Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

PF mira tráfico entre Brasil e Bolívia e prende 38 suspeitos

Investigações tiveram início em janeiro de 2019

Por Willian Matos 06/05/2021 8h27
Foto: Reprodução

A Polícia Federal realiza nesta quinta-feira (6) uma operação contra o tráfico internacional de drogas, mais especificamente entre o Brasil e a Bolívia. 38 pessoas são presas no âmbito da operação, batizada de Grão Branco.

Policiais cumprem ainda 72 mandados de busca de apreensão, determinados pela 1ª Vara da Justiça Federal de Cáceres-MT, que ordenou também a busca e apreensão de 10 aeronaves e o sequestro de todos os bens de 103 pessoas físicas e jurídicas investigadas.

As ordens judiciais são cumpridas nos estados de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Amazonas, Maranhão, Pará, Rio Grande do Sul, Paraná e São Paulo.

Início

As investigações começaram em janeiro de 2019, quando foram apreendidos 495 quilos de cocaína em Nova Lacerda-MT. Descobriu-se que havia uma organização especializada no tráfico internacional, cujo líder controlava toda a logística do transporte da droga a partir de uma mansão em um condomínio de luxo em Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, desde a saída da droga daquele país por meio de aeronaves, até o recebimento dela em pistas clandestinas no Brasil.

Em 2020, por meio da cooperação internacional com a polícia boliviana, o líder do grupo, que estava foragido da Justiça brasileira, foi expulso do país e entregue ao Brasil. No entanto, os familiares dele e outros integrantes da organização criminosa continuaram a comandar a logística de transporte da droga.

Grão Branco

O nome da Operação (Grão Branco) deve-se ao transporte de grãos como soja e milho do Mato Grosso para São Paulo para justificar as viagens das carretas que transportavam a cocaína.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar