Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Laboratórios suspendem testes, priorizam internados e gerenciam estoque

A suspensão se deve ao aumento de casos de síndrome gripal e restrição de insumos no mercado

Por FolhaPress 18/01/2022 12h42
Foto: Lillian Suwanrumpha / AFP

Joana Cunha

Laboratórios de diagnósticos seguem em situação de alerta para oferecer testes de Covid aos clientes. A DaVita Serviços Médicos enviou mensagem a clientes para avisar que suspendeu temporariamente a realização de exames do tipo RT-PCR, considerado padrão-ouro para detectar a infecção pelo vírus.

Segundo a rede de clínicas, que oferece serviços ambulatoriais e de outras especialidades na região metropolitana e capital de São Paulo, a suspensão se deve ao aumento de casos de síndrome gripal e restrição de insumos no mercado. A empresa diz que deve retomar sua oferta de exames quando for viável.

Nos laboratórios da Dasa, que também foram impactados pelo desabastecimento de insumos para os testes, os exames RT-PCR, antígeno e Influenza têm sido feitos somente com agendamento prévio. A empresa afirma que está priorizando pacientes internados.

Procurado pela reportagem, o Grupo Fleury não detalha como estão seus estoques de testes. Diz que está gerenciando seus insumos e fazendo exames para Covid em clientes com agendamento. “O Grupo Fleury tem realizado adequada gestão e fluxo de suprimentos, o que tem permitido superar esse ambiente de restrição”, diz a empresa.

Alexandre Bitencourt, presidente do Sindilab-DF, que reúne empresas da rede privada de análises clínicas no Distrito Federal, disse que, desde quinta-feira (13), já não era mais possível comprar insumos importados para os testes. Segundo ele, os fornecedores prometeram fazer entrega dos reagentes só no dia 28.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar