Notícias

Dallagnol critica decisão de Fachin e vê “reais chances de prescrição” de condenação de Lula

Segundo o procurador comentou nesta segunda-feira (8), o ministro sempre teve uma atuação correta e firme, mas aplicou o entendimento firmado pela 2ª Turma da Corte

Ex-coordenador da Lava Jato em Curitiba, o procurador Deltan Dallagnol usou sua conta no Twitter para comentar a decisão do ministro Edson Fachin, que anulou condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no âmbito da força-tarefa.

Segundo o procurador comentou nesta segunda-feira (8), o ministro sempre teve uma atuação correta e firme, mas aplicou o entendimento firmado pela 2ª Turma da Corte.

“Esse é mais um caso derrubado num sistema de justiça que rediscute e redecide o mesmo dezenas de vezes e favorece a anulação dos processos criminais”, criticou Dallagnol.

“Várias questões serão rediscutidas nos tribunais. Nada disso, contudo, apaga a consistência dos fatos e provas, sobre os quais caberá ao Judiciário a última palavra”, escreveu.

Para o procurador, é preciso “abrir os olhos para os amplos retrocessos no combate à corrupção” e a população precisa decidir se quer ser “o país da impunidade e da corrupção, que corre o risco de retroceder 20 anos no combate a esse mal ou um nação democrática em que impere a lei”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ainda de acordo com Dallgnol, os processos envolvendo o ex-presidente Lula serão retomados em breve em Brasília com “reais chances de prescrição”.






Você pode gostar