Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Explosão na fronteira entre Síria e Turquia deixa ao menos 29 mortos

Por Agência Estado 06/10/2016 12h35

Uma explosão em um vilarejo no noroeste da Síria, próximo à fronteira com a Turquia, deixou ao menos 29 mortos nesta quinta-feira, incluindo dezenas de militantes apoiados pelo governo turco, afirmaram ativistas locais. O ataque foi reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico (EI), e revela a complexa situação do conflito no país, onde uma guerra civil entre forças rebeldes e do governo Bashar Assad acontece em meio a um levante de grupos extremistas islâmicos e de incursões de forças internacionais contra o EI.A explosão na cidade de Athmeh aconteceu em um pequeno restaurante onde esses militantes se reuniam. Um homem bomba teria se aproximado do local e detonado seus explosivos, deixando muitos outros feridos.O vice-primeiro-ministro, Numan Kurtulmus, descreveu a explosão como um ataque "desumano" e afirmou que aqueles que o perpetraram "cometeram um crime contra a humanidade."Paralelamente, ativistas que atuam em Alepo afirmaram que a cidade amanheceu mais tranquila nesta quinta-feira, após o comando militar local afirmar, na noite de ontem, que iria reduzir a escala dos bombardeios em bairros controlados pelos rebeldes."Ainda acontecem ataques aéreos e de artilharia, mas em menor proporção do que nos dias anteriores", afirmou Bahaa al-Halaby.Segundo o Observatório Sírio de Direitos Humanos, um grupo com sede no Reino Unido, embora os ataques aéreos tenham sido reduzidos, as forças do governo continuam tentando avançar sobre os territórios contestados.O presidente Assad também negou relatos de que o governo estaria atacando hospitais e a rede de infraestrutura civil feitas por organizações locais e internacionais. Fonte: Associated Press. Fonte: Estadao Conteudo






Você pode gostar