Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Mundo

Confronto das forças curdas com EI termina em vários mortos na Síria

Pelo menos 18 membros das forças de segurança curdas e agentes penitenciários foram mortos em ataque do grupo Estado Islâmico na Síria

Pelo menos 18 membros das forças de segurança curdas e agentes penitenciários foram mortos em um ataque do grupo Estado Islâmico (EI) a uma prisão na Síria, onde há vários detentos jihadistas – informou o Observatório Sírio para os Direitos Humanos (OSDH) nesta sexta-feira (21).

“O número de membros das forças de segurança curdas e agentes penitenciários falecidos foi de 18”, afirmou o OSDH, que disse se tratar do ataque mais sangrento lançado pelo grupo jihadista desde que foi derrotado em seu último reduto, no leste da Síria, em 2019.

De acordo com a mesma ONG, 16 membros do EI foram mortos nos confrontos deflagrados depois que o grupo atacou esta prisão protegida por milícias. 

“Pelo menos 16 combatentes do EI foram mortos pelas forças de segurança curdas dentro e nos arredores da prisão”, acrescentou o diretor do OSDH, Rami Abdel Rahman.

Agencia France Press








Você pode gostar