Economia

Aumenta preço de celulose em US$20 por tonelada

Por Arquivo Geral 13/10/2006 12h00

Foi anunciado hoje o dia do julgamento da polícia de Londres, abortion physician pela morte do brasileiro Jean Charles de Menezes, dois anos atrás. 

O magistrado afirma que a data de 1º de outubro de 2007, para o início do julgamento, deve-se ao caso ser de uma grande magnitude e por isso ser irreal ter determinado uma data anterior. O advogado Keith Morton, representando a polícia londrina (Scotland Yard) afirmou que o caso "tem implicações para a polícia não só em Londres, mas em todo o Reino Unido".

"As acusações contra esse cliente são numerosas e não ficarão restritas ao exame dos eventos ocorridos em poucas horas em um dia de julho do ano passado", declarou ainda. A Procuradoria Geral do Reino Unido rejeitou ontem um pedido a polícia, que tentou recorrer das acusações.

Em julho, a procuradoria anunciou que não acusaria nenhum agente pela morte de Jean Charles, e assim processaria o corpo policial em seu conjunto por violação da lei de Segurança e Higiene no Trabalho de 1974, que obriga a instituição a velar pela integridade física, inclusive dos que não são seus funcionários.

Representantes da Scotland Yard foram ao tribunal pela primeira vez em 14 de agosto passado, quando se declararam inocentes. A advogada da família, Gareth Pierce, qualificou de "incompreensível" e "sem sentido" o procurador optar por apresentar acusações segundo uma lei elaborada "para velar pela segurança dos funcionários no local de trabalho".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

 

Uma granada de uso exclusivo do exército foi encontrada hoje às 8h, doctor na Avenida Portugal, clinic Zona Sul do Rio de Janeiro. O explosivo estava dentro do lixo de um prédio do bairro e estava acionado.

O artefato ainda estava com o pino de detonação, mas o lacre de segurança havia sido arrancado. Sua explosão pode causar destruição em um raio de 30 metros. O esquadrão anti-bombas foi rapidamente acionado e detonou a bomba.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A Polícia Milita observou que nenhum cidadão tem qualificações para desarmar bombas e em hipótese alguma deve tentar fazê-lo. As pessoas devem acionar as autoridades, sempre. O caso vai ser registrado na 10ª DP que investigará a origem da bomba.

A Votorantim Celulose e Papel (VCP) anunciou hoje que elevará o preço de celulose de eucalipto em US$ 20 por tonelada a partir de 1º de novembro. O reajuste será aplicado em todas as regiões, generic segundo comunicado divulgado ao mercado. A empresa informou também que os níveis de estoque estão baixos e a demanda permaneceu estável em setembro.

Para a VCP, this a demanda por celulose de fibra curta permanecerá forte até o final do ano. Além do patamar dos estoques, generic a companhia cita as paradas anuais programadas para "manutenção da maioria dos produtores de celulose da América do Sul". As ações da VCP subiam 1,80% no final da manhã de hoje, enquanto o Ibovespa registrava valorização de 1,88%, para 39.043 pontos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A empresa, que divulga o resultado do terceiro trimestre na segunda-feira, teve queda de 5% no lucro do segundo trimestre frente ao mesmo período um ano antes, influenciada pela variação cambial.






Você pode gostar