Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Enem: especialistas dão dicas sobre a prova

Professor de português e psicólogo dão dicas para uma das provas mais esperadas! O exame irá acontecer nos dias 13 e 20 de novembro

Valter Campanato/Agência Brasil

Em pouco mais de cinco meses estudantes de todo o país irão realizar o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que acontecerá nos dias 13 e 20 de novembro. Com a prova, os jovens poderão conquistar o tão sonhado ensino superior, seja em universidades públicas ou privadas, pelo Sisu, ProUni e FIES.

Por isso, o professor de língua portuguesa e redação Willaim Wallemberg e o psicólogo Fernando Machado dão dicas para quem vai fazer a prova.

As provas são divididas entre Linguagens, Códigos e suas Tecnologias: com questões de Língua Portuguesa, Literatura, Artes, Educação Física, Tecnologias da Informação e Comunicação e Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol); Matemática e suas Tecnologias; Ciências Humanas e suas Tecnologias: questões de História, Geografia, Filosofia e Sociologia; e Ciências da Natureza e suas Tecnologias: abrangem conteúdos de Química, Física e Biologia.

Qual o melhor modo de organizar os estudos?

O professor de português e redação William Wallemberg explica que há vários modelos de organização de estudo, mas sempre há um roteiro que se adapta a todos os perfis. “Em primeiro lugar, o estudante precisa decidir o seu objetivo e prova (PAS/Enem, vestibulares tradicionais, concursos etc), depois é essencial organizar a rotina e estudar as aulas no mesmo dia que forem passadas. Uma dica que sempre dou para meus alunos é que se priorize, especialmente, as matérias que a pessoa tem dificuldade”, explica.

O professor destacou a importância em fazer pausas no estudo. “Não dá para estudar sem parar. Além de ser cansativo, faz com que você perca o que aprendeu. Então é sempre bom descansar uns minutos e depois voltar a estudar. Evite distrações: separe um local reservado para estudar. Isolado de barulho, ou algo que o possa distrair”, conclui William, professor do ensino médio no Colégio Objetivo DF.

Muitos alunos acreditam que estudar várias horas antes da prova ajuda, mas na verdade isso prejudica muito, explica o professor. “Na semana que antecipa a prova, é importante revisões com atividades relacionadas com as matérias. Logo, uma média de 4 horas por dia de revisão é suficiente para desenvolver uma revisão prática dos conteúdos. Um dia antes da prova, descontraia e relaxe a mente para fazer uma prova com tranquilidade”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Atenção na redação

A última dica que ele não poderia deixar passar são sobre planejamento e preparação na redação: “uma dica importante é fazer a redação antes de fazer a prova objetiva. O jovem está descansado, sua mente está tranquila. Logo, a redação irá fluir muito melhor. Além disso, fazendo a redação antes, o vestibulando terá mais tempo para fazer a prova objetiva. E o ideal é desenvolver uma redação (rascunho) entre 40 a 50 minutos. Assim o tempo para fazer o restante da prova é muito melhor e poderá controlar o tempo de prova indo ao banheiro com calma, hidratando-se sem aquela pressão de que não tem tempo suficiente”, conclui o professor.

Equilíbrio entre estudo e lazer é fundamental

Estar ansioso em situações onde colocam à prova o seu conhecimento, além da cobrança social, seja da família ou amigos sobre qual profissão você vai escolher, é normal. O psicólogo Fernando Machado explica que a dica mais importante para superar essa ansiedade é se concentrar no agora, no momento que você precisa, e não ficar projetando essas situações para o futuro. “Lembre-se que você estudou e se preparou para este momento. Se você ficar ansioso ou sentir que vai perder o controle no momento com taquicardia, sudorese e tontura, pare um pouco, tente relaxar o corpo onde você está, respire profundamente e concentre-se naquilo que você está fazendo para não gerar expectativas mentais. Vai trazer tranquilidade para dentro do seu corpo”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O psicólogo do Hospital Anchieta de Brasília explica também sobre a importância de encaixar dentro dos estudos uma parte de lazer e descanso: “o lazer também ajuda a diminuir um pouco a ansiedade. Então quando você coloca o lazer e o descanso nesse período que antecede a prova, te ajuda a concentrar”, explica. O professor William reforça a ideia do lazer: “o estudo é algo solitário e requer esforço, mas o conhecimento vem de todas as formas. Claro que dá para estudar e aprender com algo que descontrai e diverte. Um filme, uma série, um podcast, um vídeo do YouTube pode esclarecer muito sobre o assunto da matéria, e pode servir de repertório para redação. Então é importante que o aluno veja que as coisas em sua volta podem amplificar seus conhecimentos, além de ensiná-lo de maneira mais prazerosa”, conclui.








Você pode gostar