Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Cidades começam a vacinar adolescentes contra a Covid-19

A autorização da imunização para faixa etária de 12 a 15 anos, com vacina da Pfizer, foi dada pela Anvisa na sexta-feira (11)

Foto: Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Leonardo Augusto
Belo Horizonte, MG

A Prefeitura de Betim, município de 450 mil habitantes na Grande Belo Horizonte (MG), inicia nesta quarta-feira (16), a vacinação contra a Covid-19 de estudantes com idade entre 12 e 14 anos. A vacinação na cidade mineira é incomum nesta faixa etária pelo país.

O anúncio foi feito pelo prefeito da cidade, Vittorio Medioli (PSD), nas redes sociais na noite desta segunda-feira (14). A autorização da imunização para faixa etária de 12 a 15 anos, com vacina da Pfizer, foi dada pela Anvisa (gência Nacional de Vigilância Sanitária) na sexta-feira (11).

Nesta fase da vacinação em Betim serão imunizados alunos da rede municipal de ensino do sétimo, oitavo e nono anos do ensino fundamental. O objetivo é buscar a retomada das aulas presenciais. Segundo a prefeitura, a decisão de imunizar os estudantes ocorreu após a chegada de 6.047 doses da vacina Pfizer ao município.

Ao longo da semana, conforme a prefeitura, será aberto cadastro para alunos das redes estadual e particular. No momento, a vacinação contra Covid-19 na cidade está sendo realizada na população de 59 anos sem comorbidade e de 40 a 49 anos com comorbidade. “Já perdemos o ano letivo de 2020 e precisamos nos movimentar para não perdemos mais um ano. Com professores e alunos vacinados, poderemos avaliar as condições de volta às aulas”, afirmou o prefeito, nas redes sociais.

A vacinação de professores na cidade começou na quinta-feira (10). O relatório mais recente da Prefeitura de Betim sobre os casos de covid-19 na cidade, publicado no último dia 11, mostra que 1.171 pessoas já morreram com a doença no município. O número de casos confirmados na cidade é de 28.423.

Outras cidades do país vacinam adolescentes, mas com casos de comorbidade. Em Cacoal (RO), cidade de aproximadamente 90 mil habitantes, a prefeitura começou nesta segunda a vacinação com o imunizante da Pfizer de crianças acima de 12 anos com comorbidades.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Segundo informações do município, neste primeiro dia de vacinação foram imunizadas 350 crianças com doenças crônicas ou deficiência psicomotora. O PNI (Plano Nacional de Imunização) ainda não coloca esse grupo como prioridade na imunização no país.






Você pode gostar