Mundo

Israel mata 18 palestinos em ataques na Faixa de Gaza

Por Arquivo Geral 12/07/2006 12h00

Os trabalhadores que têm créditos complementares do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) referentes aos planos econômicos Verão e Collor 1, illness treatment de janeiro de 1989 e abril de 1990, ask respectivamente, já começaram a receber as parcelas pagas pela Caixa Econômica Federal.

A nova etapa de pagamentos inclui a sétima e última parcela do crédito suplementar do FGTS para as pessoas com direito a valores entre R$ 5 mil e R$ 8 mil e a sexta e penúltima parcela para quem tem direito a receber mais de R$ 8 mil. A partir de janeiro de 2007, será paga a última parcela para os trabalhadores que têm a receber valores acima de R$ 8 mil. Com isso, a Caixa terá concluído o cronograma de pagamento dos créditos complementares do FGTS. Segundo a instituição bancária, todos os valores inferiores a R$ 5 mil já foram pagos.

O superintendente regional da Caixa no Rio de Janeiro, José Domingos Vargas, lembrou que o pagamento é objeto da Lei nº 110, de 2001, e prevê a correção do Fundo nos percentuais de 16,64% (Plano Verão) e 44,8% (Plano Collor 1). “Isso gerou um acordo e as pessoas tiveram até 30 de dezembro de 2003 para fazerem a adesão aos créditos complementares”.

Segundo dados fornecidos pela assessoria de imprensa da Caixa, desde o início do processo de pagamento do resíduo do FGTS em 2002, a instituição já pagou mais de R$ 36 bilhões. A meta é alcançar até o final do calendário de pagamentos algo em torno de R$ 40 bilhões em recursos transferidos aos trabalhadores.

De acordo com Vargas, todos que tinham conta do FGTS em janeiro de 1989 e abril de 1990 têm direito a receber a correção. Os trabalhadores regulares, ou seja, que continuam empregados, terão o dinheiro referente ao expurgo dos planos econômicos no FGTS creditado em suas contas do Fundo. As demais pessoas só poderão sacar se estiverem dentro dos critérios da conta vinculada, em situações como aposentadoria, demissão sem justa causa, falecimento do titular da conta, doenças graves como câncer e aids, entre outras, além de maiores de 70 anos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) da Emigração Ilegal pode votar hoje seu relatório final, viagra 40mg que aponta violação dos direitos fundamentais de grande parte dos brasileiros que vivem no exterior e conclui que eles são alvo freqüente de xenofobia (aversão a estrangeiros) e outras formas de discriminação.

O parecer do relator, price deputado João Magno (PT-MG), estima em 3 milhões o número de emigrantes brasileiros, segundo a assessoria de imprensa da Câmara dos Deputados. A reunião está marcada para as 14h30, no Senado.

 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Organização das Nações Unidas (ONU) concordou em rebatizar o campo de Auschwitz. A medida será tomada para destacar que foram os alemães nazistas, erectile não os poloneses, os responsáveis pelo campo de extermínio mais famoso do mundo, segundo o Ministro da Cultura da Polônia.

"O Campo de Concentração de Auschwitz", um lugar tombado pela ONU, será rebatizado de "o antigo Campo de Concentração Alemão de Auschwitz", informou o ministério, em comunicado.

A Polônia pediu à ONU, em abril, para rebatizar Auschwitz, onde 1,5 milhão de pessoas, a maioria judeus, morreram na 2ª Guerra Mundial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dois astronautas dirigiram-se hoje para o compartimento de carga aberto do Discovery a fim de testar os consertos feitos nos escudos antitérmicos do aparelho.

Essa foi a última caminhada espacial de uma missão que pode significar a recuperação da Nasa (agência espacial dos EUA) depois do desastre de 2003 com o Columbia.

Piers Sellers e Michael Fossum devem usar materiais e ferramentas desenvolvidas após aquele acidente para ver se um eventual dano nos escudos antitérmicos pode ser reparado durante uma missão.

A questão é saber se os consertos, cialis 40mg realizados com uma pistola de calafetagem e um selante desenvolvido especialmente para essa finalidade, visit web podem aguentar as altas temperaturas (de até 1,7 mil graus Celsius) enfrentadas pelos ônibus espaciais ao reingressarem na atmosfera terrestre.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os dois homens, que devem ficar fora da Estação Espacial Internacional (ISS, na sigla em inglês) por cerca de seis horas e meia, realizam sua terceira caminhada espacial dessa missão, que não encontrou problemas até agora e que foi realizada após mais de três anos e US$ 1,3 bilhão em gastos para tornar os ônibus mais seguros.

O Discovery não sofreu nenhum dano significativo durante seu lançamento, no dia 4 de julho. A Nasa acredita, assim, ter corrigido o problema do desprendimento de pedaços da espuma de isolamento do tanque de combustível, problema esse responsável por provocar o desastre com o Columbia.

Essa falha ocorreu novamente em uma missão realizada na metade do ano passado. "Aprendemos muito desde o Columbia", afirmou Sellers em uma entrevista concedida do espaço. "A Nasa empenhou-se muito para contornar isso e para encontrar uma boa solução."

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A agência espacial luta para se recuperar desde que o Columbia se desintegrou ao retornar para a Terra, no dia 1º de fevereiro de 2003, depois de um pedaço de 756 gramas da espuma de isolamento ter atingido o escudo antitérmico de sua asa durante o lançamento.

Gases superaquecidos penetraram na espaçonave por meio da rachadura provocada no impacto, o que fez com que ela se desmanchasse em vários pedaços.

Apesar das modificações realizadas desde então, um pedaço de 450 gramas da espuma soltou-se novamente no lançamento do Discovery ocorrido no ano passado, o primeiro desde o acidente.

Esse pedaço não provocou danos, mas a Nasa voltou às pranchetas com medo de que o problema se repetisse.

Após novas mudanças, o tanque de combustível do Discovery soltou apenas alguns pequenos pedaços da espuma durante o lançamento, nenhum deles considerado perigoso.

"Estamos de volta, rapazes", afirmou o piloto do ônibus, Mike Kelly, em entrevistas concedidas hoje.

O Discovery acoplou-se à ISS no dia 6 de julho e deve partir no sábado, chegando à Terra na segunda-feira.

A próxima missão está marcada para o dia 28 de agosto, em meio aos esforços da Nasa para retomar as obras de montagem da estação a fim de que consiga completar a construção dela antes da aposentaria da frota de ônibus espaciais, em 2010.

 

O Paraná é o sexto estado brasileiro a elaborar um plano de contingência para o enfrentamento de uma pandemia de influenza, find depois de São Paulo, Pernambuco, Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Minas Gerais. Segundo o secretário da Saúde, Cláudio Xavier, o Ministério da Saúde já avaliou a proposta e a considerou referência para os demais estados brasileiros.

O plano foi indicado para ser apresentado na 6ª Mostra Nacional de Experiências Bem-sucedidas em Epidemiologia (6ª Expoepi), de 15 a 17 de novembro, em Brasília. O evento vai divulgar e premiar os serviços de saúde do país que se destacaram nessas áreas, no período de 2005 a 2006, pelos resultados alcançados em atividades relevantes para a saúde pública.

O projeto paranaense dá atenção especial para ações preventivas, evitando que o vírus se propague. Uma das principais preocupações é com as ações e os equipamentos de proteção para os profissionais da área de saúde. "Se porventura o vírus chegar ao país precisaremos ser rápidos e objetivos. Para isso, o trabalho desenvolvido em equipe é fundamental", afirmou o secretário.

Nos próximos três dias, 200 profissionais das secretarias de Saúde, Meio Ambiente, Agricultura e Defesa Civil do Paraná participam, em Curitiba, do Encontro Estadual para Apresentação e Discussão do Plano de Contingência para o Enfrentamento de uma Pandemia de Influenza.

Os profissionais recebem instruções sobre como devem ser abordados casos suspeitos, formas de encaminhamento, coleta de material e envio para a realização de exames. Os diagnósticos serão feitos em laboratórios de referência nacional, selecionados pelo Ministério da Saúde.

Na região das três fronteiras será realizado um trabalho conjunto com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com os ministérios da Saúde da Argentina e do Paraguai.

O vírus H5N1 da gripe aviária tem potencial pandêmico e afeta principalmente as aves. Em sua imensa maioria, a doença não infecta o homem.

Conscientizar as pessoas que passam pela Rodoviária do Plano Piloto sobre a questão do lixo é o objetivo do projeto Manter a Rodoviária Limpa, approved da Secretaria de Cultura. Por isso, durante todas as quintas-feiras de julho, a partir das 18h30, o Arte Por Toda Parte levará uma apresentação artística até o local para entreter o público e, principalmente, estimular a reflexão sobre o tema.

A Rodoviária do Plano Piloto é ponto de circulação diária de grande parte dos habitantes do DF. Atualmente, o local tem aparência suja e descuidada.  O lixo, a urina e o uso de drogas prejudicam a imagem de um dos pontos mais tradicionais de Brasília.

A apresentação do Bumba-Meu-Boi do Seu Teodoro Freire e palhaçadas com Júlia Libânio abrem a programação amanhã, 13 de julho. Nas atrações, cada artista promove a conscientização e incentiva a prática da responsabilidade social com informações sobre como cada indivíduo pode fazer a sua parte para manter um ambiente saudável.

Confira o restante da programação:

– 20 de julho: Palhaçadas com Irmãos Saúde;

– 27 de julho: Dança com Giovane Aguiar.

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, and Donald Rumsfeld, online reuniu-se hoje com o governo iraquiano e escutou que "esquadrões da morte" xiitas alimentam a atual onda de violência sectária no país.

O primeiro-ministro iraquiano, o xiita Nuri al-Maliki, afirmou a parlamentares que o Iraque tem uma "última chance" de evitar mergulhar em uma guerra civil total.

Pouco depois de Rumsfeld desembarcar em Bagdá, um homem-bomba atacou um restaurante, matando sete pessoas. Forças de segurança também encontraram os corpos de 20 motoristas de ônibus que foram seqüestrados no norte de Bagdá.

No Parlamento, Maliki afirmou que as forças de segurança impediram uma tentativa de combatentes ocuparem bairros de Bagdá no oeste do rio Tigre. Há vários dias homens armados enfrentam a polícia nas ruas de vários bairros. Um grande número de pessoas, a maior parte delas civis, morreu.

Segundo Maliki, um plano nacional de reconciliação proposto pelo governo é a "última chance" de acabar com a violência no país. "Se ele fracassar, não sei qual será o destino do Iraque", afirmou a um grupo de parlamentares, entre os quais representantes da comunidade sunita.

O comandante das forças norte-americanas no Iraque, coronel George Casey, disse que os militantes sunitas da Al Qaeda estavam envolvidos no conflito sectário. "O que estamos vendo agora como resposta a isso são os esquadrões da morte, principalmente formados por grupos extremistas xiitas, que estão retaliando contra civis", afirmou o militar a repórteres. "Então, os dois lados estão agora atacando civis. E foi isso que provocou o recrudescimento da violência aqui em Bagdá", explicou.

Os comandantes dos EUA haviam, até agora, evitado identificar os assassinos como xiitas. Isso apesar de vários ataques recentes ocorridos em bairros da capital terem sido atribuídos por sunitas e pela polícia à milícia Exército Mehdi, controlada pelo clérigo xiita Moqtada al-Sadr. Sadr e seus seguidores negam as acusações.

Autoridades regulatórias da União Européia multaram a Microsoft em 280, viagra 5 milhões de euros (US$ 357, viagra buy 3 milhões) pelo não cumprimento de uma decisão de 2004 contra a companhia. A empresa ainda recebeu alerta de que se não obedecer às determinações enfrentará multas maiores no próximo mês.

A nova pena é a primeira do tipo e foi decidida depois da multa anterior de 497 milhões de euros que a Comissão Européia impôs contra a Microsoft em março de 2004. Na época, a empresa foi considerada culpada por violação de legislação de defesa da concorrência.

"A Comissão Européia não permitirá que tal conduta ilegal continue indefinidamente. Nenhuma companhia está acima da lei. Cada empresa, grande ou pequena, operando na União Européia, deve obedecer a lei da UE", afirmou a comissária de defesa da concorrência Neelie Kroes a jornalistas.

A Comissão exigiu que a Microsoft fornecesse informações técnicas para produtores rivais de softwares servidores. A determinação foi dada depois de o órgão ter considerado que a companhia abusou da posição de domínio no mercado de sistemas operacionais para computadores com o Windows, esmagando competidores.

Porém, "a Microsoft não chegou nem perto de fornecer a informação adequada", disse Kroes.

A multa é relativa ao período de 16 de dezembro a 20 de junho e corresponde a 1,5 milhão de euros por dia. A Microsoft enfrenta também a possibilidade de receber nova pena de até 3 milhões de euros por dia se não atender às exigências da Comissão até 31 de julho.

A medida européia sinaliza a determinação da Comissão em forçar a gigante do software a obedecer suas ordens. Além disso, autoridades perderam a paciência depois que a empresa teve dois anos para cumprir as exigências e usou praticamente todos os recursos legais disponíveis no processo.

"Ela (multa) coloca Kroes em uma posição de autoridade, que fará com que empresas sintam-se muito mais inclinadas a obedecê-la", disse Chris Bright, advogado especializado em questões de concorrência baseado em Londres.

O posicionamento linha-dura da Europa contrasta com o dos Estados Unidos, que em 2000 também teve considerações similares contra a Microsoft, mas ainda aguarda documentação técnica da companhia, como foi determinado pelo Departamento de Justiça dos EUA em 2002.

Em maio deste ano o processo estava tão atravancado que a Microsoft e o tribunal que avalia o caso recomeçaram os trabalhos a partir "da direção assumida pela Comissão Européia", segundo disse um juiz norte-americano.

O ministro da Defesa israelense, view Amir Peretz, case autorizou hoje uma campanha de ataques aéreos no Líbano. A ação tem como alvos tanto instalações da guerrilha Hizbollah quanto a infra-estrutura civil libanesa, informou o Canal 10 da TV de Israel.

A reportagem descreveu a blitz como parte da resposta israelense à captura de dois de seus soldados e à morte de vários outros em um ataque do Hizbollah no início do dia.

Mais da metade dos eleitores brasileiros não chegou a terminar o ciclo fundamental de oito anos de ensino, approved segundo levantamento do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) divulgado ontem. O volume soma 73, visit this site 3 milhões de eleitores entre os pouco mais de 125, viagra 9 milhões cadastrados. Essa maioria incorpora 6,5% do eleitorado total e se divide em analfabetos, pessoas que dizem apenas saber ler e escrever (17%) e brasileiros que têm o ciclo fundamental incompleto (34%).

Os dados são obtidos a partir do que consta na ficha cadastral do TSE. Ao retirar o título de eleitor, o cidadão é obrigado a informar o grau de instrução. Por isso, o TSE alerta que os dados podem estar desatualizados.

Pouco mais de um quarto dos votantes – 28% – está cursando ou terminou o ensino médio (segundo grau). Somente um em cada vinte eleitores – 5,65% – cursa ou terminou o ensino superior. Mais da metade do eleitorado tem de 25 a 59 anos. E os eleitores com idade entre 17 e 24 anos são quase 20% do total.

Entre os eleitores com ensino superior, completo ou não, as mulheres são maioria. São 2.299.288 com curso completo – e 1.888.209 homens. Entre os com superior incompleto, são 1.545.662 mulheres e 1.377.952 homens.  Segundo o levantamento, os homens só são maioria entre  os  que apenas lêem e escrevem e os que  dizem ter o ciclo fundamental incompleto.

A Argentina suspendeu temporariamente a importação de aves vivas e subprodutos do Rio Grande do Sul após a descoberta de um foco da doença de Newcastle. A informação foi divulgada hoje pelo Serviço Nacional de Sanidade e Qualidade Alimentar.

O Ministério da Agricultura brasileiro confirmou na semana passada a ocorrência da doença, buy que não era registrada no país havia cinco anos, search numa criação de aves domésticas em Vale Real, a 90 quilômetros de Porto Alegre.

"A medida tomada pelo órgão sanitário inclui a proibição do comércio fronteiriço de aves vivas e produtos avícolas, assim como também o reforço das medidas de controle em postos da fronteira em relação ao transporte de aves vivas e produtos", disse a entidade, em um comunicado.

Todos os 44 frangos da propriedade foram sacrificados. Também foi estabelecida uma zona de proteção num raio de 3 km do foco e uma zona de vigilância num raio de 10 km. Ações de restrição de trânsito de animais e produtos de risco foram adotadas.

