Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Incêndio em boate na Tailândia deixa pelo menos 13 mortos e 37 feridos, diz serviço de resgate

Até o momento, todas as vítimas identificadas são tailandesas, segundo a polícia

Foto: Handout/ Sawang Rojanathammasathan Rescue Foundation/ AFP

Pelo menos 13 pessoas morreram e 37 ficaram feridas em incêndio em uma boate na Tailândia nesta quinta-feira, 4 (madrugada de sexta-feira no país), segundo o serviço de resgate do país. O incidente aconteceu no distrito Sattahip, província de Chonburi, distante 150 quilômetros a sudeste de Bangkok.

O incêndio atingiu a boate Mountain B por volta de 1h da madrugada. Os mortos, quatro mulheres e nove homens, foram encontrados principalmente perto da porta de entrada lotada e dos banheiros da boate, gravemente queimados, comunicou o serviço de resgate.

Até o momento, todas as vítimas são tailandesas. “Não há estrangeiros entre os mortos”, confirmou o tenente-coronel da polícia Boonsong Yingyong à AFP por telefone. Os bombeiros conseguiram controlar o fogo após três horas de operação.

Três das vítimas tinham menos de 20 anos, enquanto que mais de trinta feridos ainda estão hospitalizados em dois hospitais da região com diferentes graus de gravidade, de acordo com Boonsong, em entrevista à EFE.

As causas do incêndio ainda são desconhecidas, mas as autoridades informaram que levaram o dono da boate à delegacia para prestar declarações sobre os fatos e, também, nas condições da licença de lugar.

Além disso, o governo tailandês anunciou a inspeção de “estruturas e segurança” de outros espaços de entretenimento “para evitar novos incêndios”.

“Os locais de entretenimento que não atendem aos padrões ou não seguem as regras devem trabalhar para melhorá-las antes de operar como de costume”, disse o porta-voz do governo Thanakorn Wangboonkongchana, em um comunicado.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O chefe de polícia Atthasit disse que o clube tinha três entradas: na frente, no lado próximo ao caixa para descarga de mercadorias e nos fundos.

Fiscalização frágil

O incêndio chama atenção para as fracas medidas de saúde e segurança nos inúmeros bares e discotecas da Tailândia, uma preocupação há muito tempo. No réveillon de 2009, 67 pessoas ficam mortas e mais de 200 feridas em um incêndio no clube Santika.








Você pode gostar