Na Hora H!

“Quebrar unha postiça é pior que levar soco no rosto”, diz lutador de MMA que é drag queen

Garijo luta profissionalmente desde 2006, depois de ter entrado ilegalmente nos EUA ainda criança

Diego Garijo concilia a carreira de lutador com a de drag queen. Em entrevista à “VICE”, o atleta radicado na Califórnia (EUA), de 41 anos, disse que quebrar uma unha de acrílico é pior do que levar um soco no rosto.

Garijo luta profissionalmente desde 2006, depois de ter entrado ilegalmente nos EUA ainda criança. Desde a juventude, ele cumpriu várias sentenças de prisão no país.

O cartel dele já registrava sete vitórias, quando Garijo foi obrigado a dar uma pausa no esporte após sofrer um deslocamento da retina. Em 2018, ele retornou aos ringues e entrou na modalidade do boxe sem luvas.

Pouco tempo depois, o lutador deu origem a drag Lola Pistola, uma personalidade que ele vê como uma extensão natural da sua força criativa.

Garijo relata que recebe “muito amor das pessoas da cena drag, bem como das comunidades trans e gays”. Ele ressaltou que também é apoiado por “grandes lutadores”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Talvez eles também estejam escondendo um elemento de si mesmos que gostariam de revelar mais”, comentou.

Garijo se viu inclinado ao universo das drags ainda aos seis anos, quando ele passou a se interessar pelas roupas da mãe. Ele relata que foi criado sem pai e que tinha dois primos gays. Devido a isso, o lutador deixou de ser exposto a “muitos estereótipos masculinos tradicionais”.

“Talvez seja por isso que eu posso ser muito feminina. Acho que as pessoas se perguntam se eu sou gay, mas não entendem que feminilidade e preferência sexual são duas coisas completamente diferentes”, argumentou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Foto: Reprodução/Instagram(diegogarijo)

No esporte, Garijo encontrou uma saída para o constante bullying que sofreu na infância. Tanto lutando quanto criando “uma personalidade da qual não tem vergonha”, ele sente que é capaz de “dar um passo para a frente no combate quando outros davam um passo para trás”.

Foto: Reprodução/Instagram(diegogarijo)

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE






Você pode gostar