Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

VÍDEO: jacaré ataca homem em lago

O ataque do réptil foi registrado pelo professor Willyan Caetano, no lago da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS)

Foto: Willyan Caetano/Arquivo pessoal

No último sábado (23), um homem precisou de atendimento médico depois de ser atacado por um jacaré ao nadar em um lago de Campo Grande (MS).

De acordo com o tenente-coronel e chefe de comunicação da Polícia Militar Ambiental (PMA), Ednilson Queiroz, nos últimos 25 anos o órgão não registrou nenhum ataque de jacarés a humanos em Mato Grosso do Sul.

Confira o vídeo.

“Em todo esse tempo que estou a frente da comunicação da PMA no estado, nunca tivemos um registro de ocorrência dessa natureza, mas pode acontecer, caso o animal sinta-se ameaçado”, disse o militar.

Há três possibilidades que possam incitar o jacaré a atacar uma pessoa, apesar do animal, não ver o ser humano como uma presa:

“A primeira hipótese é que o animal ataque um humano para defender seus filhotes. A segunda, para defender seu alimento e a terceira por, se sentir-se acuado”, contou Queiroz.

O ataque do réptil foi registrado pelo professor Willyan Caetano, no lago da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Ele disse que estava com um amigo às margens do lago quando um homem entrou na água em um local proibido para banho.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Então eu me levantei, tirei o celular e comecei a filmar. O homem foi muito rápido. Nadou até o meio do lago e quando voltava, percebeu o jacaré”, contou Caetano








Você pode gostar