Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Coronavírus atingiu níveis de transmissão nunca vistos na pandemia, diz Opas

Houve um salto de 250% de aumento de casos em comparação com o mesmo período do ano passado, informa a Opas

View of the boarding area at the Galeao International airport in Rio de Janeiro, Brazil on April 13, 2021, amid the COVID-19 coronavirus pandemic. – More contagious, probably more severe, the “Brazilian” P1 variant remains unrecognized, but raises many concerns, which have prompted the French government to suspend their flights to Brazil until further notice. (Photo by MAURO PIMENTEL / AFP)

A diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), Carissa Etienne, disse nesta quarta-feira, 12, que o coronavírus atingiu níveis de transmissão “nunca vistos antes” nesta pandemia. Quase 300 milhões de pessoas já foram infectadas com a covid-19 no mundo, informa a diretora.

“Na última semana, o número de infecções de covid-19 quase dobrou nas Américas, subindo de 3,4 milhões em 1º de janeiro para 6,1 milhões em 8 de janeiro”, afirmou Carissa Etienne.

Houve um salto de 250% de aumento de casos em comparação com o mesmo período do ano passado, informa a Opas.

Ela pontuou que, na América do Sul, Bolívia, Equador, Peru e Brasil têm lidado com alta significativa de casos. “As hospitalizações também estão aumentando em todo o Brasil, particularmente em estados densamente povoados nas regiões central e leste do país”, disse.

O gerente de incidentes para covid-19 da Opas, Sylvain Aldighieri, disse que a Delta ainda é a variante predominante nas Américas hoje. No entanto, nas próximas semanas, a Ômicron deve se tornar a cepa principal.

Estadão conteúdo

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar