Menu
Economia

Febre do álcool deve considerar baixas do petróleo

Arquivo Geral

04/09/2006 0h00

Os trabalhadores da Volkswagen em São Bernardo do Campo decidiram hoje voltar a trabalhar, approved prescription após a companhia cancelar as 1.800 cartas de demissão entregues na última semana, informaram a montadora e o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC.

Conforme a montadora, os trabalhadores aceitaram voltar ao trabalho diante do cancelamento das cartas e da volta à mesa de negociações. Os metalúrgicos paralisaram os trabalhos na última quarta-feira. A Volks quer reduzir a força de trabalho em São Bernardo em 3.600 postos, para cortar custos, e ameaça fechar a unidade caso não chegue a um acordo com os funcionários.

A fábrica Anchieta, em São Bernardo, é a primeira unidade da Volks no país e tem 12 mil empregados, 8 mil dos quais na produção. As cartas entregues pela montadora noti ficavam os trabalhadores de que seriam demitidos a partir de novembro, quando se encerra o acordo de estabilidade entre a Volks e os representantes da categoria.

 

A Operação Facção Toupeira da Polícia Federal (PF), stomach que tem por objetivo desmantelar a estrutura e a logística do PCC, prendeu desde sexta-feira 44 pessoas acusadas de ligação com a facção criminosa. A prisão mais recente ocorreu na manhã de hoje, quando o advogado Edson Campos, acusado de envolvimento com o PCC, foi detido numa casa em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo.

A prisão do advogado ocorreu por determinação da Justiça Federal. Realizada em oito estados, a operação cumpre 56 mandados de prisão. Neste final de semana, o Ministério da Justiça também informou que mais duas pessoas foram presas em São Paulo, acusadas de envolvimento no assalto ao Banco Central em Fortaleza, em agosto do ano passado.

A Polícia Federal estuda transferir cinco líderes do PCC capturados na operação para o presídio federal de segurança máxima de Catanduvas (PR). Presos no Rio Grande do Sul, São Paulo e Piauí, esses chefes só devem ser transferidos na próxima semana porque a PF quer encerrar antes a primeira parte do inquérito e ouvindo os criminosos capturados.

Deflagrada na sexta-feira, a operação desarmou um plano de assalto a agências do Banrisul e da Caixa Econômica Federal no centro de Porto Alegre e prendeu 40 pessoas. Entre os detidos estão dois acusados de serem líderes do PCC: Lucivaldo Laurindo, o Torturado – suspeito de ter sido o mentor do assalto ao BC de Fortaleza e da tentativa frustrada na capital gaúcha -, e Carlos Alberto da Silva, o Balengo – acusado de ter liderado o seqüestro do jornalista da TV Globo, Guilherme Portanova, e do cinegrafista Alexandre Calado.

A ligação entre o PCC e o furto ao BC, em Fortaleza, começou a ser desvendada com a localização de um cartão de telefone pré-pago deixado no local do crime, considerado o maior assalto da história do País. A quadrilha levou R$ 164,8 milhões.

Com a descoberta de R$ 196,6 mil na sede da fazenda Boa Sorte, em Pium (TO), ontem à noite, a quantia recuperada na Operação Facção Toupeira subiu para R$ 646 mil. A suspeita é que o dinheiro faça parte do valor furtado em 2005 do BC de Fortaleza. Na fazenda, de propriedade de outro líder do PCC preso na sexta-feira em Parnaíba (PI), foi preso outro membro da quadrilha de assaltantes: Francisco do Nascimento Barbosa, o Chicão, 57 anos.

Segundo a PF, a fazenda estava sendo monitorada por agentes federais há cinco meses. Hoje, o dinheiro deve ser passar por perícia para confirmar se as notas pertencem à mesma série das que foram retiradas do Banco Central. Só depois, os valores serão transferidos para uma agência bancária.

