Menu
Economia

Seguradoras arrecadam em agosto R$ 36,6 bi, maior valor do ano, revela CNseg

O presidente da CNseg, Dyogo Oliveira, afirma que o setor de seguros tem papel importante nas compras de final de ano

Redação Jornal de Brasília

01/11/2023 17h39

Foto: Divulgação/ CNseg

O mês de agosto teve a maior arrecadação do ano para as seguradoras brasileiras, de R$ 36,6 bilhões, de acordo com a Confederação Nacional das Seguradoras (CNseg). O número é 14,4% da arrecadação total nos oito primeiros meses do ano, que foi de R$ 253,8 bilhões, 8,8% maior que no mesmo período do ano passado.

No mesmo período, o setor pagou mais de R$ 150 bilhões em indenizações, benefícios, sorteios e resgates, alta de 1,5% em relação aos oito primeiros meses do ano passado.

As maiores altas de arrecadação no período foram nos segmentos de danos e responsabilidades (+12,6%), e capitalização (+7,1%), além da cobertura de pessoas (+7%). Este é o maior dos segmentos do setor.

O presidente da CNseg, Dyogo Oliveira, afirma que o setor de seguros tem papel importante nas compras de final de ano. 

“O setor de seguros é essencial na oferta de produtos que proporcionem maior proteção às pessoas dispostas a aproveitar as promoções e bons preços nesse período do ano”, diz ele em nota.

O seguro de garantia estendida cresceu 4,5% nos primeiros oito meses do ano, com arrecadação próxima a R$ 2,3 bilhões, diante do crescimento das vendas no comércio. A projeção da Confederação é de que o produto crescerá 4,4% em 2023.

Estadão Conteúdo

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado