Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Covid: Eficácia da Pfizer cai para 84% após seis meses, mostra estudo

Dessa forma, calcula-se que, a cada dois meses, a eficácia tenha diminuído em média 6% por mês

Foto: Carla Cleto/Sesau

Após seis meses da aplicação, a eficácia da vacina Pfizer/BioNTech contra a covid-19 cai de 96%, nos primeiros dois meses, para 84%. Os dados são de um estudo realizado por diversas fabricantes e outras instituições e divulgado pelo site STAT News.

Os resultados do estudo, que envolveu mais de 44 mil voluntários na Europa e nas Américas, também sugerem que o imunizante preveniu 91% dos casos de coronavírus em seis meses.

Dessa forma, calcula-se que, a cada dois meses, a eficácia tenha diminuído em média 6% por mês. Em casos graves da doença, a vacina parece ter sido 97% eficaz. Ainda assim, o estudo deixa em aberto como o imunizante se portaria com uma terceira dose.

Ao mesmo site, o pediatra e especialista em vacinas do Hospital Infantil da Filadélfia, Paul Offit, afirmou que os resultados são “muito tranquilizadores”. Segundo ele, a necessidade do reforço está ligado ao número de pessoas totalmente imunizados que desenvolvem a doença na forma grave.

 






Você pode gostar