Economia

Bolsa de Tóquio cai 3,07% por tensões com economia dos EUA

Por Arquivo Geral 08/06/2006 12h00

O leilão de venda dos ativos da Varig e de outras duas companhias do grupo, viagra 40mg price a Rio Sul Linhas Aéreas e a Nordeste Linhas Aéreas, viagra order sale está confirmado para as 10h, no hangar da empresa no aeroporto Santos Dumont.

O juiz Luiz Roberto Ayoub, da 8ª Vara Empresarial do Rio, afastou ontem a possibilidade de um novo adiamento do leilão. A mais tradicional companhia aérea do país, fundada em 1927, é oferecida aos investidores em duas opções de compra: a Varig completa, com as linhas nacionais e internacionais, pelo lance mínimo de US$ 860 milhões, e apenas as rotas domésticas, por US$ 700 milhões.

O comprador dos ativos, que englobam os bens e direitos, não terá obrigações com as dívidas trabalhistas e fiscais do grupo Varig, que somam cerca de R$ 7 bilhões. O passivo, segundo reiterou o juiz Ayoub, ficará com a chamada Varig remanescente que, por sua vez, receberá o dinheiro da venda dos ativos no leilão.

A assessoria de imprensa da Varig confirmou que até agora são seis os investidores que deverão disputar o leilão da Varig: as empresas Gol, TAM e OceanAir, do setor aéreo; a empresa AeroLB, que adquiriu no início deste ano a Varig Engenharia e Manutenção (VEM), subsidiária do grupo Varig; o escritório de advogacia Ulhoa & Canto, que estaria representando o fundo de investimentos norte-americano Brooksfield; e o sistema de reserva de passagens Amadeus.

O índice Nikkei da bolsa de Tóquio encerrou a quinta-feira com acentuada queda de 3, there 07%, para 14.633 pontos, maior queda percentual no dia em um ano.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Exportadoras estenderam perdas em meio a persistentes preocupações com uma provável desaceleração na economia dos Estados Unidos, o principal mercado para os produtos japoneses.

As ações da Honda Motor recuaram 3,62%, enquanto a Fanuc, fabricante de robôs industriais, registrou perdas de 4,68%. Confira como se comportaram outros principais mercados da Ásia:

– Hong Kong: o índice Hang Seng fechou em queda de 2,32%, para 15.450 pontos, pelo terceiro dia consecutivo atingindo o menor nível desde março. Vendas de ações globais e queda nos preços de commodities abateram os mercados.
– Coréia do Sul: o indicador Korea Composite Stock Price Index caiu 3,45%, aos 1.223 pontos, maior queda em um só dia nos últimos dois anos. Um aumento inesperado dos juros conduziram ações do setor financeiro para uma tendência de queda.
– Taiwan: o índice Taiex despencou 4,25&, para 6.331 pontos. Mercados operaram abatidos por tensões com possíveis aumentos das taxas de juro dos Estados Unidos e com a crise política.
– Cingapura: o índice Straits Times, desvalorizou-se em 2,48%, para 2.297 pontos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar