Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Concursos & Carreiras

Bolsonaro cogita reestruturar carreiras administrativas da PRF e Depen

A medida é uma tentativa de se reconciliar com parte dos servidores da área de segurança pública, insatisfeitos com o governo

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, na última quinta-feira (19), durante sua live semanal, que pretende apresentar ao Congresso Nacional uma proposta de reestruturação dos agentes da PRF e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), para que sejam equiparadas aos agentes da Polícia Federal (PF).

Desta forma, a remuneração inicial das carreiras passaria a ser de R$ 12,5 mil. “Esse é o impasse que está acontecendo. Não tem recurso, é o que a gente pode fazer de diferenciado para o pessoal do Departamento Penitenciário [Depen] e a Polícia Rodoviária Federal”, disse.

A medida é uma tentativa de se reconciliar com parte dos servidores da área de segurança pública, insatisfeitos com o governo federal após promessas do presidente de um significativo reajuste para a categoria.

A situação acabou ocasionando uma crise entre servidores em áreas como a Receita Federal, Banco Central e INSS, que segue em uma paralisação que caminha para dois meses. “A gente se esforça pra dar um reajuste, que eu sei que é pequeno, para os servidores. Uma sugestão, não está batido o martelo, deixo claro, é de 5%. Isso equivale a mais cortes nos ministérios”, disse Bolsonaro.

De acordo com informações da Agência Brasil, nos próximos dias negociadores do governo federal deverão se reunir com representantes de sindicatos de servidores para discutir a possibilidade do reajuste linear de 5% para todos os servidores, além da reestruturação específica das carreiras do Depen e da PRF.

*Com informações do JC Concursos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar