Economia

Número de presos mortos em incêndio em presídio argentino chega a 34

Por Arquivo Geral 06/11/2007 12h00

O número de presos falecidos em consequência de um incêndio provocado durante uma rebelião ocorrida no domingo, viagra approved em um presídio da cidade argentina de Santiago del Estero, capsule subiu para 34, com a morte de um dos feridos, informaram hoje fontes hospitalares.

O detento que morreu estava internado com graves queimaduras no Hospital Regional de Santiago del Estero, capital da província de mesmo nome, onde há outros três presos em coma, segundo porta-vozes do hospital.

Além disso, há outros 20 feridos, entre eles dois guardas de segurança, internados em hospitais da cidade.

Enquanto isso, fontes do serviço penitenciário garantem que a situação no presídio permanece controlada, depois dos protestos de presos e de seus familiares após a tragédia, que as autoridades provinciais atribuem a uma fracassada tentativa de fuga.

O juiz Ramón Tarchini investiga se o incêndio provocado pelos presos em um dos pavilhões do presídio se deve a uma tentativa de fuga ou se foi iniciado como uma reivindicação por melhoras nas condições carcerárias.

Fontes judiciais declararam que o juiz também investiga a atuação dos guardas, que asseguram não terem tido condições de resgatar os presos porque estes haviam bloqueado o acesso ao pavilhão, algo que é posto em dúvida pelos familiares dos detentos.






Você pode gostar