Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

Quatro morrem após ataque com faca em casa de cidade na Grande SP

Chegando ao endereço, os agentes avistaram uma pessoa desconhecida, usando roupa de apicultor, além de usar uma lanterna fixada na cabeça

Por FolhaPress 22/09/2021 1h35
Foto: Agência Brasil

Alfredo Henrique

Ao menos quatro pessoas morreram e duas estão feridas após um homem, ainda não identificado, entrar na casa das vítimas e as esfaquear, por volta das 4h desta quarta-feira (22), em Mairiporã (Grande SP). Após o ataque, a residência foi parcialmente incendiada. O criminoso ainda não foi identificado e a motivação para as mortes é apurada pela Polícia Civil.

Policiais militares foram acionados para verificar um caso, a princípio, de incêndio em residência, na rua Rua João Meinberg, no fim da madrugada. Chegando ao endereço, os agentes avistaram uma pessoa desconhecida, usando roupa de apicultor, além de usar uma lanterna fixada na cabeça. O suspeito estava escondido em uma área de mata, perto da casa das vítimas. Ao avistar os policiais, o homem fugiu.

Um dos sobreviventes afirmou à PM que o criminoso, visto pelos agentes anteriormente com as mesmas características, invadiu a casa deles, que fica em uma área comum com outras residências- e começou a esfaquear ao menos quatro vítimas. Após isso, ele ateou fogo no imóvel e fugiu.

Os bombeiros foram acionados e conseguiram conter o fogo. Após isso, dois corpos carbonizados foram encontrados no interior da casa e ainda não foram identificados.

Apesar de terem sido serem socorridos, também morreram em decorrências das facadas o ajudante geral Ailton Aparecido Santiago, 41 anos, e a aposentada Emilia da Luz Silva, 74, que é mãe e avó materna dos dois sobreviventes, uma mulher de 53 anos e um auxiliar geral de 33. O estado de saúde de mãe e filho não foi informado.

O caso está sendo acompanhado pela delegacia de Mairiporã, que tenta descobrir a identidade do criminoso, além do que teria motivado o crime. A ocorrência foi registrada como homicídio qualificado por motivo torpe, além de incêndio criminoso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE








Você pode gostar