Siga o Jornal de Brasília

Na Hora H!

Testamentos de Aretha Franklin são encontrados na casa da cantora

Os testamentos parecem conceder os bens da famosa cantora aos familiares

Aretha Franklin

Três testamentos escritos a mão foram encontrados na residência de Aretha Franklin, em um subúrbio de Detroit (EUA), nove meses após a morte da rainha do soul, aos 76 anos. O documento mais recente, datado de março de 2014, estava escondido embaixo de almofadas na sala, disse David Bennett, advogado dos herdeiros da cantora, nesta segunda-feira, 20. 

O texto parece conceder os bens da famosa cantora aos familiares. Os testamentos têm uma letra muito difícil de decifrar e palavras rasuradas, assim como frases nas margens.

Os advogados e familiares da artista disseram, na época de sua morte, que não havia testamento. As três versões a mão foram encontradas este mês. Dois documentos de 2010 estavam em um escritório fechado e foram achados quando a chave do local foi encontrada.

Bennett, que foi advogado de Aretha por mais de 40 anos, apresentou os testamentos para as autoridades na segunda-feira. Ele disse a um juiz que não tem certeza de que os textos têm validade legal de acordo com a lei do Michigan (EUA). Uma audiência será realizada no dia 12 de junho.

O advogado também disse que os documentos foram compartilhados com os quatro filhos de Aretha e seus advogados, mas não se chegou a um acordo sobre se algum poderia ser considerado válido Um comunicado dos herdeiros, representados por Sabrina Owens, administradora da Universidade de Michigan, disse que dois dos filhos se opuseram aos documentos.

A juíza Jennifer Callaghan aprovou em abril contratar um especialista para avaliar os bens de Aretha, incluindo suas recordações, roupas de gala para shows e bens da casa. Os herdeiros da cantora têm muitos projetos em mente, “incluindo várias propostas de televisão e cinema”, mas também têm de lidar com reclamações de credores e com o litígio resultante, disse Bennett.

O legado de Aretha Franklin rendeu à artista um prêmio póstumo por sua extraordinária carreira. Recentemente, estreou o filme Amazing Grace, gravado durante um show de 1972.

Estadão Conteúdo

Publicidade
Publicidade
Publicidade
  • CHARGE DO DIA