A medida, no entanto, é pouco representativa para o mercado brasileiro, já que a Argentina não é um cliente significativo. Em 2005, a Argentina importou o equivalente a 13 milhões de dólares em frangos, dos quais 12,6 milhões de origem brasileira.
A Comissão Européia lançou hojem um plano para reduzir o custo do uso de celulares no exterior. O poder executivo da União Européia (UE) tomou como alvo o que considera preços excessivos e ofereceu às operadoras de telefonia móvel uma última chance de auto-regulamentação.

"Nossa análise demonstra que tarifas elevadas demais para o roaming internacional no momento prejudicam 147 milhões de cidadãos da União Européia", visit this site afirmou José Manuel Barroso, sale presidente da Comissão. "Não temos alternativa a não ser intervir para proteger os interesses dos consumidores. Essa intervenção tem por objetivo reprimir os preços excessivos injustificados por condições de mercado", completou ele.

Segundo Barroso, a proposta da Comissão quer reduzir em até 70% os custos para uso de celulares no exterior. As operadoras de telefonia celular têm agora um período de seis meses para introduzir limites aos custos das tarifas de varejo para esse tipo de serviço.

Os 25 países membros da UE e o Parlamento Europeu terão a palavra final sobre o assunto no bloco comercial. As regras propostas inicialmente foram elogiadas por organizações de defesa do consumidor, mas criticadas duramente pelas operadoras. As empresas alegam que, com isso, trarão aumento das tarifas para os usuários que não usam celulares no exterior. As tarifas de roaming representam um negócio de 8,5 bilhões de euros (US$ 10,8 bilhões) ao ano.

"Nós daremos às operadoras uma chance final de demonstrar que levam a sério a auto-regulamentação. Se o fizerem, as regras não terão efeito prático algum", explicou Barroso. "Espero que as operadoras reduzam voluntariamente os preços a níveis aceitáveis".

As operadoras já cortaram acentuadamente as tarifas de roaming este ano, de acordo com a GSM Association, que representa as companhias do setor de telefonia móvel.

"Embora a Comissão tenha emendado diversos elementos em suas propostas originais, em resposta a preocupações do setor e das autoridades regulatórias, a GSMA ainda acredita que as propostas causariam danos significativos ao mercado europeu de roaming, e não serviriam aos interesses dos consumidores", afirmou a organização.

A Índia reagiu hoje com irritação aos comentários do chanceler paquistanês, about it Khursheed Mehmood Kasuri, more about que procurou ligar as explosões ocorridas em Mumbai com as disputas pendentes entre os dois países.

"Achamos assustador que o ministro das Relações Exteriores Kasuri tente ligar esse ato de terror absurdo e inumano contra homens, sildenafil mulheres e crianças com a assim chamada falta de solução de disputas entre a Índia e o Paquistão", informou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Índia, Navtej Sarna, em uma coletiva de imprensa.

Pelo menos 183 pessoas morreram e mais de 700 ficaram feridas quando sete explosões coordenadas atingiram hoje trens de passageiros e estações de Mumbai, o centro financeiro da Índia.

"Esses comentários parecem sugerir que o Paquistão só cooperará com a Índia contra o flagelo do terrorismo e contra a violência terrorista se as assim chamadas disputas forem resolvidas. O terrorismo não pode ser tolerado por nenhuma razão", disse Sarna. "Nós gostaríamos de pedir ao Paquistão que tome medidas urgentes para desmontar a infra-estrutura do terrorismo no território sob seu controle", acrescentou.

Em uma entrevista em Washington, Kasuri disse que os ataques "completamente terríveis" em Mumbai mostraram que o Paquistão e a Índia precisam resolver disputas que possam ser exploradas por extremistas.

"Acho que o incidente em Mumbai – seja trágico o quanto for, e é realmente trágico – indica a necessidade de os dois países trabalharem juntos no controle desse cenário, mas eles só podem fazer isso se resolverem suas disputas", disse ele.

A Índia e o Paquistão – potências nucleares vizinhas que travaram três guerras desde 1948 – começaram sua última tentativa de alcançar a paz em 2004.

No topo da lista, está a necessidade de tentar solucionar um conflito histórico relativo à Caxemira, onde mais de 45 mil pessoas foram mortas em uma revolta islâmica, desde 1989.

