Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Policial rodoviário federal suspeito de atirar em personal trainer é encontrado morto

Segundo dados preliminares da Polícia Civil, o corpo foi encontrado em estado de decomposição em uma estrada rural de Campo Grande

Foto: Liniker Ribeiro/g1

Policial rodoviário federal suspeito de invadir motel, atirar contra personal trainer na boca e agredir ex-mulher é encontrado morto

Um policial rodoviário federal, suspeito de invadir um motel, em Campo Grande, agredir a ex-esposa e atirar na boca do personal trainer que acompanhava a mulher, foi encontrado morto na tarde deste domingo, 28.

Segundo dados preliminares da Polícia Civil, o corpo foi encontrado em estado de decomposição em uma estrada rural, próximo a uma ferrovia na região sudoeste de Campo Grande. O caso foi registrado como morte a esclarecer.

Medida protetiva

De acordo com informações, a mulher pediu “medida protetiva de urgência” em relação ao acusado. Conforme o boletim de ocorrência, ela relatou aos policiais, logo após o ocorrido, que o suspeito tentou matá-la.

A vítima informou que estava “em processo de divórcio” e que o PRF havia rastreado o carro dela e chegado até o local onde ela e o personal trainer estavam.

Baleado passa por cirurgia

A Santa Casa da Capital informou que o personal trainer teve que passar por uma cirurgia de bucomaxilofacial, na boca e nos ossos da face. O home está estável e segue em recuperação.

Entenda o caso

Na tarde da última sexta-feira, 26, um personal trainer, de 35 anos, foi baleado no rosto no motel que estava com a ex-esposa do agressor. Mesmo ferido, o personal conseguiu sair do quarto e pedir ajuda.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Após os disparos o suspeito fugiu do local e não foi mais encontrado.

Policiais militares que passavam pelo local pararam para investigar o acontecido e o Corpo de Bombeiros levou o homem para a Santa Casa e a mulher para um hospital particular.








Você pode gostar