Brasil

Governo reformula Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos

Por Arquivo Geral 18/06/2006 12h00

O Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos está sendo reformulado, treat find afirmou o assessor especial da Secretaria Especial de Direitos Humanos, Amarildo Baessa. "Estamos buscando corrigir possíveis falhas, buscando torná-lo mais específico se esse for o caso", disse.

O relatório Diretos Humanos no Brasil: mais Intenção do que Ação, do Instituto de Estudos Socioeconômicos (Inesc), conclui que o Plano Nacional de Educação em Direitos Humanos "é demasiadamente genérico e peca por não refletir as realidades estaduais", e que falta envolvimento de organizações ligadas diretamente à sociedade civil nos estados.

Baessa disse que há um envolvimento muito grande do ministério da Educação para a reformulação do plano. Segundo o assessor, o que o ministério está fazendo é incorporar na educação normal questões de direitos humanos. "Não é uma coisa trivial de se fazer, porque implica em mudanças culturais. Não é uma coisa que pode ser feita do dia para a noite. Há um reconhecimento de que essa é uma área que precisamos avançar mais e por outro lado há esforços nesse sentido."

Ele disse ainda que a nova versão do plano deve ser apresentada até meados de agosto. O principal ponto é tornar o plano mais específico para superar problemas que possam surgir.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar