Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

PF investiga saque ilegal de R$ 4 milhões em precatórios

Advogado suspeito de sacar o dinheiro com documentos falsos é alvo de mandado de prisão preventiva

A polícia federal realiza nesta sexta-feira (20) uma operação que investiga o saque ilegal de R$ 4 milhões em precatórios no Recife. É a segunda fase da Operação 4 milhões.

Segundo investigações, um advogado retirou o dinheiro usando uma procuração pública com base em um documento falso. O suspeito é alvo de mandado de prisão nesta sexta (20). O nome não foi divulgado.

Além do mandado de prisão, são cumpridos três mandados de busca e apreensão em Recife-PE e Moreno-PE.

Na primeira fase, agentes haviam recolhido procurações fraudulentas que, somadas, poderiam levantar precatórios de mais de R$ 12 milhões (R$ 12.773.226,59).

Precatório

Precatório é o nome que se dá a uma dívida de municípios, estados, União, autarquias e fundações. Geralmente se obtém após causas ganhas de cidadãos contra o Poder Público.

Os precatórios podem ser de:

Natureza alimentar – quando decorrem de ações judiciais como as referentes a salários, pensões, aposentadorias e indenizações por morte ou invalidez

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Natureza não alimentar – quando decorrem de ações de outras espécies, como as referentes a desapropriações e tributos.






Você pode gostar