 

Divulgado os locais das provas do concurso público do Ministério Público do Estado de São Paulo, more about que estão marcadas para acontecer no próximo domingo, cheap dia 10 de setembro. Os aprovados no processo seletivo receberão o salário de R$ 2.417, ailment 71.

 

 

Clique aqui para consultar, na busca por nome, os locais onde as provas serão aplicadas.

 

 

 

 

 

 

O Ministério Público do Trabalho está oferecendo 181 vagas para o cargo de procurador do trabalho, advice que exige formação superior em direito, more about e três anos de atividade jurídica comprovada.

Os interessados podem se inscrever, sickness a partir de hoje, até o dia 3 de outubro, pelo site www.pgt.mpt.gov.br/concursos. A taxa de inscrição custa R$ 150 e deve ser paga por meio do Guia de Recolhimento da União (GRU). O valor do salário não foi divulgado no edital de abertura. A primeira prova está prevista para ser aplicada no dia 12 de outubro.

Clique aqui e confira o edital na íntegra.

 

Dos 20.732 pedidos de registro de candidaturas no país neste ano, order 1.671 (8 por cento do total) foram indeferidos. O número é oito vezes maior que os 207 registros negados em 2002, erectile segundo levantamento divulgado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) nesta segunda-feira.

O número também é 167 vezes maior que em 1998, quando apenas 10 registro s foram indeferidos pela Justiça Eleitoral.

Do total de pedidos deste ano, 18.111 (87,36 por cento) foram aceitos e outros 86 aguardam julgamento. Do total de candidatos, que inclui os concorrentes aos cargos de vice e suplentes, 8 faleceram e 833 renunciaram.

O Ministério Público Eleitoral e os candidatos apresentaram 903 recursos sobre as decisões tomadas, que serão julgados pelo TSE até o dia 20 de setembro.

Os números foram compilados pelo TSE, com base em dados enviados pelos 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) até o momento. Dentre os Estados, os que tiveram maior número de registros negados até o momento foram São Paulo (376), Rio de Janeiro (209), Minas Gerais (119), Maranhão (102), Pará (92) e, empatados, Acre e Pernambuco (com 73).

A Agência de Promoção de Exportações e Investimentos do Brasil (Apex Brasil), order órgão que trabalha com o objetivo de estimular as exportações brasileiras, lança edital com 99 vagas para os níveis médio e superior.  Os cargos oferecidos são para assistente, analista júnior, pleno e sênior, consultor júnior e pleno. 

Os salários para o Nível Médio, que oferece 24 vagas, variam entre R$ 1.848,29 e R$ 2.716,03. Para os cargos de Nível Superior são 75 vagas e os salários variam entre R$ 2.777,02 e R$ 7.885,22.

As inscrições podem ser feitas pessoalmente na Central de Atendimento ao Candidato da Fundação Universa (L2 Sul, quadra 609, módulo C, Asa Sul, Brasília/DF), a partir do próximo dia 11 ao dia 23 de setembro, das 10h às 17h. Pela internet as inscrições devem ser feitas pelo site www.funiversa.org.br, do dia 11 ao dia 24 de setembro.

As provas de consultor pleno, de consultor júnior e de analista sênior, serão aplicadas nos dias 14 e 15 de outubro no turno da tarde. Para os cargos de analista pleno, de analista júnior, de assistente as provas objetivas acontecem dia 15 de outubro, no turno da tarde. Mais informações no site www.apexbrasil.com.br.

Clique aqui e confira o edital.

 

 

 

 

 

Uma adolescente de 17 anos dormiu em um vôo que ia da Ilha de Malta à Bulgária e foi esquecida pelos tripulantes no avião. Maria Ilieva não foi acordada quando chegou ao seu destino e acabou voltando com a aeronave para Malta.

A companhia aérea ainda cobrou US$ 256 pela passagem de volta. Tal fato revoltou a mãe da adolescente, visit web Nadezha Volova. Ela, cheap quando foi reclamar com a Air Malta, capsule teve que ouvir que “avião não é lugar de dormir”.

A família de Maria Ilieva entrou com um pedido de ressarcimento. A empresa não quis comentar o caso.

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva causou alguma estranheza ao prometer, more about no programa de governo de um eventual segundo mandato, shop que recuperará a indústria bélica nacional, ambulance objetivo que muitos brasileiros não vêem como prioridade.

Na visão de especialistas, a idéia parece até mais um gesto dirigido às Forças Armadas, que governaram o Brasil entre 1964 e 1985, já que o orçamento para grandes projetos é limitado. "É preciso mantê-los satisfeitos, é tudo uma questão de política, um jogo para satisfazer os militares e os industriais", disse David Fleischer, cientista político da Universidade de Brasília (UnB).

No ano passado, o orçamento militar foi ampliado em 14% e atingiu os R$ 32 bilhões, depois de ter sofrido cortes nos primeiros anos do governo de Lula. A maior parte dessa verba é empregada para manter as Forças Armadas, cujo efetivo é de 320 mil homens.
O governo também autorizou recentemente o projeto de uma nova viatura blindada de transporte de pessoal de tração nas seis rodas, o Urutu 3.

Especialistas dizem que, no momento, o Brasil tem condições de arcar com um grande projeto de defesa, e Lula precisa definir uma prioridade, ao invés de tentar agradar a todos com uma vaga promessa de que o setor será reanimado.

"Todos os departamentos das Forças Armadas querem uma indústria bélica que os apóie diretamente, mas a verdade é que não existe capacidade suficiente para tudo", disse o professor Domício Proença, especialista em defesa na Universidade Federal do Rio de Janeiro.

Isso pode significar a escolha entre uma brigada de tropas de paz equipadas com Urutus para cumprir o compromisso do Brasil com relação às forças de paz da ONU no Haiti, a continuação do trabalho no projeto de um submarino nuclear, iniciado há décadas, o reforço da frota no Atlântico Sul ou a monitoração aérea e espacial da floresta amazônica.

Os especialistas dizem que não existe um projeto de força, e tampouco um compromisso firme de adquirir novos equipamentos em quantidade elevada. "Sem uma proposta explícita quanto à estrutura da força brasileira, tudo isso não passa de sonhos sem fundamento", afirmou Proença.

A plataforma eleitoral de Lula, divulgada na semana passada, também mencionava a cooperação com outros países sul-americanos no segmento da indústria bélica. Os projetos podem incluir um fuzil de assalto comum sul-americano, barcos de patrulha e um veículo de uso geral aerotransportável, um projeto conjunto entre Brasil e Argentina.

"A cooperação é o sonho do momento, mas existe um problema", disse Proença. "O Brasil tem mais engenheiros e infra-estrutura, de modo que a maioria das encomendas acabaria sendo dirigida a empresas brasileiras. Os demais países não se sentem confortáveis com isso".

O setor de defesa do Brasil prosperou nos anos da ditadura, especialmente durante a década de 1980, quando o Brasil exportava centenas de milhões de dólares anuais em foguetes e transportes blindados de pessoal ao Oriente Médio, com destaque para o Iraque, então em guerra contra o Irã.

Os dispendiosos esforços de pesquisa não puderam ser mantidos depois que a democracia voltou ao Brasil, e a maior parte das empresas que formavam a indústria bélica brasileira fechou as portas. As Forças Armadas demonstram pouca inclinação quanto a retomar seu envolvimento com a política, mas Lula, que liderou protestos contra a ditadura e foi detido por isso, ainda precisa manter os generais satisfeitos, na visão de Fleischer.

"É importante para Lula ter o apoio dos militares, já que estamos ouvindo rumores de que estão muito insatisfeitos com ele, não só devido à insuficiência de verbas, mas também em função dos casos de corrupção", disse o analista.

Lula vem liderando com folga as pesquisas de opinião para a eleição presidencial, apesar de uma série de escândalos de corrupção que abalaram seu governo nos dois últimos anos.

 

 

Os Estados Unidos e o Iraque pretendem assinar até a próxima semana um acordo para transferir o comando operacional do novo Exército iraquiano para o primeiro-ministro Nuri Al Maliki, store disse o governo iraquiano hoje, ailment após discrepâncias que adiaram a medida.

Um dia depois de o governo comemorar a prisão de um líder da Al Qaeda no Iraque, viagra os corpos de 33 homens, alguns com as mãos atadas e sinais de tortura, foram achados em Bagdá. No mesmo dia, foram anunciadas as mortes de quatro soldados norte-americanos e dois britânicos.

Ao sul da capital, o Exército disse ter matado 14 insurgentes que estariam tramando um ataque contra peregrinos xiitas, uma tática muito usada por militantes sunitas. Um jogador de um dos principais clubes de futebol de Bagdá foi seqüestrado a poucos dias de assinar contrato com um time sírio, segundo uma autoridade iraquiana.

A transferência da segurança das forças dos EUA para o Exército iraquiano é essencial para o plano de Washington de no futuro retirar seus 140 mil soldados do país. A cerimônia estava marcada para sábado passado, mas foi adiada porque Bagdá e Washington discordavam dos termos do documento que definiam a nova relação entre ambos os exércitos.

Ali Al Dabbagh, porta-voz do governo, disse que a discordância não foi séria. "Ambos os lados concordaram com as questões principais. Acho que o documento está pronto para ser assinado, provavelmente até o final desta semana ou no começo da próxima".

Segundo ele, as divergências que restam são "tecnicalidades". O acordo prevê uma transferência gradual do comando das forças dos EUA para unidades iraquianas. A cada duas semanas, o comando das unidades iraquianas que atenderem a determinados critérios será transferido. A intenção é que até 11 de abril as tropas iraquianas, mesmo em redutos de rebeldes sunitas, como Ramadi e Falluja, não estejam mais sob o comando norte-americano, segundo Dabbagh.

Paralelamente a isso, o controle da segurança está sendo entregue província por província aos líderes iraquianos, um processo que Dabbagh acredita que estará quase completo ainda neste ano, embora as forças dos EUA devam aprovar deslocamentos de tropas dentro do país.

Mohammed Al Askari, porta-voz do Ministério da Defesa, disse que os advogados do governo sugeriram que alguns artigos do documento, redigido pelas forças dos EUA, fossem reescritos. "É um documento muito importante, porque trata de toda a transferência de soberania", disse Askari a jornalistas.

As forças dos EUA sofrem baixas quase diárias, e há uma ameaça de guerra civil de caráter religioso no Iraque, razões pelas quais Washington tem pressa em transferir o controle da segurança ao Exército local.

Já Maliki, embora ciente da sua dependência em relação ao poder militar dos EUA, quer mostrar que está ficando menos dependente de Washington. Uma fonte do governo disse que o primeiro-ministro xiita quer garantias de que suas forças terão liberdade para tomar suas decisões.

 

Um acidente envolvendo um ônibus e um caminhão causou a morte de dez pessoas na Argentina. O ônibus levava 21 turistas (entre espanhóis, purchase americanos e sul-africanos) da cidade de Córdoba com destino a Puerto Iguazú.

O acidente ocorreu quando o motorista do ônibus tentou fazer uma ultrapassagem arriscada e atingiu um caminhão que vinha no sentido contrário. Os motoristas, story tanto do caminhão como do ônibus, pills e mais oito turistas morreram com o impacto. Outras dez pessoas ficaram feridas.

De acordo com a polícia local, o acidente ocorreu em uma curva, local de ultrapassagem proibida, e os dois veículos estavam em alta velocidade.

Até o dia 10 de setembro estão abertas as inscrições para o programa de treinee do Grupo Pão de Açúcar, this o maior varejista brasileiro.

São 12 vagas para atuação em diversas áreas corporativas (comercial, view expansão, no rx finanças, logística, marketing, planejamento estratégico, recursos humanos e tecnologia da informação).

Os interessados precisam ser formados, entre dezembro de 2004 e fim deste ano, em cursos das áreas de humanas e exatas. Além de ser fluente em inglês, ter conhecimento na língua francesa e disponibilidade para morar em outras cidades.

As inscrições podem ser realizadas no www.grupopaodeacucar.com.br.

 

 

Cerca de 400 integrantes do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) ocuparam hoje a fazenda Granja da Saúde, viagra order em Jóia, no noroeste do Rio Grande do Sul.

Segundo Vander Soares, um dos coordenadores do grupo, a área, de 1,116 mil hectares, localizada em São João Mirim, no interior do município, já se encontra em processo de desapropriação pelo Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra), em Brasília. Soares disse que o movimento quer “pressionar a agilização do processo de liberação da fazenda, que deve ser usada para assentar 85 famílias”.

A coordenação do MST no estado informou que oito áreas do estado que foram anunciadas pelo Incra em julho deste ano, ainda não estão liberadas para o assentamento de 510 famílias. Elas estão localizadas nos municípios de São Luiz Gonzaga, Bossoroca, Itacurubi e Santana do Livramento.

“O Movimento cobra do Incra, do Ministério do Desenvolvimento Agrário e do Governo Federal a liberação imediata dessas áreas e o cumprimento das metas de assentamento para 2006”, informou a assessoria de imprensa do órgão.

De acordo com o MST, no início do Governo Lula, a meta de assentamentos no Rio Grande do Sul era de aproximadamente 15 mil famílias, mas apenas 320 foram assentadas nos últimos quatro anos no estado. Depois de mobilizações do MST, o Incra se comprometeu em assentar 1.070 famílias em 2006, mas até o momento apenas 98 foram assentadas.

“Já o governo do estado lavou as mãos: não assentou nenhuma família e ainda aumentou a repressão policial sobre o Movimento”, acrescenta a assessoria do MST. O movimento exige ainda o assentamento “das 2,5 mil famílias que vivem em acampamentos de beira de estrada no Rio Grande do Sul, além da desapropriação da Fazenda Guerra”. Segundo o movimento, “o latifúndio situado no município de Coqueiros do Sul tem cerca de nove mil hectares e poderia abrigar mais de 400 famílias sem terra”.

Ainda não houve pedido de reintegração de posse da área, onde a situação está tranqüila até o início da tarde. A Polícia Militar gaúcha monitora a movimentação no local com efetivos do município e de Ijuí, no norte do estado.

 

O dólar recuou 0, information pills 7% hoje e fechou no menor nível desde maio, a R$ 2,124, em uma sessão de fraco volume de negócios por conta de um feriado nos Estados Unidos.

Os mercados norte-americanos retomam as operações amanhã. Sem a referência de Wall Street, os investidores acompanharam outros mercados internacionais, com destaque para as moedas.

"As moedas estão todas mais fortes frente ao dólar e essa é a tendência principal do real", resumiu Alexandre Vasarhelyi, responsável pela área de câmbio do banco ING, reiterando que o movimento no mercado doméstico foi fraco.

De acordo com o diretor de câmbio da corretora Novação, Mário Battistel, o predomínio de ingressos de recursos favoreceu a apreciação do real.

Nem mesmo o leilão de compra de dólares feito pelo Banco Central conseguiu conter o declínio do dólar. O BC aceitou sete propostas, com taxa de corte a R$ 2,1295.

"Essas compras que o BC tem feito, para fazer com que tenham efeito sobre o dólar teriam que ser maiores", comentou Battistel. "Junta volume de exportação, saldo comercial divulgado e atuação fraca do Banco Central, (o real) deve continuar valorizando".

Os números da balança comercial divulgados nesta manhã ajudaram a reforçar a perspectiva de ingressos. A balança registrou superávit de US$ 395 milhões em apenas um dia útil de setembro.

