Jornal de Brasília

Informação e Opinião

Na Hora H!

PF cumpre mandados em 13 estados contra tráfico interestadual de drogas

Há cerca de cinco meses, a Polícia Federal identificou que um grupo criminoso remeteu mais de 500 encomendas postais com a droga, conhecida popularmente como “ecstasy” ou “bala”

Foto: Polícia Federal/Divulgação

Nesta quinta-feira (25), a Polícia Federal cumpre um total de 48 mandados de busca e apreensão na Paraíba e nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Mato Grosso, Pernambuco, Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Goiás, Pará, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro e Roraima.

A ação é resultado da operação Insônia, que tem o objetivo de reprimir o tráfico interestadual de drogas, via postais. Também estão sendo cumpridos dois mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais.

Há cerca de cinco meses, a Polícia Federal identificou que um grupo criminoso remeteu mais de 500 encomendas postais com a droga, conhecida popularmente como “ecstasy” ou “bala”. A partir daí as investigações começaram.

De acordo com as investigações, a comercialização do entorpecente ocorria por meio de aplicativos de mensagens e tiveram como destinatários traficantes da cidade de Campina Grande, João Pessoa e municípios dos outros estados que são alvo da ação.

Confira as cidades que foram destino para entrega das drogas:

Anápolis – Goiás
Uruaçu – Goiás
Araçatuba – São Paulo
Jaboticabal – São Paulo
Pirassununga – São Paulo
Votuporanga – São Paulo
Belo Horizonte – Minas Gerais
Coronel Fabriciano – Minas Gerais
Chapecó – Santa Catarina
Cuiabá – Mato Grosso
Sorriso – Mato Grosso
Guanambi – Bahia
Porto Seguro – Bahia
Macei – Alagoas
Natal – Rio Grande do Norte
Porto Alegre – Rio Grande do Sul
Recife – Pernambuco
Ribeirão Preto – São Paulo
Rio Branco – Acre
Rio de Janeiro – Rio de Janeiro
Rio Grande – Rio Grande do Sul
Santarém – Pará
Taguatinga – Amazonas

Conforme a PF, os envolvidos utilizavam nomes de empresas falsas, com suposta atuação em vendas pela internet na área de bijuterias e de suplementos alimentares.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os investigados devem responder pelos crimes de tráfico interestadual de drogas e associação para o tráfico.








Você pode gostar