Mundo

Câmara dos Deputados da Itália também aprova governo de Prodi

Por Arquivo Geral 23/05/2006 12h00
A advogada Maria Cristina de Souza Rachado, more about price que representa o líder do Primeiro Comando da Capital Marcos Camacho, o Marcola, negou ter comprado o áudio de sessão reservada da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Tráfico de Armas. Ela confirmou que esteve na Câmara para solicitar à secretaria da CPI a fita com a parte aberta da reunião de 10 de maio, que era autorizada.

Maria Cristina disse ter encontrado o advogado Sérgio Wesley da Cunha com o técnico de som Artur Vinicius Pilastre Silva, que prestava serviço à Câmara por meio de empresa terceirizada. Segundo ela, Artur Vinicius teria dito que fora autorizada a entrega de CD com o depoimento reservado de Leandro Lima de Carvalho, cliente de Cunha e acusado de tentar libertar Marcola da prisão.

A advogada admitiu que foi depois para um shopping em Brasília com o advogado e o técnico de som, mas disse que não ficou com o CD nem pagou nada ao funcionário.

Maria Cristina afirmou que foi injustiçada com as acusações de compra do áudio. Ela informou que tem 18 anos de advocacia e é casada com um delegado. No entanto, ressaltou que o marido não tem ligação com sua profissão e sequer ouve comentários sobre seus casos. A advogada disse que está à disposição da Corregedoria da Polícia de São Paulo para mais esclarecimentos.

Na semana passada, o técnico Artur Vinicius confessou à CPI ter vendido a gravação para os dois advogados por R$ 200. Além do áudio de Leandro Lima de Carvalho, o CD continha o depoimento do delegado da Polícia Civil de São Paulo Ruy Ferraz Fontes e do diretor do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado de São Paulo, Godofredo Bittencourt Filho, que comandaram as investigações sobre o caso de Leandro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Secrataria de Meio Ambiente (Semarh) iniciou hoje um ciclo de palestras nas escolas públicas do Distrito Federal para conscientizar os alunos da importância de ações de prevenção e combate aos incêndios. A campanha educativa faz parte do projeto “Incêndios Florestais – Informação e Prevenção”, discount desenvolvido pelo órgão em parceria com o Corpo de Bombeiros.

A primeira escola a receber os palestrantes foi o Colégio Agrícola, dosage em Planaltina. A solenidade de abertura começou às 10h e contou com a presença do secretário de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Roberto Eduardo Giffoni, da secretária de Educação, Vandercy Antônia de Camargos, do Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar, Coronel Sossígenes de Oliveira Filho, e da coordenadora do projeto, Irene Mesquita. O secretário informou que “com a execução desse programa, a Semarh pretende ter em 2006 o menor número de focos de incêndios florestais da história do DF”.

A Secretaria de Segurança do Estado de São Paulo revisou hoje o número de supostos criminosos mortos em ataques ligados ao PCC, shop e reduziu para 79 o total desses suspeitos mortos, sickness em vez de 109 como havia informado no último balanço oficial.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Desses 79 mortos, 62 morreram em reação imediata à polícia. Segundo a secretaria, entre eles, 55 foram identificados, e outros 24 não.

Ainda segundo os números apresentados a jornalistas nesta tarde, no Palácio dos Bandeirantes, autoridades esclareceram que desse total de vítimas, houve 17 suspeitos mortos nas chamadas ações preventivas, resultantes de denúncia. Desses, dez foram identificados, dos quais nove tinham antecedentes criminais.

Entre os 62 mortos em reação à polícia, 45 foram identificados. Entre eles, 40 têm antecedenetes criminais e cinco não têm registro de antecedentes criminais.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Além desse total de 79 mortos, as autoridades registraram nesse período outras 31 mortes que não estão ligadas aos ataques do Primeiro Comando da Capital (PCC). Essas vítimas morreram em confrontos diversos com a polícia, que podem ser desde roubo a briga.

"Foi se contabilizando sem exercer juízo de valor. Se morreu porque estava roubando uma padaria, trocando tiro com a polícia, se morreu porque foi assassinado pela mulher ou numa briga de trânsito, envolvendo policial de qualquer modo em serviço ou não, foi sendo computado", afirmou o secretário, ressaltando que assim o número foi tendo variações.

Sobre o repasse de informações ao Ministério Público Estadual, como foi pedido pelo órgão na segunda-feira, o secretário de Segurança Pública de São Paulo, Saulo de Castro Abreu Filho, afirmou durante a entrevista que vai repassá-los.

Ele afirmou, no entanto, que as informações não serão levadas a público, pois isso seria uma "irresponsabilidade", já que os familiares dessas vítimas devem ser preservados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

"É evidente que a Secretaria de Segurança vai entregar… pode ser amanhã, em 48 horas, em 72 horas ou em 90 horas", afirmou o secretário a jornalistas, após uma reunião de quatro horas no Palácio dos Bandeirantes, da qual participaram o governador Cláudio Lembo (PFL), o secretário de Segurança e o procurador-geral de Justiça Rodrigo Pinho.

Também participaram da entrevista o delegado-geral da Polícia Civil, Marco Antônio Desgualdo, e o comandante-geral da Polícia Militar, coronel Elizeu Eclair Teixeira, além de um representante do Instituto Médico-Legal (IML).

O dólar tentou corrigir a alta acentuada de ontem, find mas remessas de recursos no fim do dia e a piora em outros mercados fizeram com que a moeda norte-americana encerrasse a terça-feira com ligeira alta de 0, viagra approved 09%, cheap a R$ 2,292.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Durante o dia, as tesourarias aproveitaram a abertura mais otimista dos outros mercados para corrigir o exagero do avanço da segunda-feira, quando o dólar subiu 3,71%. Na mínima desta terça, o dólar chegou a cair 1,62%, a R$ 2,253.

Mas, da mesma forma que a apreciação do real na parte da manhã acompanhou a melhora nos outros mercados, uma piora geral do humor na parte da tarde afetou o mercado brasileiro já que as dúvidas sobre o futuro dos juros norte-americanos persistem.

Com isso, as tesourarias resolveram comprar um pouco da moeda norte-americana no fim da sessão. Um operador de um banco nacional citou ainda uma forte presença de importadores na ponta de compra.

No campo externo, o risco-país caía com menos força nesta tarde, cedendo 2 pontos para 277 pontos-básicos sobre os Treasuries. O dólar praticamente zerava os ganhos frente ao euro e as bolsas de valores norte-americanas apresentavam ligeira alta.

O bônus brasileiro Global 40, o papel mais líquido dos emergentes, anulava os ganhos nesta tarde e recuava com receio de que a onda de vendas pode não ter acabado.

Analistas destacaram que as dúvidas sobre o rumo dos juros norte-americanos devem continuar até a próxima reunião do Federal Reserve, o Banco Central americano, no fim de junho. Mas a ata do Fed na próxima semana já pode dissipar algumas incertezas. Enquanto isso, a volatilidade e a postura de aversão a risco dos investidores estrangeiros devem permanecer, acrescentaram os analistas.

As multinacionais Nike e Apple anunciaram hoje, price em Nova York, uma parceria que aproxima os mundos do esporte e da música como jamais visto antes. O primeiro produto desenvolvido a partir dessa parceria é o kit esportivo Nike+iPod, um sistema wireless que permite a seu iPod nano conversar com o calçado Nike+, para conectar o consumidor ao que há de mais moderno em termos de corrida e treinamento.

Informações de tempo, distância, queima de calorias e ritmo do exercício ficam armazenadas no iPod e podem ser acessadas na tela. O retorno do desempenho em tempo real também é proporcionado nos fones de ouvido. O kit inclui um sensor instalado no tênis e um receptor que é conectado ao iPod. A iTunes Music Store, loja virtual de música, também ganha uma nova área, a Nike Sport Music. Além disso, o site www.nikeplus.com também ajuda a aproveitar ao máximo a experiência Nike+iPod.

Os CEOs  da Nike, Mark Parker, e da Apple, Steve Jobs, divulgaram o Nike+iPod em um evento que contou com a presença de Lance Armstrong, ciclista sete vezes campeão do Tour de France, e de Paula Radcliffe, mulher mais rápida do mundo na maratona.

“Estamos trabalhando com a Nike para levar a música e o esporte a um novo nível”, afirma Jobs, CEO da Apple. “O resultado é o mesmo que ter um treinador ao seu lado ou um parceiro de treino te motivando a cada passo de seu exercício.”

O novo Air Zoom Moire é o primeiro calçado desenvolvido para se comunicar com um iPod. A Nike planeja adaptar muitos de seus modelos de tênis a esta tecnologia.

“Se você pode incorporar tempo, distância e calorias queimadas e tornar isso acessível tanto para corredores comuns quanto para atletas de alto nível, todo o processo de treinamento evolui a outro nível”, afirma Armstrong, que está se preparando para a sua primeira Maratona de Nova York.

O site www.nikeplus.com oferece um serviço pessoal onde você pode carregar informações do exercício, ver e avaliar objetivos pessoais de treinamento e rever distância, tempo, ritmo e calorias queimadas através de uma interface colorida, dinâmica e fácil.

A Nike também está apresentando uma linha de vestuário de performance e acessórios, incluindo jaquetas, tops, shorts e braçadeiras próprias para a utilização do iPod nano. Todos os produtos foram desenvolvidos com materiais específicos para ajudar na movimentação dos atletas, inclusive com ventilação e proteção ao clima. No Brasil e em outros países, o tênis estará nas lojas no começo de 2007.

 

 

O governo de centro-esquerda de Romano Prodi recebeu um voto de confiança da Câmara dos Deputados no Parlamento italiano, information pills disse um porta-voz da câmara hoje.

O voto foi o segundo e definitivo selo de aprovação da assembléia, this site depois que o Senado aprovou a administração de Prodi na sexta-feira.

Prodi venceu o bloco de centro-direita do ex-primeiro-ministro Silvio Berlusconi, na eleição do mês passado, em um dos pleitos mais disputados na Itália do pós-guerra.






Você pode gostar