Economia

82% das grandes empresas pretendem investir em 2021, aponta pesquisa da CNI

Depois de um ano difícil, o novo objetivo é melhorar o processo produtivo e aumentar a capacidade de produção

Geovanna Bispo

[email protected]

Após um ano difícil com números baixos de investimentos, a expectativa é que 82% das grandes empresas brasileiras irão investir neste ano. Segundo a pesquisa realizada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), esse número seria 13 pontos percentuais maior que em 2020.

Como ocorre todo ano, a maior parte dos investimentos é direcionado principalmente para o mercado doméstico.

Para o diretor de Desenvolvimento Industrial e Economia, Carlos Eduardo Abijaodi, em 2021 haverá um cuidado maior com os processos produtivos. “Para esse ano, percebemos uma preocupação muito grande com os processos produtivos, que devem ser melhorados, com a aquisição de novas máquinas e tecnologias”, explica Abijaodi.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O diretor ainda afirma que a redução dos investimentos no ano passado foi em decorrência da pandemia de Covid-19 e seus desdobramentos. “Sentimos que os investimentos não foram feitos e foram adiados para este ano, pelo alto custo de investir e pela falta de alternativas de financiamento”, completa.

O documento ainda aponta que os investimentos previstos para este ano devem ser, principalmente, na melhoria do processo produtivo e no aumento da capacidade de produção, além da introdução de novos produtos.

Ainda assim, a pesquisa aponta uma preocupação com a eficiência e a produtividade contínua, sendo assim, esses pontos que conduzirão os planos de investimentos.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar