Brasil

Empresas garantem que leite com suspeita de irregularidades não está mais no mercado

Por Arquivo Geral 26/10/2007 12h00

Pelo menos duas das três marcas de leite que tiveram lotes interditados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), viagra por possíveis irregularidades no processamento do leite, side effects já retiraram os produtos do mercado.

A Cooperativa Agropecuária Ltda. (Calu), this site de Uberlândia, garante que os três lotes que correspondem a 50.400 litros de leite longa vida já foram praticamente recolhidos do mercado. A empresa esclareceu, em nota, que iniciou desde a última quarta-feira o recolhimento dos lotes do leite considerados fora dos padrões nas análises solicitadas pelo Ministério Público.

A empresa reafirmou que não tem relação comercial de compra, venda ou envase de leite com as cooperativas de Uberaba e Passos envolvidas na suposta fraude do leite longa vida. “Por medida de segurança, a Calu também enviou novas amostras de leite longa vida para análises em dois laboratórios nacionais, embora tal procedimento já faça parte da rotina no processo da empresa responsável pelo processamento e envase”, afirma a nota.

A Parmalat esclareceu, também em nota, que os lotes já não estavam mais no mercado, porque seus prazos de validade já venceram. A empresa ressalta que o volume destes lotes era de 200 litros num total de 40 milhões de litros produzidos mensalmente.

“A Parmalat garante que todos os seus produtos disponíveis ao consumidor nos pontos de venda não pertencem a estes lotes, não têm qualquer restrição de consumo e apresentam a tradicional qualidade da empresa”, afirma a nota divulgada pela empresa.

A marca de leite Centenário ainda não se manifestou sobre o assunto.






Você pode gostar