Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Clientes ficam preso em Pub por conta de nevasca

No comércio, o proprietário oferece acampamento improvisado e uma competição de karaokê para entreter clientes

Como resultado de uma tempestade de neve que atingiu Alvin na parte norte da área na sexta-feira (26), 60 clientes em um bar no Vale de Yoskshire, no Reino Unido, foram colocados em quarentena. Na loja, o proprietário disponibilizou acampamentos temporários e jogos de karaokê para entreter os clientes, pois a estrada estava bloqueada pela neve e eles não podiam ir para outros lugares.

“Todos nós vamos dormir aqui novamente esta noite. Ninguém mais vai a lugar nenhum agora” disse a gerente do The Tan Hill Inn, à Sky News. “Vamos garantir que todos fiquem seguros.”

Na sexta-feira, um grupo de familiares e amigos foi ao bar assistir a uma homenagem à banda britânica Oasis quando encontraram uma tempestade de neve que matou três pessoas em outras partes da área. Segundo relatos, apesar dos imprevistos, o ambiente ainda é muito descontraído.

“Algumas pessoas ainda não querem ir embora. As pessoas estão pegando os números umas das outras e prometendo voltar no ano que vem, na esperança de nevar novamente”, disse Mike Kenny, um dos sócios do site, ao Yorkshire Post.

Na segunda noite no bar, os “hóspedes” juntaram 300 libras (cerca de R$ 2,5 mil) em dinheiro para gratificar os funcionários do bar, que continuaram trabalhando.

“Os chefs têm sido fantásticos, cozinhando o que podem. Hoje eles esperam assar alguns bolos e distribuí-los enquanto as pessoas brincam na neve”, disse o empresário.

Apesar do clima amistoso no The Tan Hill Inn, a agência de meteorologia britânica colocou parte do país em alerta vermelho por conta dos riscos da forte nevasca.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Rodovias foram interditadas, carros ficaram cobertos por neve e muitos locais tiveram ausência de energia durante o final de semana.

Os serviços meteorológicos pediram à população para permanecer longe das costas porque “as fortes ondas colocam suas vidas em risco”.








Você pode gostar