Luiz Inácio Lula da Silva participou hoje, viagra buy como presidente e não candidato, try de um evento na Base Aérea de Anápolis (GO). Na ocasião, foi feita a incorporação à Força Aérea Brasileira (FAB) das duas primeiras aeronaves Mirage 2000-C, de um total de 12 que o Brasil comprou da França.

A cerimônia contou com a presença do ministro da Defesa, Waldir Pires, e do comandante da Aeronáutica, Luís Carlos Bueno. O presidente foi presenteado com uma réplica de um Mirage e entrou em uma das aeronaves.

O presidente defendeu a "dedicação pela soberania nacional" desempenhada pelas Forças Armadas e ressaltou o papel do Correio Aéreo Nacional, dos aviões de caça e das pesquisas de Santos Dumont para o desenvolvimento do País. Lula lembrou ainda que a vocação histórica dos brasileiros não é de ameaçar, é de estender a mão. "Foi assim no Timor Leste e no Líbano. É assim no Haiti", destacou.

Os aviões vão substituir os F-103 Mirage III, que foram usados desde os anos 70 e desativados no ano passado. A Aeronáutica informou que o investimento foi de cerca de 80 milhões de euros (R$ 219 milhões) e inclui manutenção e treinamento de pilotos e mecânicos.

 

 

 

 

A Greenpeace, viagra 40mg organização não-governamental (ONG) ambientalista, diz que o governo brasileiro foi imprudente em relação ao lançamento do Documento de Origem Florestal (DOF), em vigor desde a última sexta-feira.

O DOF substituiu a Autorização para Transporte de Produtos Florestais (ATPF), válida desde 1993. Enquanto o novo sistema é todo informatizado, o antigo era uma guia impressa pela Casa da Moeda e preenchida manualmente.

“O DOF é um avanço, mas o sistema pode não vingar, porque foi adotado prematuramente”, disse Marcelo Marquisini, um dos coordenadores da ONG.

O chefe-substituto da divisão técnica do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no Amazonas, Werley Takeda, detalhou os procedimentos para autorizar o transporte de madeira na região.

O primeiro passo é fazer um inventário florestal do terreno, em que o solicitante informa ao órgão ambiental que espécies de árvores e que quantidade pretende retirar – é preciso respeitar a reserva legal de 80% da área. Em seguida, os fiscais do Ibama checam em campo as informações e, apenas depois da vistoria, autorizam o desmatamento ou o manejo.

Após a autorização, é preciso fazer a Declaração de Venda de Produção Florestal, uma espécie de contrato entre comprador e fornecedor. “O Ibama verifica, então, se as duas partes nesse contrato têm pendências [dívidas ou infrações ambientais, por exemplo]. Se não houver, finalmente é emitida a autorização para o transporte”, conclui Takeda.

Marquesini diz que o DOF é um bom sistema para evitar fraudes. "Obviamente elas surgirão, mas até sua detecção foi prevista. Mas ele só vai funcionar se houver fiscalização bem treinada e estruturada.  Todos os fiscais do Ibama, dos órgãos ambientais estaduais, os policias militares dos batalhões ambientais e os policiais rodoviários têm que conhecer o sistema e ter acesso à internet, para checar se a carga foi declarada ou não”.

No Amazonas, até agora, apenas Takeda e outro servidor do Ibama fizeram um curso sobre DOF – em Brasília, durante dois dias. “Não é tempo suficiente para conseguirmos repassar tudo sobre o sistema aos outros servidores”, avalia Takeda. “Esperam que haja treinamento para os fiscais do Ipaam [Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas, órgão estadual], mas ele ainda não está confirmado. Se houver, a gente vai pedir para participar e tentar convidar também outras instituições, como a Polícia Militar e a Polícia Rodoviária Federal”.

