Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Brasil

Brasil terá Semana Nacional da Adoção no calendário

Em 2021, havia 46.390 pretendentes cadastrados e 3.770 crianças e adolescentes aptas para adoção em todo país

Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

O calendário brasileiro terá a Semana Nacional da Adoção a partir de 2023. A medida foi implementada pela Lei nº 14.387/22, publicada nesta sexta-feira (1) no Diário Oficial da União. A celebração deve acontecer anualmente na semana que antecede o Dia Nacional da Adoção (25 de maio)

O objetivo da iniciativa aprovada pelo Congresso Nacional é fomentar “reflexão, agilização, celebração e promoção de campanhas de conscientização, sensibilização e publicidade, versando sobre o tema adoção, com a realização de debates, palestras e seminários” sobre o tema.

De acordo com o Sistema Nacional de Adoção e Acolhimento, as pessoas pretendentes aguardam anos na fila à espera de bebês ou crianças pequenas. Em 2021, havia 46.390 pretendentes cadastrados e 3.770 crianças e adolescentes aptas para adoção em todo país.

Em nota, a Secretaria-Geral da Presidência da República destacou que as campanhas de conscientização sobre adoção são cada vez mais importantes e necessárias. “Para muitas crianças e adolescentes, a adoção representa uma nova chance de viver em um contexto de acolhimento familiar e social”, diz o documento.

*Com informações da Agência Brasil








Você pode gostar