Mundo

García nega aliança estratégica contra Chávez

Por Arquivo Geral 06/07/2006 12h00

O presidente eleito do Peru, this physician Alan García, for sale negou que esteja formando uma aliança estratégica regional contra o presidente da Venezuela, website Hugo Chávez. García, que toma posse dia 28, chegou a Bogotá para se reunir pela primeira vez com o presidente da Colômbia, Álvaro Uribe. Ele já visitou Chile e Brasil e hoje embarca para o Equador.

Alguns analistas afirmam que García tenta formar um bloco com Brasil, Chile e Colômbia para contrabalançar a influência de Chávez na região. O venezuelano conta com aliados como Cuba e Bolívia.

"De forma alguma estou planejando um eixo ou grupo de países para ofuscar a influência intervencionista de um país. Estou convencido de que só com a nossa democracia o Peru conseguiu impedir qualquer pressão ou intervenção, e não precisa ir além disso", disse García.

Ele não fez comentários diretos sobre Chávez, que recentemente chamou García de "cãozinho de estimação" dos EUA, após uma troca de acusações durante a campanha eleitoral peruana.

Chávez deu apoio explícito ao candidato nacionalista Ollanta Humala no Peru, o que provocou uma crise diplomática. Os dois países retiraram seus respectivos embaixadores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

García também disse a jornalistas que não vai permitir que seu país seja usado para o tráfico de armas e drogas para a Colômbia, e prometeu intensificar a segurança na fronteira comum.






Você pode gostar