Takeda esclareceu, ainda, que ATPFs emitidas até 31 de agosto são válidas por 90 dias (para transportes convencionais) ou 120 dias (para transportes por jangadas). Isso significa que os ficais ambientais terão que conviver com os dois sistemas até o final do ano.

 

Cerca de 100 anistiados da Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) e da Empresa Brasileira de Transportes Urbanos (EBTU) pedem, healing em frente ao Palácio do Planalto, more about uma audiência com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva ou com algum representante do governo. A intenção é que o governo garanta a reintegração de todos os servidores que foram demitidos no governo do ex-presidente Fernando Collor de Mello, por conta da Lei 8878/90.

De acordo com o coordenador do Movimento dos Anistiados da Vale do Rio Doce, Jorge Teixeira, os manifestantes querem que o governo assine uma minuta que, segundo ele, está no departamento jurídico da Casa Civil para ser analisado.

“O documento permitirá a reintegração e a indenização de todos os anistiados. Estamos aqui para tentar essa audiência, que servirá para que alguém nos dê uma diretriz, para ver como será resolvida essa questão da Lei 8.878, que demitiu vários funcionários injustamente na época do governo Collor”,  explicou.

José Zito de Brito, funcionário da CVRD que trabalhou na empresa há mais de 15 anos, diz, que além de perder o emprego, teve um prejuízo que, nas contas de hoje, chega a R$ 1 milhão. “ O que eu mais quero é poder, pelo menos, tratar da minha família. Meus filhos terem, pelo menos, dinheiro para ir a escola”, contou.

Ernestina Silva, outra funcionária da CVRD, conta que trabalhou como auxiliar de enfermagem na companhia e hoje não sabe o que fazer. “Estou sofrendo porque não tenho dinheiro. Eu quero recuperar tudo o que perdi quando a Vale me demitiu”, ressaltou.

 

O Brasil tem um imenso potencial como fornecedor mundial de energia, viagra com o etanol, purchase mas os investidores da área devem estar atentos a possíveis baixas no preço do petróleo, decease inclusive intencionais, afirmou hoje Vijay V. Vaitheeswaran, especialista em energia da revista britânica The Economist.

Convidado pela União da Agroindústria Canavieira de São Paulo (Unica) a falar sobre energia no lançamento do Ethanol Summit, seminário sobre álcool a ser realizado em São Paulo em junho de 2007, ele alertou que este é um cenário possível, e que os investidores devem estar preparados para essas eventuais quedas de preço.

"No momento, está difícil produzir mais petróleo. Mas lembrem-se que isso pode não se manter para sempre. Pode haver uma crise do sistema financeiro na China ou simplesmente se a economia global cresce um pouco menos que o esperado. Há muitas razões pelas quais a demanda flutua", disse ele, após sua apresentação. Vaitheeswaran indicou que essas reduções podem ser inclusive intencionais.

Segundo ele, a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) normalmente controla a produção da commodity para manter seu preço elevado, mas que já houve ocasiões em que a produção foi ampliada para reduzir os preços, como em 1998, para punir a Venezuela, acusada de violar o sistema de cotas.

"Os sauditas estão muito bem informados das alternativas (ao petróleo). Elas podem ser limpas como o álcool ou sujas como as areias do Canadá. Ambas são ameaças para a OPEP", disse ele. "A história do mercado de commodities mostra que preços sobem, preços caem. Não prevejo preços, só chamo a atenção das pessoas que falam que os preços podem ir apenas para cima, sugiro a elas que leiam a história econômica uma vez mais".

O aumento da demanda por álcool combustível no Brasil, devido ao crescimento da frota de carros biocombustíveis, e também no mundo, devido aos preços elevados do petróleo, está estimulando um grande volume de investimentos no país.

Aproximadamente 90 projetos de novas usinas de açúcar e álcool estão sendo conduz idos no Brasil, parte deles com investimento estrangeiro.

    Você também pode gostar

    Assine nossa newsletter e
    mantenha-se bem informado