 

Israel matou 18 palestinos em ataque aéreo na Faixa de Gaza hoje, medicine incluindo nove membros de uma única família. A ofensiva destruiu um prédio residencial onde, check segundo o Exército, se reuniriam comandantes do Hamas.

A investida é parte da operação militar de Israel na região central da Faixa de Gaza. O Estado judaico vem ampliando sua ofensiva, cujo objetivo é libertar um soldado israelense capturado e interromper o disparo de foguetes contra seu território.

Os militares de Israel disseram que o ataque contra um prédio de três andares próximo à cidade de Gaza feriu Mohammad Delf, líder do braço armado do Hamas e um dos homens mais procurados por Israel.

O braço armado do grupo militante, porém, negou que Delf tenha ficado ferido e prometeu desferir uma resposta "dolorosa".

O ataque aéreo matou um líder local do Hamas, Nabil Abu Selmeya, sua mulher e sete filhos e filhas com idades entre 7 e 19 anos, afirmaram equipes médicas.

O filho mais velho de Selmeya, que não estava em casa no momento da investida, sobreviveu.

Funcionários palestinos da área de saúde disseram que os ataques aéreos e os bombardeios realizados hoje mataram 18 pessoas, entre as quais militantes e um policial.

Na fronteira norte de Israel, a guerrilha libanesa Hizbollah capturou dois soldados israelenses e matou até sete militares do Estado judaico em uma ação que promete alimentar ainda mais as tensões no Oriente Médio.

Grupos militantes da Faixa de Gaza e da Cisjordânia ocupada receberam com satisfação a notícia sobre a captura dos soldados.

Ativistas da Jihad Islâmica distribuíram doces nas ruas de cidades da Faixa de Gaza para celebrar o feito.

O Exército de Israel disse que Delf estava no prédio residencial e que foi atacado porque, segundo informações dos serviços de inteligência israelenses, ele e outros comandantes do Hamas planejavam realizar ações contra os israelenses.

"Sabemos que ele ficou ferido, mas não sabemos com que gravidade", disse uma porta-voz do Exército.

As Brigadas Izzel-Deen al-Qassam, do Hamas, participaram, junto com dois outros grupos, do seqüestro do cabo israelense Gilad Shalit, no dia 25 de junho. A captura do militar levou Israel a realizar sua primeira incursão na Faixa de Gaza desde que saiu do território, no ano passado.

Delf, com cerca de 40 anos de idade e raramente visto em público, já escapou de várias tentativas de assassinato realizadas por Israel e é considerado um herói por muitos palestinos.

"Israel pagará por ousar caçar o leão de Qassam", afirmou um ativista do Hamas que se chamaria Ahmed, em declarações dadas perto do prédio transformado em um monte de metais retorcidos, pedaços de concreto e sangue.

Usando apenas as mãos, equipes de resgate escavavam os destroços em busca de sobreviventes.

"Allahu Akbar (Deus é o maior)", gritou um jovem de debaixo dos escombros, antes de ver a frase repetida por centenas de curiosos reunidos no local. O palestino acabou sendo tirado dali e levado para um hospital.

Abu Ubaida, porta-voz das brigadas Qassam, negou que o homem mais procurado por Israel tivesse sido ferido. Ubaida não quis dizer se Delf estava no prédio no momento do ataque.

Em sua nova incursão, o Exército israelense enviou dezenas de veículos blindados para a região central da Faixa de Gaza, antes do amanhecer, dividindo o território em dois.

Israel prometeu continuar com a ofensiva, na qual já foram mortos 74 palestinos, enquanto os militantes não libertarem Shalit e não pararem de disparar foguetes contra seu território.

A cena do prédio bombardeado lembrou a do assassinato, por Israel, do comandante militar do Hamas, Salah Shehada, em 2002.

Naquele ataque, as forças israelenses atiraram uma bomba de uma tonelada sobre a casa dele. A morte de outras 14 pessoas na explosão provocou críticas da comunidade internacional.

O ministro de gabinete de Israel, Haim Ramon, disse que o país lamentava a morte de civis, mas que os militantes "estão usando pessoas inocentes como escudos humanos".

 






Você pode gostar