seu conjunto por violação da lei de Segurança e Higiene no Trabalho de 1974, que obriga a instituição a velar pela integridade física, inclusive dos que não são seus funcionários.

Representantes da Scotland Yard foram ao tribunal pela primeira vez em 14 de agosto passado, quando se declararam inocentes. A advogada da família, Gareth Pierce, qualificou de "incompreensível" e "sem sentido" o procurador optar por apresentar acusações segundo uma lei elaborada "para velar pela segurança dos funcionários no local de trabalho".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 






Você pode gostar