Menu
Mundo

Homem é preso em Londres por ataque com espada que deixou cinco feridos

A polícia recebeu uma ligação “pouco antes das 07h00” para se deslocar a uma estação de metrô na zona de Hainault onde, segundo testemunhas, “várias pessoas foram apunhaladas”

Redação Jornal de Brasília

30/04/2024 8h29

Foto: Reprodução/Redes sociais

Um homem de 36 anos foi preso nesta terça-feira (30) no leste de Londres depois de atacar transeuntes com uma espada e ferir pelo menos cinco pessoas, em um incidente que a polícia disse “não parecer estar vinculado ao terrorismo”.

A polícia recebeu uma ligação “pouco antes das 07h00” para se deslocar a uma estação de metrô na zona de Hainault onde, segundo testemunhas, “várias pessoas foram apunhaladas”.

“Um homem foi preso com uma espada”, afirmou o comunicado, especificando que, segundo testemunhas, o suspeito atacou transeuntes “e dois policiais”.

O serviço de ambulâncias londrino afirmou na rede social X ter “atendido cinco pessoas” que foram levadas para o hospital.

“Aguardamos informações sobre o estado dos feridos”, disse a polícia.

Imagens publicadas nas redes sociais e recolhidas pela mídia britânica mostravam um homem branco, vestindo calça preta e um moletom amarelo com capuz, espada na mão, andando de forma irregular em frente às casas, enquanto carros da polícia cercavam o local.

Testemunhas relataram ter ouvido gritos.

“O ataque não parece estar vinculado ao terrorismo”, disse Ade Adelekan, um oficial da polícia citado no comunicado. O primeiro-ministro conservador, Rishi Sunak, criticou um “incidente terrível”.

“Tal violência não tem lugar nas nossas ruas”, escreveu na rede social X. O prefeito de Londres, Sadiq Khan, disse estar “absolutamente devastado” com o ataque.

Os ataques com facas e espadas estão aumentando no Reino Unido.

Segundo dados oficiais, no ano passado aumentaram 7%, para quase 50 mil, na Inglaterra e no País de Gales.

Em Londres, aumentaram 20%, com 14.577 ataques registrados, voltando aos níveis anteriores à pandemia de coronavírus.

Na semana passada, Sunak criticou a política de segurança do prefeito de Londres, nas vésperas das eleições municipais marcadas para esta quinta-feira.

mhc/bd/acc/zm/aa

© Agence France-Presse

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado